Pular para conteúdo

A história de Noé e do grande Dilúvio — Fato ou mito?

A história de Noé e do grande Dilúvio — Fato ou mito?

A resposta da Bíblia

O Dilúvio realmente aconteceu. Deus causou o Dilúvio para destruir as pessoas más e disse para Noé construir uma arca para salvar as pessoas boas e os animais. (Gênesis 6:11-20) Podemos acreditar que o Dilúvio aconteceu porque ele está registrado na Bíblia, que “é inspirada por Deus”. — 2 Timóteo 3:16.

 Fato ou mito?

A Bíblia mostra que Noé foi uma pessoa real e que o Dilúvio realmente aconteceu, e não é uma fábula ou um mito.

  • Escritores bíblicos acreditavam que Noé tinha realmente existido. Por exemplo, os escritores bíblicos Esdras e Lucas eram historiadores que fizeram muitas pesquisas. E eles incluíram Noé na genealogia da nação de Israel. (1 Crônicas 1:4; Lucas 3:36) Os escritores dos Evangelhos Mateus e Lucas registraram as palavras de Jesus sobre Noé e o Dilúvio. — Mateus 24:37-39; Lucas 17:26, 27.

    Além disso, o profeta Ezequiel e o apóstolo Paulo citaram Noé como um exemplo de fé e justiça. (Ezequiel 14:14, 20; Hebreus 11:7) Será que esses escritores falariam para seguirmos o exemplo de alguém que nunca existiu? É claro que Noé e outros homens e mulheres de fé são exemplos para imitarmos porque eles foram pessoas reais. — Hebreus 12:1; Tiago 5:17.

  • A Bíblia dá detalhes específicos sobre o Dilúvio. O relato bíblico sobre o Dilúvio não começa com “Era uma vez”, como se fosse uma história de criança. Na verdade, a Bíblia diz o ano, o mês e o dia de vários eventos relacionados com o Dilúvio. (Gênesis 7:11; 8:4, 13, 14) Ela também fala das medidas da arca que Noé construiu. (Gênesis 6:15) Esses detalhes mostram que a Bíblia se refere ao Dilúvio como um fato, não um mito.

 Por que o Dilúvio aconteceu?

De acordo com a Bíblia, antes do Dilúvio “a maldade do homem era grande”. (Gênesis 6:5) Ela ainda diz que “a terra tinha ficado arruinada à vista do verdadeiro Deus” porque estava cheia de violência e imoralidade sexual. — Gênesis 6:11; Judas 6, 7.

A Bíblia mostra que muitos desses problemas eram causados por anjos maus que deixaram o céu para ter relações sexuais com as mulheres. Os filhos desses anjos, chamados nefilins, causavam muito dano e sofrimento para a humanidade. (Gênesis 6:1, 2, 4) Deus decidiu limpar toda a maldade da Terra e dar às pessoas boas um novo começo. — Gênesis 6:6, 7, 17.

 As pessoas sabiam que o Dilúvio ia acontecer?

Sim. Deus contou para Noé o que ia acontecer e deu instruções para que ele construísse uma arca para salvar a sua família e os animais. (Gênesis 6:13, 14; 7:1-4) Noé avisou as pessoas que ia vir uma destruição, mas elas não deram atenção aos seus avisos. (2 Pedro 2:5) A Bíblia diz: “Não fizeram caso, até que veio o dilúvio e varreu a todos eles.” — Mateus 24:37-39.

 Como era a arca de Noé?

A arca era uma grande caixa retangular de aproximadamente 133 metros de comprimento, 22 metros de largura e 13 metros de altura. * A arca era feita de madeira resinosa e era coberta com betume por dentro e por fora. Ela tinha três andares e vários compartimentos. Havia uma porta no lado da arca e, pelo visto, uma janela no topo, ao redor dela. É bem provável que o telhado fosse um pouco mais alto no meio da arca, permitindo assim que a água escoasse e não se acumulasse. — Gênesis 6:14-16.

 Quanto tempo Noé levou para construir a arca?

A Bíblia não diz quanto tempo Noé levou para construir a arca, mas parece que ele passou várias décadas fazendo isso. Noé tinha mais de 500 anos quando o seu primeiro filho nasceu, e tinha 600 anos quando o Dilúvio aconteceu. * — Gênesis 5:32; 7:6.

Quando Deus deu a ordem de construir a arca, os três filhos de Noé já eram adultos e casados. Isso pode ter sido 50 ou 60 anos depois que o primeiro filho nasceu. (Gênesis 6:14, 18) Com base nisso, parece razoável concluir que a construção da arca tenha durado 40 ou 50 anos.

^ parágrafo 21 A Bíblia dá as medidas da arca em côvados. O “côvado hebreu padrão media 17,5 polegadas (44,45 cm)”. — The Illustrated Bible Dictionary, Edição Revisada, Parte 3, página 1.635.

^ parágrafo 23 A respeito da duração da vida de pessoas como Noé, veja o artigo “As pessoas nos tempos bíblicos realmente viviam mais?” na Sentinela de 1.° de dezembro de 2010.