Pular para conteúdo

Pular para sumário

Irmãos mais velhos — Jeová dá valor à lealdade de vocês

Irmãos mais velhos — Jeová dá valor à lealdade de vocês

NO MUNDO todo, os anciãos ficam muito felizes em poder servir os irmãos. E eles são uma bênção para todos nós! Mas, pouco tempo atrás, uma mudança foi feita. A organização pediu que os anciãos idosos passassem algumas responsabilidades importantes para anciãos mais jovens. O que isso envolveu?

Com essa mudança, a idade máxima para um irmão servir como superintendente de circuito ou instrutor de escolas teocráticas é 70 anos. E um ancião só pode servir como coordenador de uma Comissão de Filial ou de um corpo de anciãos até completar 80 anos de idade. Como esses irmãos mais velhos reagiram a essa mudança? Eles continuaram leais a Jeová e à sua organização!

Ken, um irmão que serviu como coordenador de uma Comissão de Filial por mais de quarenta e nove anos, disse: “Eu concordei 100% com essa decisão. Na verdade, na mesma manhã que soube da mudança, eu tinha orado a Jeová pedindo que colocasse um ancião mais jovem como coordenador.”  Anciãos fiéis de todo o mundo tiveram a mesma atitude de Ken. Mas é claro que, por amarem servir os irmãos, eles ficaram um pouco desapontados no início.

Esperandio, que serviu como coordenador do corpo de anciãos de sua congregação, comentou: “No começo eu fiquei um pouco triste.” Mas daí ele admitiu: “Eu precisava de mais tempo para cuidar da minha saúde.” Esperandio continua servindo a Jeová fielmente e é uma bênção para a congregação.

E os irmãos que serviam como superintendentes de circuito já por um bom tempo e tiveram que mudar de designação? Allan, que foi viajante por trinta e oito anos, disse: “Foi um choque quando fiquei sabendo da mudança.” Mesmo assim, ele reconhece os benefícios de treinar irmãos mais jovens e continua servindo fielmente a Jeová.

Russell, que serviu como viajante e instrutor de escolas por quarenta anos, comentou que no início ele e sua esposa ficaram desapontados. Ele disse: “A gente amava nosso serviço e sentia que ainda tinha energia para continuar.” Russell e a esposa estão agora apoiando uma congregação, e os publicadores de lá estão felizes de poder aprender com esse casal tão experiente.

Mesmo que você não tenha passado por essa situação, um relato em Segundo Samuel pode ajudar você a entender o que esses irmãos sentiram.

UM HOMEM REALISTA E MODESTO

Você se lembra de quando Absalão, filho do rei Davi, se rebelou? Davi fugiu de Jerusalém para Maanaim, ao leste do rio Jordão. Lá, Davi e seus homens passaram algumas necessidades. Lembra o que aconteceu depois?

Três homens que moravam na região foram generosos e trouxeram camas, muita comida e objetos úteis. Barzilai foi um desses homens. (2 Sam. 17:27-29) Quando a rebelião de Absalão acabou, Davi voltou para Jerusalém, e Barzilai acompanhou o rei até o Jordão. Davi tentou convencer Barzilai a se mudar para Jerusalém. Ele disse que iria prover alimento para Barzilai pelo resto da vida, mesmo sabendo que ele era “um homem muito rico” e não precisava daquilo. (2 Sam. 19:31-33) Na verdade, Davi admirava muito as qualidades de Barzilai e gostava das sugestões dele. Com certeza, seria um privilégio e tanto para Barzilai morar e servir na corte real.

Mas Barzilai foi realista e modesto. Ele lembrou que já tinha 80 anos e disse: “Será que consigo distinguir o que é bom do que é mau?” (2 Sam. 19:35) O que Barzilai quis dizer com isso? Ele ganhou muita sabedoria durante a vida. E ele ainda podia dar bons  conselhos, assim como “os homens mais velhos” fizeram mais tarde com o rei Roboão. (1 Reis 12:6, 7; Sal. 92:12-14; Pro. 16:31) Então, talvez Barzilai estivesse se referindo aos efeitos e às limitações físicas da idade. Ele admitiu que a idade já tinha afetado seu paladar e sua audição. (Ecl. 12:4, 5) Por isso, Barzilai pediu que Davi levasse para Jerusalém o jovem Quimã, provavelmente filho de Barzilai. — 2 Sam. 19:36-40.

