Pular para conteúdo

Pular para sumário

Perguntas dos Leitores

Perguntas dos Leitores

 Perguntas dos Leitores

Em que sentido o congregante encontrou apenas “um homem em mil”, mas não encontrou sequer “uma mulher entre todas estas”? — Eclesiastes 7:28.

Para compreender corretamente essas palavras inspiradas, é preciso primeiro entender como Deus encara as mulheres. A Bíblia refere-se a Rute, nora da viúva Noemi, como “mulher de bem”. (Rute 3:11) De acordo com Provérbios 31:10, uma boa esposa “é muito mais valiosa que os rubis”. (Nova Versão Internacional) O que, então, o Rei Salomão do Israel antigo quis dizer com as palavras: “Encontrei . . . um homem verdadeiro em mil, mas nunca uma mulher verdadeira”? — Moffatt.

O contexto indica que nos dias de Salomão deve ter prevalecido baixos padrões de moral entre as mulheres. (Eclesiastes 7:26) Isso pode ter sido, em grande parte, resultado da influência de mulheres estrangeiras que adoravam a Baal. Até mesmo o Rei Salomão sucumbiu à pressão de suas muitas esposas não israelitas. “Ele veio a ter setecentas esposas, princesas, e trezentas concubinas”, diz a Bíblia, e “suas esposas gradualmente lhe inclinaram o coração” para adorar deuses falsos. (1 Reis 11:1-4) O padrão de moral dos homens também não era bom — um homem justo em mil era uma raridade, quase insignificante. “Achei somente o seguinte”, concluiu Salomão, “que o verdadeiro Deus fez a humanidade reta, mas eles mesmos têm procurado muitos planos”. (Eclesiastes 7:29) Essa é uma conclusão a respeito da humanidade, do homem como raça humana, e não do homem comparado à mulher. Portanto, as palavras em Eclesiastes 7:28 devem ser entendidas como uma observação sobre a condição moral prevalecente entre as pessoas nos dias de Salomão.

No entanto, esse versículo talvez tenha outro significado. Ele também pode ser profético, pois nunca existiu uma mulher que prestasse a Jeová obediência perfeita. Mas houve um homem assim — Jesus Cristo. — Romanos 5:15-17.

[Foto na página 31]

“Um homem em mil”