Pular para conteúdo

Pular para sumário

Amós — colhedor ou riscador de figos?

Amós — colhedor ou riscador de figos?

 Amós — colhedor ou riscador de figos?

NO NONO século AEC, o perverso sacerdote Amazias, que adorava bezerros, ordenou a Amós que parasse de profetizar em Israel. Amós se recusou a fazer isso, dizendo: “Eu era boieiro e riscador de figos de sicômoros. E Jeová passou a tomar-me de atrás do rebanho e Jeová prosseguiu, dizendo-me: ‘Vai, profetiza ao meu povo Israel.’” (Amós 7:14, 15) De fato, foi Jeová quem o enviou como profeta; a idéia não foi de Amós. Mas a que Amós se referia quando disse que era “riscador” de figos de sicômoros?

A expressão hebraica traduzida dessa forma na Tradução do Novo Mundo aparece só essa vez na Bíblia. Em outras traduções, em vez de “riscador”, o termo é traduzido “colhedor”, “cultivador”, “cuido” ou “faço colheita” de figos de sicômoros. No entanto, a revista Economic Botany diz que uma tradução correta do termo seria “furador”, porque essa palavra indica um procedimento especial de quem cultiva figos de sicômoros.

O costume de riscar, ou furar, isto é, fazer pequenos riscos nos figos de sicômoros, é bem conhecido no Egito e em Chipre desde os tempos antigos. Esse costume não existe mais no Israel atual porque outras variedades de figo são cultivadas no país. Mas era praticado pelos israelitas nos dias de Amós, visto que os sicômoros cultivados em Israel naquela época procediam das variedades do Egito.

Pelo visto, furar os figos faz com que absorvam água e se tornem suculentos. Também aumenta a produção de gás etileno, que acelera o amadurecimento, resultando em frutos maiores e mais doces. Além disso, as vespas parasitas não estragam as frutas porque elas amadurecem rápido.

Apesar de sua formação humilde como pastor e riscador de figos, Amós não se deixou intimidar pelos inimigos. Pelo contrário, declarou com coragem a mensagem de julgamento de Jeová contra Israel. Que excelente exemplo para os servos de Deus hoje, que também precisam declarar uma mensagem impopular! — Mateus 5:11, 12; 10:22.