Pular para conteúdo

Pular para sumário

Filhos on-line — o que os pais devem saber

Filhos on-line — o que os pais devem saber

 Filhos on-line — o que os pais devem saber

POR um tempo, parecia que proteger os filhos dos perigos da internet era apenas uma questão de onde colocar o computador. Achava-se que, se o computador ficasse num lugar movimentado da casa, eles estariam menos inclinados a se voltar para o lado obscuro da internet. Esse conceito continua válido — o bom senso diz que não se deve permitir que os filhos tenham acesso à internet na privacidade de seu quarto. Mas essa não é a última palavra em questão de segurança. Hoje em dia, a tecnologia sem fio possibilita que jovens acessem a internet de qualquer lugar, até mesmo por meio de muitos telefones celulares. Além disso, existem cibercafés, quiosques para acessar a internet, bibliotecas e o velho recurso de sempre: a casa de amigos. Com tantas opções assim, não é difícil perceber como as aventuras on-line de um jovem podem escapar à vigilância dos pais.

Veja alguns dos recursos on-line que atraem muitos jovens e os perigos que esses apresentam.

E-MAILS

O que são? Mensagens escritas enviadas eletronicamente.

Qual o atrativo? São uma forma rápida e barata de se corresponder com amigos e parentes.

O que você deve saber. E-mails não solicitados, em geral chamados pelo termo spam, podem ser mais do que mero aborrecimento. Muitas vezes, eles contêm matéria sugestiva ou crassamente obscena. Links nos e-mails podem induzir o usuário — incluindo uma criança ou um jovem ingênuo — a revelar informações pessoais, o que pode resultar em roubo de identidade. Responder a tais e-mails, mesmo que seja para pedir de modo firme que parem de enviar mensagens, vai confirmar que o usuário tem um endereço de e-mail ativo, podendo resultar em mais mensagens não solicitadas.

 SITES

O que são? Locais na internet constituídos por uma ou mais páginas eletrônicas. São criados e mantidos por pessoas, organizações, instituições educacionais e estabelecimentos comerciais.

Qual o atrativo? Existem milhões de sites, dando aos jovens inúmeras oportunidades de pesquisar, fazer compras e se conectar com amigos. Além disso, eles podem brincar com jogos e ouvir músicas, ou baixá-los pela internet.

O que você deve saber. A internet tem sido explorada por todo tipo de pessoas desonestas e imorais. Inúmeros sites exibem sexo explícito, e, para quem não toma cuidado, é muito fácil entrar sem querer num desses sites. Por exemplo, numa pesquisa feita nos Estados Unidos com jovens entre 8 e 16 anos, 90% disseram ter se deparado com pornografia na internet — na maioria dos casos, enquanto faziam o dever de casa!

A internet também facilita o acesso a sites que incentivam adolescentes a fazer apostas. Numa pesquisa feita no Canadá com rapazes no primeiro e no segundo ano do ensino médio, quase 1 em cada 4 dos entrevistados admitiu ter visitado sites de apostas. Não é de admirar que os especialistas estejam preocupados, visto que apostar on-line é altamente viciador. E ainda existem sites chamados “pró-ana”, que exaltam “o estilo de vida anoréxico”. * Ao mesmo tempo, há sites que promovem ódio contra minorias religiosas e grupos étnicos. Alguns sites ensinam a fazer bombas, preparar venenos e executar ataques terroristas. Cenas sangrentas de violência e brutalidade são a regra nos jogos on-line.

 SALAS DE BATE-PAPO

O que são? Ambientes virtuais para conversas em tempo real nos quais os participantes trocam mensagens escritas, geralmente sobre um assunto ou interesse específico.

Qual o atrativo? Seu filho pode se comunicar com várias pessoas que ele talvez nunca tenha conhecido pessoalmente, mas que têm os mesmos interesses que ele.

O que você deve saber. Pedófilos costumam freqüentar salas de bate-papo com o objetivo de induzir crianças a fazer sexo on-line ou até mesmo na vida real. Veja o que aconteceu quando uma das autoras do livro What in the World Are Your Kids Doing Online? (O Que Será Que Seus Filhos Estão Fazendo na Internet?) fazia pesquisas sobre segurança na internet. Como parte de sua pesquisa, ela entrou numa sala de bate-papo e fingiu ter 12 anos. “Quase na mesma hora”, relata o livro, “alguém a convidou para conversar em uma sala de bate-papo privada. Ela afirmou que não sabia como entrar ali, e o seu novo amigo prestativo a ensinou passo a passo a fazer isso. Então ele perguntou se ela queria fazer sexo [virtual]”.

