Pular para conteúdo

Pular para sumário

 HISTÓRIA 52

Gideão e seus 300 homens

Gideão e seus 300 homens

ESTÁ vendo o que está acontecendo aqui? Todos estes são guerreiros de Israel. Os homens se abaixam para beber. O homem parado perto deles é o juiz Gideão. Ele está observando como eles bebem água.

Veja bem a maneira diferente em que os homens bebem. Alguns abaixam a cabeça até a água. Mas um tira a água com a mão, para poder ver o que está acontecendo. Isso era importante porque Jeová disse a Gideão que devia escolher apenas os homens que vigiassem enquanto bebiam. Os outros, disse Deus, deviam ser mandados para casa. Vejamos por quê.

Os israelitas estavam novamente em apuros. É que não haviam obedecido a Jeová. O povo de Midiã passou a dominá-los e a feri-los. Por isso, os israelitas clamaram a Jeová por ajuda, e Jeová ouviu seus clamores.

Jeová mandou que Gideão reunisse um exército, e Gideão ajuntou 32 mil guerreiros. Mas havia um exército de 135 mil homens contra Israel. Contudo, Jeová disse a Gideão: ‘Você tem homens demais.’ Por que disse isso?

Porque, se Israel ganhasse a guerra, talvez pensassem que eles mesmos a ganharam. Podiam pensar que não precisavam da ajuda de Jeová para vencer. Por isso, Jeová disse a Gideão: ‘Mande para casa os homens que tiverem medo.’ Assim, 22 mil de seus guerreiros voltaram para casa. Ele ficou só com 10 mil homens para lutar contra 135 mil.

Mas Jeová disse: ‘Ainda tem homens demais.’ Por isso, mandou que Gideão fizesse os homens beber água deste riacho, mandando então embora os que abaixassem a cabeça para beber. ‘Vou dar-lhe a vitória com os 300 que ficaram vigiando enquanto beberam’, prometeu Jeová.

Chegou a hora da luta. Gideão colocou seus 300 em três grupos. Deu a cada homem uma buzina e um jarro com uma tocha dentro dele. Lá pela meia-noite, eles se ajuntaram em volta do acampamento do inimigo. Daí, todos ao mesmo tempo, tocaram suas buzinas e quebraram seus jarros, gritando: ‘A espada de Jeová e de Gideão!’ Os soldados inimigos, despertando, ficaram confusos e com medo. Todos começaram a fugir, e os israelitas venceram a batalha.