Pular para conteúdo

Pular para sumário

O propósito de Deus para a Terra logo se cumprirá

O propósito de Deus para a Terra logo se cumprirá

 O propósito de Deus para a Terra logo se cumprirá

QUANDO Adão e Eva ainda estavam no Paraíso, Deus lhes deu a seguinte ordem: “Sede fecundos e tornai-vos muitos, e enchei a terra, e sujeitai-a, e tende em sujeição os peixes do mar, e as criaturas voadoras dos céus, e toda criatura vivente que se move na terra.” — Gênesis 1:28.

Sujeitar a Terra significava muito mais do que cultivar ou cuidar de apenas uma pequena parte dela. Adão, Eva e seus descendentes deveriam ampliar o Paraíso até que ele cobrisse o planeta inteiro. Mas o primeiro casal humano pecou e foi expulso do jardim do Éden. (Gênesis 3:23, 24) Isso, porém, não significa que a Terra nunca ficará sujeita ao homem.

Visto que os humanos obedientes serão abençoados por Deus, eles conseguirão sujeitar a Terra. Quando as pessoas no Israel antigo tinham as bênçãos de Deus, seus campos produziam boas colheitas e seus pomares davam frutos excelentes. As condições na Terra serão similares quando ela, aos poucos, se tornar um paraíso. A Palavra inspirada de Deus, a Bíblia, promete: “A própria terra dará certamente a sua produção; Deus, nosso Deus, nos abençoará.” (Salmo 67:6) Na realidade, os campos, as montanhas, as árvores, as flores, os rios e os mares se alegrarão. (Salmo 96:11-13; 98:7-9) Nosso planeta ficará cheio de vegetação viçosa, aves coloridas, animais magníficos e pessoas cordiais.

 Em breve um novo mundo!

Estamos agora prestes a entrar no novo mundo prometido por Jeová Deus. “Há novos céus e uma nova terra que aguardamos segundo a sua promessa”, escreveu o apóstolo Pedro, “e nestes há de morar a justiça”. (2 Pedro 3:13) Depois de ler essas palavras, algumas pessoas talvez concluam que este planeta nunca se tornará um paraíso. Talvez pensem que os céus e a Terra literais serão substituídos. Será que isso pode acontecer?

O que são os “novos céus”? Não são os céus literais criados por Deus. (Salmo 19:1, 2) Pedro tinha acabado de falar dos “céus” simbólicos — governos humanos que estão numa posição elevada ou enaltecida com relação aos seus súditos. (2 Pedro 3:10-12) Esses “céus” passarão, ou seja, serão destruídos, por terem fracassado em governar a humanidade. (Jeremias 10:23; Daniel 2:44) Os “novos céus” que os substituirão representam o Reino de Deus, composto do Rei Jesus Cristo e de seus 144 mil co-herdeiros ressuscitados para a vida celestial. — Romanos 8:16, 17; Revelação (Apocalipse) 5:9, 10; 14:1, 3.

A “nova terra” que Pedro mencionou não é um novo planeta. Jeová fez a Terra perfeita para os humanos viverem nela eternamente. (Salmo 104:5) Às vezes, a Bíblia usa a palavra “terra” para se referir a pessoas. (Gênesis 11:1) A terra que logo será destruída consiste em pessoas que fazem parte deste mundo ruim. Da mesma maneira, um mundo de pessoas ímpias foi destruído no Dilúvio dos dias de Noé. (2 Pedro 3:5-7) Então, o que é a “nova terra”? É uma nova sociedade de pessoas — os verdadeiros adoradores de Deus, que são ‘retos no coração’. (Salmo 125:4; 1 João 2:17) Todas as leis para a “nova terra” virão dos “novos céus”. Homens fiéis na Terra se certificarão de que essas instruções sejam cumpridas.

Coisas novas e maravilhosas!

Jeová certamente nos deu um lar maravilhoso quando preparou a Terra para os humanos. Ele mesmo disse que todo o seu trabalho em preparar a Terra era “muito bom”. (Gênesis 1:31) Satanás, o Diabo, fez com que Adão e Eva se rebelassem. (Gênesis 3:1-5; Revelação 12:9) No entanto, Deus logo tornará possível que os justos tenham a “verdadeira vida”. Isso significará “vida eterna” sob condições perfeitas no Paraíso. (1 Timóteo 6:12, 19) Vejamos agora algumas bênçãos que os humanos receberão naquele tempo.

Durante o Reinado Milenar de Cristo, Satanás será preso e não poderá causar aflição à humanidade. O apóstolo João disse: “Eu vi descer do céu um anjo [o arcanjo Miguel, ou Jesus Cristo] com a chave do abismo e uma grande cadeia na mão. E ele se apoderou do dragão, a serpente original, que é o Diabo e Satanás, e o amarrou por mil anos. E lançou-o no abismo, e fechou e selou este sobre ele, para que não mais desencaminhasse as nações até que tivessem terminado os mil anos.” (Revelação 20:1-3; 12:12) Além de ficar livre da influência de Satanás, enquanto ele estiver no abismo, a humanidade receberá muitas outras bênçãos sob o domínio do Reino.

