Pular para conteúdo

Pular para sumário

 HISTÓRIA 55

Um menino serve a Deus

Um menino serve a Deus

ESTE não é um menino bonito? Chama-se Samuel. E o homem com a mão na cabeça dele é Eli, sumo sacerdote de Israel. Vemos aqui o pai de Samuel, Elcana, e sua mãe, Ana, trazendo Samuel a Eli.

Samuel tinha então apenas quatro ou cinco anos. Mas ia morar ali no tabernáculo de Jeová, com Eli e os outros sacerdotes. Por que Elcana e Ana entregaram alguém tão jovem como Samuel para servir a Jeová no tabernáculo? Vejamos.

Poucos anos antes, Ana ficou muito triste. O motivo era que não tinha filho e queria muito ter um. Certo dia, no tabernáculo de Jeová, Ana orou: ‘Ó Jeová, não se esqueça de mim! Se me der um filho, prometo entregá-lo para que lhe possa servir toda a vida.’

Jeová respondeu à oração de Ana, e ela veio a ter Samuel. Ana amava seu filho e começou a ensinar-lhe sobre Jeová quando ele ainda era pequenino. Ela disse ao marido: ‘Assim que Samuel for desmamado, vou levá-lo ao tabernáculo para servir ali a Jeová.’

Isso é o que vemos Elcana e Ana fazer, no desenho. E visto que Samuel foi bem ensinado pelos pais, ele tinha prazer em servir a Jeová na tenda Dele. Elcana e Ana iam cada ano adorar nessa tenda especial e visitar o seu menino. E, cada ano, Ana levava a ele uma nova túnica sem mangas, feita por ela.

Samuel serviu a Jeová durante anos no tabernáculo, e tanto Jeová como o povo gostavam dele. Os filhos de Eli, Hofni e Fineias, porém, não prestavam. Faziam coisas más e induziam outros a desobedecer a Jeová. Eli devia demiti-los do sacerdócio, mas não o fez.

O jovem Samuel não permitiu que as coisas más feitas no tabernáculo lhe impedissem servir a Jeová. Mas, visto que pouca gente amava a Jeová, já havia muito tempo que Jeová não falava com nenhum homem. Quando Samuel ficou mais crescido, aconteceu o seguinte:

Samuel dormia no tabernáculo, quando foi despertado por uma voz. Ele respondeu: ‘Estou aqui.’ Levantou-se e correu até Eli, dizendo: ‘O senhor me chamou, e eu vim logo.’

Mas Eli respondeu: ‘Não o chamei; volte a dormir.’ Assim, Samuel voltou para a cama.

Veio então uma segunda chamada: ‘Samuel!’ Ele correu de novo até Eli. ‘O senhor me chamou, e eu vim logo.’ Mas Eli respondeu: ‘Eu não o chamei, meu filho. Volte a deitar-se.’ E Samuel voltou para a cama.

‘Samuel!’ chamou a voz pela terceira vez. Samuel correu até Eli. ‘Aqui estou, porque o senhor deve ter-me chamado’, disse ele. Eli sabia então que devia ter sido chamado por Jeová. Por isso disse: ‘Vai deitar-se, e se ele chamar de novo, deve dizer: “Fale, Jeová, porque o seu servo está escutando.”’

Foi isso o que Samuel disse quando Jeová chamou de novo. Jeová falou então a Samuel que ia punir Eli e os filhos dele. Hofni e Fineias morreram depois numa batalha contra os filisteus, e Eli, quando informado disso, caiu para trás, quebrou o pescoço e morreu também. Assim, a palavra de Jeová se cumpriu.

Samuel cresceu e tornou-se o último juiz de Israel. Quando já idoso, o povo pediu-lhe: ‘Escolhe para nós um rei.’ Samuel não quis fazer isso, porque Jeová era realmente o rei deles. Mas Jeová mandou que ele escutasse o povo.