Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

A SENTINELA NOVEMBRO DE 2015

Você Sabia?

Você Sabia?

Por que José se barbeou antes de comparecer perante Faraó?

Antigo mural egípcio que mostra um barbeiro trabalhando

Segundo o relato de Gênesis, Faraó ordenou que José, um prisioneiro hebreu, fosse trazido rapidamente para interpretar os sonhos que o estavam perturbando. Nessa época, fazia vários anos que José estava preso. Mas, apesar da ordem urgente de Faraó, José decidiu se barbear primeiro. (Gênesis 39:20-23; 41:1, 14) O fato de o escritor mencionar esse detalhe que parece insignificante mostra que ele conhecia os costumes egípcios.

Deixar a barba crescer era costume entre muitos povos antigos, incluindo os hebreus. No entanto, “os antigos egípcios eram a única nação oriental que se opunha a usar barba”, diz a Enciclopédia de Literatura Bíblica, Teológica e Eclesiástica (em inglês) de McClintock e Strong.

Será que era apenas a barba que os egípcios raspavam? A revista Biblical Archaeology Review sugere que alguns costumes cerimoniais egípcios exigiam que os homens se preparassem para comparecer perante Faraó da mesma forma que fariam para entrar num templo. Nesse caso, José teria que raspar todo o cabelo e todo o pelo do corpo.

O relato de Atos diz que o pai de Timóteo era grego. Será que isso significa que ele nasceu na Grécia?

Não necessariamente. Nas suas cartas inspiradas, o apóstolo Paulo às vezes fazia um contraste entre judeus e gregos, ou helenos, dando a entender que os gregos representavam todos os povos não judeus. (Romanos 1:16; 10:12) Sem dúvida, um dos motivos disso era a grande influência da língua e cultura gregas nas regiões onde Paulo pregava.

Na antiguidade, quem era considerado grego? No quarto século AEC, o orador ateniense Isócrates falou com orgulho sobre a expansão da cultura grega pelo mundo. Ele comentou o resultado dessa expansão: “São chamados de gregos os que se beneficiaram da nossa educação, não os que nasceram na Grécia.” Então, embora não se possa ter certeza, é possível que o pai de Timóteo e outros a quem Paulo chamou de gregos fossem gregos por causa da cultura, não da nacionalidade. — Atos 16:1.

Saiba mais

A SENTINELA

“Escutai, por favor, este sonho”

A história da família de José ensina uma valiosa lição às famílias com enteados atualmente.

A SENTINELA

“Meu filho amado e fiel no Senhor”

O que ajudou Timóteo a deixar de ser um jovem tímido e se tornar um excelente superintendente cristão?