Pular para conteúdo

Pular para sumário

Casar-se “somente no Senhor” — ainda é realista?

Casar-se “somente no Senhor” — ainda é realista?

“Não consigo encontrar alguém na congregação. Tenho medo de acabar ficando sozinha.”

“Alguns homens do mundo são bondosos, simpáticos e atenciosos. Eles não são contra minha religião e parecem ser mais interessantes que alguns irmãos.”

Alguns servos de Deus têm feito comentários similares sobre encontrar um cônjuge. Mesmo assim, eles conhecem bem o conselho do apóstolo Paulo sobre se casar “somente no Senhor” — conselho que se aplica a todos os cristãos. (1 Cor. 7:39) Então, por que eles fazem comentários assim?

POR QUE ALGUNS TÊM DÚVIDAS

Pessoas que fazem esses comentários talvez achem que há um desequilíbrio entre o número de irmãos e irmãs em condições de se casar. Isso realmente ocorre em alguns países. Veja dois exemplos: na Coreia, em média, de cada 100 Testemunhas de Jeová solteiras, 57 são mulheres e 43 são homens. Na Colômbia, 66% das Testemunhas de Jeová são mulheres e 34% são homens.

Também, em algumas culturas, pais descrentes exigem o pagamento de um dote elevado, e isso torna difícil que irmãos com poucas condições financeiras se casem. Pensando em obstáculos desse tipo, pode ser que uma irmã ache que suas chances de encontrar alguém “no Senhor” são muito pequenas. Por isso, ela talvez se pergunte: “Será que é realista pensar que eu vou encontrar um bom marido dentro da organização?” *

É ESSENCIAL CONFIAR EM JEOVÁ

Se você já teve pensamentos desse tipo, tenha certeza de que Jeová entende a sua situação. Ele realmente sabe como você se sente. — 2 Crô. 6:29, 30.

Mesmo assim, em sua Palavra, Jeová diz que seus servos devem se casar somente no Senhor.  Por quê? Porque ele sabe o que é melhor para o seu povo. Ele não quer apenas poupar seus servos das consequências de um proceder imprudente, mas também deseja que sejam felizes. Nos dias de Neemias, quando os judeus estavam se casando com estrangeiras que não adoravam a Jeová, Neemias citou o mau exemplo de Salomão. Embora Salomão fosse “amado por seu Deus”, suas “esposas estrangeiras” o “fizeram pecar”. (Nee. 13:23-26) Assim, para o bem dos seus servos, Deus nos orienta a nos casar apenas com adoradores verdadeiros. (Sal. 19:7-10; Isa. 48:17, 18) Os cristãos são gratos a Deus por seu cuidado amoroso e confiam nas orientações dele. Por se submeterem a ele como Governante, eles o reconhecem como seu Soberano Universal. — Pro. 1:5.

Você com certeza não quer ficar “em jugo desigual” com alguém que poderia afastá-la de Deus. (2 Cor. 6:14) Hoje, muitos cristãos obedecem a essa orientação divina e provam que esse é o modo sábio de agir — afinal, as orientações de Deus sempre funcionam. Mas nem todos agem assim.

AINDA É REALISTA?

Maggy, * uma irmã na Austrália, explica o que aconteceu quando começou a namorar um descrente: “Perdi muitas reuniões só para estar com ele. Fiquei bem fraca em sentido espiritual.” Ratana, na Índia, se envolveu com um colega de classe que começou a estudar a Bíblia. Mas o tempo revelou que ele só queria conquistá-la. Ela acabou abandonando a verdade e se converteu a outra religião para poder se casar.

Outro exemplo é o de Ndenguè, em Camarões. Ela tinha 19 anos quando se casou. Seu noivo prometeu que ela estaria livre para continuar seguindo sua religião. Mas, duas semanas após o casamento, seu marido a proibiu de assistir às reuniões. Ela conta: “Eu me sentia sozinha e chorava muito. Percebi que tinha perdido o controle da minha vida. Eu sentia muito remorso.”

É claro que nem todos os cônjuges descrentes acabam agindo de modo cruel e insensato. No entanto, mesmo que você se casasse com um descrente e não sofresse essas consequências, como sua amizade com seu amoroso Pai celestial seria afetada? Como você se sentiria, sabendo que não obedeceu ao conselho que ele deu para o seu bem? E o mais importante: como ele se sentiria com a sua decisão? — Pro. 1:33.

