Pular para conteúdo

Relatório da reunião anual

“O livro de Deus — um tesouro”

Em 5 e 6 de outubro de 2013, uma assistência de 1.413.676 pessoas em 31 países assistiu à 129.ª Reunião Anual da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados de Pensilvânia. Essa reunião foi realizada no Salão de Assembleias das Testemunhas de Jeová em Jersey City, Nova Jersey, Estados Unidos, e transmitida para outros locais via internet.

Guy Pierce, membro do Corpo Governante das Testemunhas de Jeová, foi o presidente do programa. Ele criou expectativa por garantir que a reunião responderia a importantes perguntas bíblicas, tornaria mais clara a luz da verdade e proveria “alimento [espiritual] no tempo apropriado”. — Mateus 24:45; Provérbios 4:18.

“Uma exposição em honra a Jeová”.

Mark Sanderson, membro do Corpo Governante, deu detalhes sobre uma nova exposição na sede mundial das Testemunhas de Jeová em Brooklyn, Nova York, Estados Unidos. Essa exposição, intitulada “A Bíblia e o nome divino”, destaca muitas provas de que o nome de Deus deve aparecer tanto nas Escrituras Hebraicas como nas Escrituras Gregas Cristãs. Ela inclui muitas Bíblias antigas, réplicas de artefatos antigos e páginas de Bíblias da Idade Média.

Os itens notáveis incluem páginas de uma tradução bíblica do século 16 feita por William Tyndale, que foi o primeiro tradutor da Bíblia a traduzir o nome de Deus para o inglês, bem como uma página da edição de 1602 de uma tradução espanhola conhecida como Reina-Valera, que verteu todas as ocorrências do nome divino como “Iehova”. A exposição também contém várias traduções que usam o nome divino, incluindo uma versão inglesa conhecida como A Grande Bíblia (impressão de 1549), um exemplar da Bíblia em 12 idiomas de Elias Hutter (edição de 1599, também chamada de Poliglota de Nuremberg) e a Bíblia de Genebra (impressão de 1603).

O irmão Sanderson convidou todos a visitar essa exposição, dizendo: “Oramos para que . . . ela ajude pessoas sinceras de todas as idades e formações a amar duas coisas que todos nós amamos: a preciosa Palavra de Deus, a Bíblia, e seu glorioso nome, Jeová.”

Texto do ano para 2014.

Depois que Gerrit Lösch, membro do Corpo Governante, apresentou um resumo do estudo de A Sentinela, o irmão Pierce anunciou o texto do ano para 2014: “Venha o teu reino.” (Mateus 6:10) Esse texto seria apropriado em qualquer ano, mas ele é ainda mais apropriado em 2014, pois será o centenário do estabelecimento do Reino no céu.

“Um presente valioso de Jeová”.

Em seguida, foi apresentado um vídeo sobre a história da Tradução do Novo Mundo. Essa Bíblia publicada pelas Testemunhas de Jeová é considerada por alguns como uma das melhores traduções já produzidas. Quando Nathan Knorr lançou o primeiro volume dessa tradução no congresso internacional “Aumento da Teocracia” em 1950, ele deu à assistência conselhos que valem até hoje: Leiam a tradução do começo ao fim. Estudem-na. Ajudem outros a estudá-la, porque isso vai permitir que elas invoquem o nome de Jeová.

“Relembrando os velhos tempos”.

Samuel Herd, membro do Corpo Governante, apresentou uma parte que incluía uma entrevista gravada com quatro membros da família de Betel dos Estados Unidos que presenciaram os lançamentos dos seis volumes da Tradução do Novo Mundo, entre 1950 e 1960.

Eunice Timm se lembra de como era usar a Tradução do Novo Mundo nas reuniões cristãs. Ela gostava muito dos recursos de pesquisa, como as referências. Visto que era difícil carregar todos aqueles volumes para as reuniões, ela disse que levava só os que seriam usados, junto com sua Versão Rei Jaime de bolso, para o caso de serem lidos versículos que ela não estava esperando.

A nova tradução também influenciou outros aspectos de nossa adoração. Por exemplo, Fred Rusk contou que, antes de 1950, os que representavam a família de Betel em oração usavam expressões antigas da Versão Rei Jaime. No entanto, logo depois do lançamento da Tradução do Novo Mundo, eles deixaram de usar linguagem arcaica nas orações públicas e passaram a usar linguagem do dia a dia.

