Pular para conteúdo

Pular para sumário

Você Sabia?

Você Sabia?

 Você Sabia?

Será que Jerusalém foi alguma vez cercada de estacas pontiagudas, como Jesus disse que aconteceria?

Em sua profecia a respeito da destruição de Jerusalém, Jesus disse o seguinte sobre essa cidade: “Virão sobre ti os dias em que os teus inimigos construirão em volta de ti uma fortificação de estacas pontiagudas e te cercarão, e te afligirão de todos os lados.” (Lucas 19:43) As palavras de Jesus se cumpriram no ano 70 EC, quando os romanos, comandados por Tito, construíram um muro de sítio, ou paliçada, em volta da cidade. O objetivo de Tito era triplo — impedir que os judeus fugissem, forçá-los a se render e fazer com que a fome os levasse à submissão.

Segundo Flávio Josefo, historiador do primeiro século, assim que se decidiu construir esse muro, as várias legiões e divisões menores do exército romano começaram a competir entre si para ver quem terminava primeiro a sua seção designada do muro de sítio. As árvores na área rural, num raio de cerca de 15 quilômetros em volta da cidade, foram todas cortadas, e a paliçada, com mais de 7 quilômetros, levou apenas três dias para ser construída. Sobre isso, Josefo disse que “cortou-se então toda esperança de escape por parte dos judeus”. Com sua população faminta e à mercê de lutas assassinas entre suas várias facções armadas, a cidade caiu às mãos dos romanos cerca de cinco meses depois.

O Rei Ezequias construiu mesmo um túnel até Jerusalém?

Ezequias era o rei de Judá no fim do oitavo século AEC, uma época de conflito com a poderosa Assíria. A Bíblia nos conta que ele fez muito para proteger Jerusalém e garantir seu suprimento de água. Uma das obras que ele construiu foi um túnel, ou aqueduto, de 533 metros, para levar água da fonte à cidade. — 2 Reis 20:20; 2 Crônicas 32:1-7, 30.

No século 19, foi descoberto um túnel que parecia ser o mencionado na Bíblia. Ficou conhecido como o túnel de Ezequias, ou túnel de Siloé. Dentro dele foi encontrada uma inscrição que descrevia a fase final de sua escavação. O formato das letras levou a maioria dos eruditos a identificar essa inscrição com a época de Ezequias. No entanto, uma década atrás, alguns disseram que o túnel talvez tivesse sido construído 500 anos mais tarde. Em 2003, uma equipe de cientistas israelenses publicou os resultados de sua pesquisa, cujo objetivo era estabelecer uma data confiável para o túnel. A que conclusão eles chegaram?

O Dr. Amos Frumkin, da Universidade Hebraica de Jerusalém, diz: “Os testes com carbono 14 que fizemos no material orgânico no reboco do túnel de Siloé e o cálculo de datação das estalactites do túnel pelo método urânio-tório não deixam dúvida de que ele é da época de Ezequias.” Um artigo na revista científica Nature acrescenta: “As três linhas independentes de evidência — a datação por radiometria, a paleografia e o registro histórico — apontam para cerca de 700 a.C., fazendo do túnel de Siloé a estrutura bíblica da Idade do Ferro com a data mais precisa até agora.”