Ir para conteúdo

Será que as Testemunhas de Jeová mudaram a Bíblia para adaptá-la às suas crenças?

Será que as Testemunhas de Jeová mudaram a Bíblia para adaptá-la às suas crenças?

Não. Pelo contrário, quando descobrimos que as nossas crenças não estavam de acordo com a Bíblia, nós mudámo-las.

Muito antes de começarmos a produzir a Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas em 1950, já examinávamos a Bíblia. Usávamos qualquer tradução que estivesse disponível e, com base no que líamos, formámos as nossas crenças. Veja algumas das crenças mais antigas das Testemunhas de Jeová e decida se essas crenças realmente se harmonizam com o que a Bíblia ensina.

  1. A nossa crença: Deus não é uma Trindade. O número de julho de 1882 da revista Zion’s Watch Tower (A Torre de Vigia de Sião) dizia: “Os nossos leitores apercebem-se de que, ao passo que cremos em Jeová e em Jesus e no espírito santo, rejeitamos, como totalmente antibíblico, o ensino de que estes sejam três Deuses em uma só pessoa, ou, conforme alguns expressam, um só Deus em três pessoas.”

    O que a Bíblia diz: “Jeová nosso Deus é o único Deus.” (Deuteronómio 6:4, Versão Brasileira) “Para nós há um só Deus, o Pai, de quem são todas as coisas e para quem existimos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós também, por ele.” (1 Coríntios 8:6, Almeida Revista e Atualizada) O próprio Jesus disse: “O Pai é maior do que eu.” — João 14:28, Almeida Revista e Atualizada.

  2. A nossa crença: Não existe tormento eterno num inferno de fogo. Ao citar Romanos 6:23 na King James Version (Versão Rei Jaime), o número de junho de 1882 de Zion’s Watch Tower, em inglês, tinha como título “O salário do pecado é a morte”. O artigo dizia: “Quão clara e simples é esta declaração. E quão estranho é que tantos que professam receber a Bíblia como a Palavra de Deus persistem em contradizer esta declaração positiva, e afirmam acreditar, e que a Bíblia ensina, que o salário do pecado é a vida eterna em tormento.”

    O que a Bíblia diz: “A alma que pecar, essa morrerá.” (Ezequiel 18:4, 20, Almeida Revista e Atualizada) A punição final para os inimigos de Deus não é o tormento eterno, mas sim a “eterna destruição”. — 2 Tessalonicenses 1:9, Almeida Revista e Atualizada.

  3. A nossa crença: O Reino de Deus é um governo real, e não apenas uma condição do coração. Sobre o Reino de Deus, o número de dezembro de 1881 de Zion’s Watch Tower comentava: “O estabelecimento desse reino obviamente significará a queda de todos os reinos da Terra.”

    O que a Bíblia diz: “Nos dias destes reis, o Deus do céu suscitará um reino que não será jamais destruído; este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos estes reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre.” — Daniel 2:44, Almeida Revista e Atualizada.

Dependem as Testemunhas de Jeová da Tradução do Novo Mundo para apoiar as suas crenças?

Não, pois ainda usamos muitas outras traduções da Bíblia na nossa obra de pregação. Como parte do nosso programa de estudo bíblico gratuito, damos a quem desejar um exemplar da Tradução do Novo Mundo, mas também temos o prazer de estudar com quem prefere usar outras traduções.