John Wischuk ficou impressionado não só com a qualidade da tradução, mas também com a humildade da Comissão da Tradução do Novo Mundo da Bíblia. Ele disse: “Eles queriam continuar anônimos mesmo depois que morressem, porque desejavam que toda a glória fosse dada a Jeová Deus.” Charles Molohan expressou os sentimentos dos quatro entrevistados ao dizer: “A Tradução do Novo Mundo tem nos ajudado a confirmar a verdade em nossos corações e a fortalecer nossa fé, para que possamos ajudar outros a edificar sua fé.”

“Nós os ouvimos falar em nossas línguas sobre as coisas magníficas de Deus”.

(Atos 2:11) Geoffrey Jackson, membro do Corpo Governante, proferiu o discurso em que foi lançada a revisão de 2013 da Tradução do Novo Mundo. Logo depois, os presentes, incluindo praticamente todos que assistiram via internet, receberam um exemplar da Bíblia.

O irmão Jackson disse que já se passaram mais de 60 anos desde o lançamento do primeiro volume da Tradução do Novo Mundo. De lá para cá, a língua inglesa mudou, mas o objetivo de nosso trabalho de tradução, não. Nós queremos traduzir a Palavra de Deus sem nunca distorcer o sentido.

Em 2005, o Corpo Governante passou a dar ainda mais atenção à necessidade de traduzir a Bíblia em muitos idiomas. Desde então, a quantidade de idiomas em que a Tradução do Novo Mundo é publicada aumentou de 52 para 121, e outros 45 estão a caminho. À medida que trabalhavam na Tradução do Novo Mundo em outros idiomas, os tradutores pediam esclarecimentos sobre certas palavras e expressões. Até agora, mais de 52 mil dessas perguntas foram enviadas e respondidas, e muitas delas revelaram campos em que o texto em inglês poderia ser revisado ou atualizado.

Por exemplo, o irmão Jackson explicou que edições anteriores da Tradução do Novo Mundo em inglês diziam em 1 Samuel 14:11 que Jonatã e seu escudeiro “se expuseram . . . ao posto avançado dos filisteus”. Visto que em inglês essa expressão poderia passar a ideia errada de que eles tiraram a roupa, a nova revisão diz que eles “revelaram sua presença”. De modo similar, Miqueias 2:6 antes usava a tradução literal: “Não solteis palavras. Soltam palavras.” Esse texto agora diz: “‘Parem de pregar!’, eles pregam.”

Cinco anos atrás, o Corpo Governante designou uma comissão para revisar a Tradução do Novo Mundo, e hoje podemos ver os resultados de seu trabalho. A Bíblia revisada é bonita, fácil de ler e bastante resistente. O irmão Jackson anunciou que em breve também haverá edições de letras grandes e de bolso.

‘Maneje corretamente a palavra da verdade’.

O tema do discurso de Stephen Lett, membro do Corpo Governante, se baseava em 2 Timóteo 2:15. A expressão ‘manejar corretamente’ usada nesse versículo significa literalmente “cortar reto”. Nós queremos usar “a espada do espírito” de modo correto e exato. (Efésios 6:17) Em seguida, o irmão Lett mostrou como os recursos adicionais da nova revisão da Bíblia poderão nos ajudar a fazer isso.

  1. A parte inicial, intitulada “Uma Introdução à Palavra de Deus”, contém versículos que respondem a 20 perguntas sobre ensinos bíblicos básicos.

  2. O “Apêndice A” descreve aspectos da nova revisão, como mudanças de estilo e vocabulário, e o uso do nome divino.

  3. O “Apêndice B”, composto de 15 seções coloridas, contém mapas e diagramas que serão muito úteis no estudo pessoal e para ensinar outros.

  4. No início de cada livro bíblico, o “Conteúdo do Livro” permite que o leitor encontre rapidamente o trecho desejado. Esse recurso substitui os títulos corridos que apareciam em cada página das versões anteriores.

  5. O “Glossário de Termos Bíblicos” dá breves definições de centenas de palavras usadas na Bíblia.

  6. O “Índice de Palavras Bíblicas” foi reduzido de modo significativo. Ele agora inclui apenas as palavras e os versículos que serão mais úteis na obra de pregação e ensino.

