Pular para conteúdo

Pular para sumário

 HISTÓRIA 81

Confiança na ajuda de Deus

Confiança na ajuda de Deus

MILHARES de pessoas fizeram a longa viagem de Babilônia a Jerusalém. Mas, quando chegaram lá, Jerusalém era apenas ruínas. Ninguém morava lá. Os israelitas tiveram de reconstruir tudo.

Uma das primeiras coisas que construíram foi um altar. É um lugar em que se podem fazer ofertas, ou presentes, de animais a Jeová. Alguns meses depois, começaram a construir o templo. Mas os inimigos que moravam em países vizinhos não queriam isso. Meteram-lhes medo para fazê-los parar. Por fim, os inimigos conseguiram que o novo rei da Pérsia fizesse uma lei para impedir a obra.

Passaram-se 17 anos desde que os israelitas saíram de Babilônia. Jeová enviou seus profetas Ageu e Zacarias para dizer ao povo que começasse de novo a construção. O povo confiou na ajuda de Deus e obedeceu aos profetas. Recomeçaram a construção, embora pela lei não pudessem fazer isso.

Veio então um oficial persa, chamado Tatenai, perguntando com que direito os israelitas construíam o templo. Eles lhe disseram que o Rei Ciro lhes tinha ordenado, quando saíram de Babilônia: ‘Vão para Jerusalém e construam o templo de Jeová, seu Deus.’

Tatenai mandou uma carta a Babilônia, perguntando se Ciro, então já morto, havia dito mesmo aquilo. O novo rei da Pérsia mandou logo uma carta, dizendo que Ciro tinha mesmo falado aquilo. Ele escreveu: ‘Deixem os israelitas construir o templo de seu Deus. E eu mando que vocês os ajudem.’ O templo ficou pronto em uns quatro anos, e os israelitas ficaram muito felizes.

Passaram-se então quase 48 anos desde que o templo ficou pronto. O povo de Jerusalém era muito pobre, e a cidade e o templo de Deus não eram muito bonitos. Lá em Babilônia, o israelita Esdras soube da necessidade de arrumar o templo de Deus. Sabe o que ele fez?

Esdras foi ao rei da Pérsia, Artaxerxes, e este bom rei deu-lhe muitos presentes para levar a Jerusalém. Esdras pediu que os israelitas em Babilônia o ajudassem a levar os presentes a Jerusalém. Uns 6 mil concordaram. Tinham de levar muita prata, ouro e outras coisas preciosas.

Esdras ficou preocupado, porque havia homens maus pelo caminho. Eles poderiam roubar a prata e o ouro, e matá-los. Por isso, Esdras convocou o povo, como vê no desenho. Então orou a Jeová, para protegê-los na longa viagem a Jerusalém.

Jeová os protegeu. E, depois de uns quatro meses de viagem, chegaram a salvo a Jerusalém. Não mostra isso que Jeová pode proteger os que confiam nele?