Pular para conteúdo

Pular para sumário

 HISTÓRIA 75

Quatro rapazes em Babilônia

Quatro rapazes em Babilônia

O REI Nabucodonosor levou os israelitas mais instruídos para Babilônia. Depois, o rei escolheu os rapazes mais bonitos e mais espertos. Pode ver aqui quatro deles. Um é Daniel, e aos outros três os babilônios chamaram Sadraque, Mesaque e Abednego.

Nabucodonosor planejou treinar os rapazes para servirem no seu palácio. Após três anos de instrução, escolheria os mais espertos para ajudá-lo a resolver problemas. O rei quis que os rapazes ficassem fortes e saudáveis enquanto estudavam. Por isso, mandou seus servos dar a todos eles a mesma comida boa e o vinho que ele e sua família recebiam.

Veja o jovem Daniel. Sabe o que ele disse a Aspenaz, principal servo de Nabucodonosor? Daniel lhe disse que não queria comer as coisas gostosas da mesa do rei. Mas Aspenaz ficou preocupado. ‘O rei decidiu o que devem comer e beber’, disse ele. ‘E se vocês não tiverem aspecto sadio como os outros rapazes, ele pode me matar.’

Daniel falou, então, com o guarda, a quem Aspenaz mandou tomar conta dele e de seus três amigos. ‘Experimente-nos por 10 dias’, disse. ‘Dê-nos legumes para comer e água para beber. Depois, compare-nos com os outros rapazes que comem a comida do rei, para ver quem parece melhor.’

O guarda concordou com isso. E, no fim dos 10 dias, Daniel e seus três amigos pareciam mais fortes do que todos os outros rapazes. Assim, o guarda deixou que comessem legumes, em vez de a comida do rei.

Ao fim de três anos, todos os rapazes foram levados a Nabucodonosor. Depois de falar com todos eles, o rei achou Daniel e seus três amigos os mais espertos. Ficou com eles no palácio, para que o ajudassem. Sempre que o rei fazia perguntas a Daniel, Sadraque, Mesaque e Abednego, eles sabiam 10 vezes mais do que os sacerdotes ou os sábios dele