  7. A quantidade de referências cruzadas, que ficam na coluna central de cada página, também foi reduzida. Esse recurso agora inclui apenas as referências que serão mais úteis no ministério.

  8. As notas de rodapé fornecem traduções alternativas, traduções literais e informações adicionais.

Biblioteca JW.

John Ekrann, membro da Comissão de Filial dos Estados Unidos, demonstrou o novo aplicativo Biblioteca JW para aparelhos eletrônicos, como smartphones e tablets. O aplicativo dá acesso à Tradução do Novo Mundo revisada, bem como a outras cinco traduções da Bíblia. Desde 7 de outubro de 2013, ele pode ser baixado de graça nas principais lojas de aplicativos.

“Tradução da Palavra de Deus com o sentido correto”.

Anthony Morris, membro do Corpo Governante, explicou os princípios que orientaram a Comissão da Tradução do Novo Mundo da Bíblia ao preparar a nova revisão. Aplicando 1 Coríntios 14:8, 9 ao seu trabalho, a comissão queria garantir que a Bíblia revisada fosse facilmente entendida. Assim, quando traduções literais poderiam distorcer o sentido, elas foram evitadas.

Por exemplo, uma tradução literal de Gênesis 31:20 seria: “Jacó roubou o coração de Labão.” Mas a expressão idiomática hebraica usada nesse versículo não significa a mesma coisa que “roubar o coração” em inglês. Assim, a Tradução do Novo Mundo verte essa expressão da seguinte forma: “Jacó foi astuto para com Labão.” De modo similar, uma tradução literal de 1 Coríntios 7:39 daria a impressão de que uma mulher poderia se casar com outro homem quando seu marido ‘dormisse’. Mas, visto que as Escrituras às vezes usam “dormir” para se referir ao sono da morte, a Tradução do Novo Mundo ajuda a evitar confusão por usar a expressão “adormecer na morte”.

“A Bíblia foi escrita com linguagem simples, do dia a dia, usada por pessoas comuns — lavradores, pastores e pescadores”, disse o irmão Morris. “Uma boa tradução da Bíblia permite que sua mensagem seja entendida por qualquer pessoa que seja sincera.”

“‘Palavras deleitosas’ e ‘palavras corretas de verdade’”.

David Splane, membro do Corpo Governante, proferiu seu discurso com base em Eclesiastes 12:10. Os escritores bíblicos foram muito cuidadosos ao registrar os pensamentos de Deus, e a primeira Comissão da Tradução do Novo Mundo da Bíblia também havia sido muito cuidadosa em seu trabalho. A última revisão da Tradução do Novo Mundo continua a seguir este princípio: usar “palavras corretas de verdade” e traduzir a mensagem de Deus da forma mais clara possível.

“Muitas palavras em inglês têm mais de um significado”, disse o irmão Splane. Por exemplo, em 2 Timóteo 1:13, edições anteriores da Tradução do Novo Mundo em inglês usavam uma palavra que tem várias definições, incluindo “padrão ou desenho artístico”. Com base nessa definição, alguns comparavam a harmonia entre os ensinos bíblicos com um belo padrão artístico. Mas a definição mais próxima do significado da palavra no idioma original é “modelo a ser imitado”. Assim, a nova revisão usa uma palavra em inglês que combina mais com essa definição.

O irmão Splane também mencionou revisões que foram feitas para refletir mudanças que ocorreram na língua inglesa. Por exemplo, ao se referir à execução de Jesus, edições anteriores da Tradução do Novo Mundo em inglês usavam uma palavra que hoje costuma significar “atravessar o corpo com uma estaca pontiaguda e deixá-lo pendurado”. Visto que Jesus não foi executado usando esse método, a nova revisão diz que Jesus foi “pregado numa estaca”. — Mateus 27:22, 23, 31.

O irmão Splane concluiu: “Oramos para que a leitura e o estudo da Tradução do Novo Mundo revisada ajudem você a se achegar mais, ainda mais, a Jeová. E que ele sempre seja seu Pai, seu Deus e seu Amigo.”

Conclusão.

O irmão Pierce comparou a nova revisão da Bíblia ao prato principal do “banquete de pratos bem azeitados” preparado por Jeová. (Isaías 25:6) Daí, ele concluiu a reunião por convidar a assistência a cantar o cântico 114 de Cantemos a Jeová, intitulado “O livro de Deus — um tesouro”, que com certeza foi muito apropriado para a ocasião.