PENSANDO NO FUTURO

As mudanças mencionadas no início do artigo refletem um ponto de vista parecido com o de Barzilai. Mas essa decisão não foi tomada por causa das circunstâncias e habilidades de uma única pessoa. Na verdade, a organização levou em conta o que seria melhor para os anciãos fiéis que servem no mundo todo.

Esses homens humildes e fiéis entenderam o seguinte: a organização de Jeová vai ficar mais forte e crescer se os mais jovens conseguirem cuidar das responsabilidades que os mais velhos cuidavam. Na maioria dos casos, os mais velhos são os que treinam os mais jovens. Foi isso que o apóstolo Paulo fez com Timóteo e que Barzilai deve ter feito com seu filho. (1 Cor. 4:17; Fil. 2:20-22) Esses jovens estão provando que são “dádivas em homens”, capazes de ajudar a “edificar o corpo do Cristo”. — Efé. 4:8-12; veja também Números 11:16, 17, 29.

APROVEITANDO NOVAS OPORTUNIDADES

Muitos que passaram certas responsabilidades para outros estão aproveitando as novas oportunidades para ampliar seu serviço a Jeová.

Marco, que foi superintendente de circuito por dezenove anos, disse: “Agora, minhas circunstâncias permitem que eu ajude os maridos descrentes das irmãs da congregação.”

Geraldo, que por vinte e oito anos serviu como superintendente de circuito, comentou: “Nossos novos alvos incluem ajudar os inativos e dirigir mais estudos bíblicos.” Ele e sua esposa estão dirigindo 15 estudos bíblicos, e um bom número de inativos voltou a assistir às reuniões.

Allan, mencionado no início, disse: “Agora nós temos mais tempo e mais oportunidades para participar na pregação. É muito bom trabalhar no carrinho, no território comercial e pregar para nossos vizinhos. Aliás, dois deles estão indo nas reuniões.”

Se você é um dos irmãos leais que recebeu uma nova designação, existe ainda outro modo em que você pode apoiar o serviço de Jeová. Você pode compartilhar sua valiosa experiência com os irmãos mais jovens da congregação. Russell, mencionado antes, disse: “Jeová está treinando e usando homens jovens talentosos. Irmãos do mundo todo estão sendo beneficiados com o ensino dinâmico e o pastoreio deles.” — Veja o quadro “ Ajude os mais jovens a alcançar todo o potencial”.

JEOVÁ DÁ MUITO VALOR À SUA LEALDADE

Se você iniciou em uma nova modalidade de serviço, continue positivo. Você já marcou a vida de muitas pessoas com seu serviço de todo o coração, e ainda pode continuar fazendo isso. Você é muito amado e com certeza vai continuar sendo.

E o mais importante de tudo: você tem um lugar reservado no coração de Jeová. Ele não se ‘esquecerá da sua obra e do amor que você mostrou ao nome dele, por servir os santos e continuar a servi-los’. (Heb. 6:10) Esse versículo deixa claro que você é muito precioso para Jeová. E ele se lembrará de você não apenas pelos esforços que você  fez no passado, mas pelo que continua fazendo para agradar a ele!

Mas e se você não mudou de designação, como foi o caso desses irmãos? Mesmo assim, pode ser que esse assunto tenha tudo a ver com você. Em que sentido?

Se você tem contato com um irmão idoso fiel que recebeu uma mudança de designação, tente aproveitar ao máximo a experiência dele! Peça conselhos e sugestões e tente observar como ele usa sua experiência na nova designação.

Pode ser que você seja um irmão mais velho que esteja servindo em outra modalidade ou um irmão que esteja aprendendo com os mais experientes. Qualquer que seja o caso, o importante é lembrar que Jeová dá muito valor a seus servos leais que se esforçaram no passado e que continuam se esforçando.