Irmãos e irmãs no mundo todo podem confirmar que casar-se “somente no Senhor” é o proceder mais sábio. Os solteiros estão determinados a alegrar o coração de Deus, buscando um bom cônjuge apenas entre os adoradores de Jeová. Michiko, uma irmã do Japão, sofreu pressão de parentes para se casar com um descrente. Além disso, ela viu que alguns de seus amigos e conhecidos conseguiram se casar com servos de Jeová. Ela comenta: “Eu dizia para mim mesma que, como Jeová é um ‘Deus feliz’, nossa felicidade não depende de estarmos casados. Também acredito que ele atende os desejos do nosso coração. Então, se você quer se casar, mas não consegue encontrar um cônjuge, é melhor continuar solteira, por enquanto.” (1 Tim. 1:11) Com o tempo, Michiko encontrou um bom marido e se sente feliz por ter esperado.

Não só as irmãs, mas também alguns irmãos têm esperado para encontrar um bom cônjuge. Isso aconteceu com Bill, da Austrália. Ele admite que algumas vezes se sentiu atraído a mulheres fora da organização. Mas ele fazia de tudo para evitar ter muita amizade com elas. Por quê? Ele não queria dar o primeiro passo que poderia levá-lo a estar “em jugo desigual” com uma incrédula. Com o passar dos anos, ele se interessou por algumas irmãs, mas não foi correspondido. Bill esperou 30 anos até encontrar uma irmã que fosse compatível com ele. Ele diz: “Não tenho nenhum arrependimento.” E explica: “Eu me sinto abençoado, porque nós pregamos juntos, estudamos juntos e vamos juntos às reuniões. Gosto de estar na companhia dos amigos da minha esposa  porque todos eles adoram a Jeová. E nós fortalecemos o nosso casamento por meio dos princípios bíblicos.”

O QUE FAZER ENQUANTO ESPERA EM JEOVÁ

O que você pode fazer enquanto deixa a situação nas mãos amorosas de Jeová? Você pode pensar no motivo por que ainda não está casada. Se você acha que é principalmente por estar seguindo a orientação bíblica de se casar “somente no Senhor”, então merece elogios por respeitar essa ordem divina. Tenha certeza de que Jeová fica feliz com sua determinação de obedecer a esse mandamento. (1 Sam. 15:22; Pro. 27:11) Você pode continuar ‘derramando seu coração diante’ de Deus em oração. (Sal. 62:8) Sua amizade com Deus ficará cada dia mais forte à medida que fizer orações sinceras e constantes e mantiver sua decisão apesar de qualquer pressão interna ou externa. Não tenha dúvida de que o Altíssimo se preocupa com todos os seus servos leais e de que você é valiosa para ele. Ele se interessa por suas necessidades e desejos. Ele não promete um cônjuge para ninguém. Mas, se você realmente tem necessidade de se casar, Deus sabe o melhor modo de satisfazer seus desejos corretos. — Sal. 145:16; Mat. 6:32.

Às vezes, pode ser que se sinta como o salmista Davi, que disse: “Oh! responde-me depressa, ó Jeová! Meu espírito chegou ao fim. Não escondas de mim a tua face.” (Sal. 143:5-7, 10) Em momentos assim, dê tempo para que seu Pai celestial mostre qual é a vontade dele para você. Pode fazer isso por reservar tempo para ler a Bíblia e meditar no que lê. Assim, saberá quais são os mandamentos de Deus e verá como ele agiu em benefício de seu povo no passado. Por escutá-lo, você estará mais convicta de que obedecer a ele é o modo mais sábio de agir.

Os solteiros são valiosos na congregação e muitas vezes ajudam famílias e jovens

O que mais você pode fazer para que seus anos como solteira sejam alegres e produtivos? Pode aproveitar esse tempo para desenvolver discernimento espiritual, generosidade, diligência, simpatia, devoção a Deus e uma boa reputação — qualidades indispensáveis para uma vida familiar feliz. (Gên. 24:16-21; Rute 1:16, 17; 2:6, 7, 11; Pro. 31:10-27) Busque primeiro o Reino por participar o máximo possível na obra de pregação e em outras atividades cristãs; isso servirá de proteção. Bill, já mencionado, diz o seguinte sobre os anos em que estava procurando um cônjuge: “Eles passaram voando! Aproveitei esse tempo servindo a Jeová como pioneiro.”

Sim, casar-se “somente no Senhor” ainda é realista. Acatar essa orientação pode ajudá-la a honrar a Jeová, e isso resultará em grande satisfação. A Bíblia diz: “Feliz o homem que teme a Jeová, de cujos mandamentos se tem agradado muito. Na sua casa há coisas valiosas e riquezas; e sua justiça permanece de pé para todo o sempre.” (Sal. 112:1, 3) Portanto, esteja determinada a obedecer ao mandamento divino de se casar “somente no Senhor”.

^ parágrafo 7 Este artigo considera a questão do ponto de vista das irmãs, embora os princípios também se apliquem aos irmãos.

^ parágrafo 13 Alguns nomes foram mudados.