A maldade, a violência e a guerra serão coisas do passado. A Bíblia promete: “Apenas mais um pouco, e o iníquo não mais existirá; e estarás certamente atento ao seu lugar, e ele não existirá. Mas os próprios mansos possuirão a terra e deveras se deleitarão na  abundância de paz. Os próprios justos possuirão a terra e residirão sobre ela para todo o sempre.” (Salmo 37:10, 11, 29) Jeová Deus ‘fará cessar as guerras até os confins da terra’. (Salmo 46:9) Que maravilhosas garantias de paz e segurança!

Haverá fartura de alimentos saudáveis e deliciosos. O salmista cantou: “Virá a haver bastante cereal na terra; no cume dos montes haverá superabundância.” (Salmo 72:16) Naquele tempo ninguém sofrerá as terríveis dores da fome.

Ninguém ficará doente. De fato, “nenhum residente dirá: ‘Estou doente.’” (Isaías 33:24; 35:5, 6) Quando esteve na Terra, Jesus Cristo curou leprosos, paralíticos e cegos. (Mateus 9:35; Marcos 1:40-42; João 5:5-9) Imagine o que ele fará no novo mundo! Pense na felicidade que haverá quando cegos, surdos, paralíticos e mudos forem curados.

Os devastadores problemas do envelhecimento serão revertidos à medida que a humanidade obediente se aproximar da perfeição. Não haverá mais necessidade de óculos, bengalas, muletas, cadeiras de roda, hospitais e remédios. Haverá muitas mudanças quando voltarmos a ter vigor juvenil. (Jó 33:25) Toda manhã, depois de uma boa noite de sono, acordaremos revigorados e prontos para começar outro dia de atividades alegres.

A ressurreição de pessoas que amamos e de outras alegrará nosso coração. (João 5:28, 29; Atos 24:15) Será muito emocionante dar boas-vindas a Abel, Noé, Abraão, Sara, Jó, Moisés, Rute, Davi, Elias, Ester e a muitos outros! Milhões de outras pessoas também serão ressuscitadas. Essas, em sua maioria, nunca aprenderam sobre Jeová, mas serão acolhidas por pessoas ansiosas para ensinar-lhes a respeito de Deus e seus propósitos, e sobre seu Filho, Jesus Cristo. À medida que os ressuscitados aprenderem sobre o Criador, o conhecimento de Jeová realmente cobrirá a Terra.

O melhor de tudo, poderemos adorar o único Deus verdadeiro para sempre. Teremos o privilégio de ‘servir a Jeová com alegria’, e trabalharemos juntos em união construindo belas casas, cultivando o solo e, por fim, sujeitando a Terra inteira. (Salmo 100:1-3; Isaías 65:21-24) Será um prazer viver para sempre num paraíso lindo, produtivo e pacífico, que honrará o santo nome de Jeová! — Salmo 145:21; João 17:3.

Um teste final para a humanidade

Durante o Reinado Milenar, Jesus aplicará os benefícios de seu sacrifício de resgate a todos os humanos obedientes. Com o tempo, todo o pecado será eliminado e a humanidade, levada à perfeição. (1 João 2:2; Revelação 21:1-4) Sem os efeitos do pecado de Adão, os humanos perfeitos estarão à altura dos padrões de Deus em sentido físico, mental, moral e espiritual. Assim, eles ‘passarão a viver’ no mais pleno sentido quando forem perfeitos e não tiverem mais pecado. (Revelação 20:5) Essas coisas e o Paraíso terrestre glorificarão a Jeová.

 Por pouco tempo depois que o Reinado Milenar de Cristo tiver terminado, Satanás, o Diabo, e seus demônios, ou anjos maus, serão soltos do abismo onde foram lançados cerca de mil anos antes. (Revelação 20:1-3) Eles terão permissão de fazer um esforço final para desviar as pessoas de Deus. Apesar de algumas delas cederem aos desejos errados, essa rebelião fracassará. Jeová executará os egoístas junto com Satanás e seus demônios. A maldade nunca mais existirá. Todas as pessoas más terão sido destruídas para sempre, e os justos receberão a vida eterna. — Revelação 20:7-10.

Você vai estar lá?

Quem ama a Jeová Deus tem a perspectiva de ser feliz para sempre. A vida eterna no Paraíso não será nem um pouco monótona. Na realidade, a vida ficará mais interessante com o passar do tempo, pois não há limite para o conhecimento de Jeová Deus. (Romanos 11:33) Você sempre terá algo novo a aprender, e bastante tempo para adquirir mais conhecimento. Por quê? Porque você viverá não apenas 70 ou 80 anos, mas para sempre. — Salmo 22:26; 90:10; Eclesiastes 3:11.

Se você amar a Deus, será sempre feliz em fazer a Sua vontade. O apóstolo João escreveu: “O amor de Deus significa o seguinte: que observemos os seus mandamentos; contudo, os seus mandamentos não são pesados.” (1 João 5:3) Então, não deixe que nada o impeça de fazer o que é justo e assim agradar a Jeová Deus. Tenha em mente a maravilhosa esperança que a Palavra de Deus, a Bíblia, lhe oferece. Esteja determinado a fazer a vontade de Jeová e nunca se desvie desse proceder. Se fizer isso, você estará presente quando Deus cumprir seu propósito para a Terra e o nosso lar terrestre tiver se tornado um eterno paraíso.

[Foto na página 4]

Com as bênçãos de Deus os campos de Israel produziam em abundância

[Foto na página 7]

Que bênçãos você espera ter no Paraíso?