Pular para conteúdo

Pular para sumário

Jeová descreve a si mesmo

Jeová descreve a si mesmo

 Achegue-se a Deus

Jeová descreve a si mesmo

Êxodo 34:6, 7

COMO você descreveria a Deus — sua personalidade e seu modo de agir? Imagine que você pudesse fazer perguntas pessoais a Deus e ouvi-lo descrever os atributos dele. O profeta Moisés teve essa oportunidade. Felizmente, ele foi inspirado a registrar o que aconteceu.

No monte Sinai, Moisés implorou a Jeová: “Por favor, faze-me ver a tua glória.” (Êxodo 33:18) No dia seguinte, o profeta foi privilegiado com um vislumbre da glória de Deus. * Moisés não descreveu em detalhes o que ele viu naquela magnífica visão. Em vez disso, registrou algo ainda mais importante — aquilo que Deus disse. Examinemos o que Jeová disse, conforme lemos em Êxodo 34:6, 7.

A primeira coisa que Jeová revela sobre si mesmo é que ele é um “Deus misericordioso e clemente”. (Versículo 6) De acordo com um erudito, a palavra hebraica traduzida “misericordioso” indica que a misericórdia de Deus reflete uma “terna compaixão, como a de um pai por seus filhos”. A palavra traduzida “clemente” está relacionada com um verbo que “descreve a reação sincera de uma pessoa que tem uma coisa para dar a alguém em necessidade”. Fica claro que Jeová quer que saibamos que ele cuida de seus adoradores assim como os pais cuidam de seus filhos — com terno amor e profunda preocupação por suas necessidades. — Salmo 103:8, 13.

Em seguida, Jeová diz que é “vagaroso em irar-se”. (Versículo 6) Ele não tem a tendência de se irar com seus servos na Terra. Pelo contrário, ele é paciente com eles, suportando suas falhas ao mesmo tempo em que lhes dá tempo para corrigir suas inclinações pecaminosas. — 2 Pedro 3:9.

Depois, Deus diz que é “abundante em benevolência e em verdade”. (Versículo 6) Benevolência, ou amor leal, é uma qualidade preciosa por meio da qual Jeová cria um laço firme e infalível entre ele e seu povo. (Deuteronômio 7:9) Jeová também é a fonte da verdade. Ele não engana nem pode ser enganado. Visto que é o “Deus da verdade”, podemos ter plena confiança em tudo o que ele diz, incluindo suas promessas para o futuro. — Salmo 31:5.

Uma outra importante verdade que Jeová quer que saibamos é que ele perdoa “o erro, e a transgressão, e o pecado”. (Versículo 7) Ele está “pronto a perdoar” pecadores arrependidos. (Salmo 86:5) Ao mesmo tempo, Jeová nunca faz vista grossa à maldade. Ele explica que “de modo algum isentará da punição”. (Versículo 7) O Deus santo e justo não permitirá que pecadores obstinados fiquem sem punição. Mais cedo ou mais tarde, eles vão prestar contas por suas ações pecaminosas.

A descrição que Jeová faz de suas qualidades é uma prova clara de que ele quer que o conheçamos e fiquemos mais familiarizados com sua personalidade e seu modo de agir. Não se sente motivado a aprender mais sobre suas belas qualidades?

[Nota(s) de rodapé]

^ parágrafo 5 Moisés não viu Jeová diretamente, pois nenhum humano pode ver Deus e continuar vivo. (Êxodo 33:20) Jeová, pelo visto, fez com que Moisés tivesse uma visão de Sua glória, falando com ele por meio de um representante angélico.