Por que devemos nos lembrar da morte de Jesus?

Que futuro a morte de Jesus torna possível? — Isaías 25:8; 33:24

A morte de Jesus foi o acontecimento mais importante da História — ele morreu para restaurar a vida humana ao seu padrão original. O homem não foi criado com a tendência de fazer coisas erradas nem para ficar doente ou morrer. (Gênesis 1:31) Mas o pecado entrou no mundo por meio do primeiro homem, Adão. Jesus deu sua vida para nos salvar do pecado e da morte. — Leia Mateus 20:28; Romanos 6:23.

Deus mostrou notável amor ao enviar seu Filho à Terra para morrer por nós. (1 João 4:9, 10) Jesus disse a seus seguidores que se lembrassem de sua morte por meio de uma cerimônia simples usando pão e vinho. Fazer isso todos os anos é uma maneira de demonstrar nossa gratidão pelo amor de Deus e de Jesus. — Leia Lucas 22:19, 20.

Quem deve comer o pão e tomar o vinho?

Quando Jesus disse a seus discípulos para se lembrar de sua morte, ele falou sobre um pacto, ou acordo. (Mateus 26:26-28) Esse pacto abriu a perspectiva para que eles e um número limitado de pessoas se tornassem reis e sacerdotes com Jesus no céu. Embora milhões de pessoas celebrem a morte de Jesus, apenas os que fazem parte desse pacto comem o pão e tomam o vinho. — Leia Revelação (Apocalipse) 5:10.

Por quase 2 mil anos Jeová tem escolhido os que se tornarão reis. (Lucas 12:32) Eles são poucos se comparados aos que viverão para sempre na Terra. — Leia Revelação 7:4, 9, 17.