MENSAGENS INSTANTÂNEAS

O que são? Mensagens escritas trocadas em tempo real entre duas ou mais pessoas.

Qual o atrativo? Com esse recurso, o usuário pode escolher com quem conversar, selecionando um ou mais amigos de uma lista de contatos que ele criou. Não é de admirar que, de acordo com um estudo canadense, 84% dos jovens de 16 e 17 anos enviem mensagens instantâneas a seus amigos, passando mais de uma hora por dia fazendo isso.

O que você deve saber. Trocar mensagens instantâneas pode distrair seu filho nas ocasiões em que ele deveria estar estudando ou realizando alguma atividade que exige concentração. Além disso, como você pode saber ao certo com quem seu filho está se comunicando se não é possível ouvir a conversa?

BLOGS

O que são? Diários pessoais na internet.

Qual o atrativo? Possibilitam aos jovens escrever sobre seus pensamentos, paixões e atividades. A maioria dos blogs tem um lugar para os visitantes deixarem comentários, e muitos jovens ficam entusiasmados quando alguém faz isso.

O que você deve saber. Os blogs podem ser acessados por qualquer pessoa. Por falta de cuidado, alguns jovens acabam revelando informações que podem ser usadas para identificar sua família, escola ou endereço. Ainda há outro fator: um blog pode manchar a reputação de alguém, incluindo a da própria pessoa que o criou. Por exemplo, alguns empregadores acessam o blog do candidato no processo de seleção.

 SITES DE RELACIONAMENTO

O que são? Sites que permitem aos jovens criar uma página na internet e personalizá-la com fotos, vídeos e blogs.

Qual o atrativo? Criar e personalizar uma página na internet dá aos jovens a oportunidade de expressar sua identidade. Sites de relacionamento, também chamados de redes sociais, possibilitam aos jovens fazer muitos novos “amigos”.

O que você deve saber. “Um site de relacionamento é como uma festa on-line”, diz uma jovem chamada Joanna. “Podem aparecer pessoas bem estranhas.” Além disso, jovens e adultos sem princípios podem se aproveitar das informações pessoais exibidas nesses sites. Por isso, a especialista em segurança na internet Parry Aftab chama esses sites de “shopping para predadores sexuais”, ou seja, lugares onde eles encontram facilmente o que procuram.

Outro ponto negativo é que as amizades feitas pela internet tendem a ser superficiais. Em suas páginas na internet, alguns jovens têm uma longa lista de contatos, apenas para parecer populares a outros que visitam seu site. Muitos desses contatos são pessoas que eles nunca viram pessoalmente. Em seu livro Generation MySpace (Geração MySpace), Candice Kelsey escreveu que a questão se resume a “julgar o valor social de alguém baseado simplesmente em quantas pessoas gostam dele, assim como o valor de uma empresa é determinado pela cotação de suas ações”. Ela acrescentou: “Essa forma de encarar relacionamentos, como se fossem ações de uma empresa, transforma nossos filhos em simples produtos de mercado. Faz com que eles se sintam tremendamente pressionados a fazer de tudo para apresentar uma imagem de si mesmos que lhes ajude a atrair mais amigos.” Assim, o livro What in the World Are Your Kids Doing Online? levanta uma importante pergunta: “Como ensinar aos filhos a necessidade de desenvolver empatia e compaixão quando o mundo eletrônico os permite trocar de amigos assim como se troca de roupa?”

Esses seis exemplos descrevem apenas alguns recursos da internet que fascinam os jovens hoje em dia. Se você é pai ou mãe, o que pode fazer para proteger seus filhos dos perigos da internet?

[Nota(s) de rodapé]

^ parágrafo 12 Muitas organizações e sites “pró-ana” alegam não promover a anorexia. Alguns deles, porém, a apresentam como um estilo de vida aceitável e não como um distúrbio. Fóruns de debate nesses sites dão informações sobre como esconder dos pais o verdadeiro peso corporal e os hábitos alimentares anormais.

[Destaque na página 4]

Na Índia, o grande aumento no número de usuários da internet — 54% em apenas um ano — deve-se principalmente aos jovens

[Destaque na página 7]

“Os pais talvez vejam a webcam como uma forma fácil e barata de o filho se comunicar com amigos e parentes. Mas, para um predador sexual, é uma janela aberta para o quarto do jovem.” — Robert S. Mueller III, Departamento Federal de Investigações (FBI)