Pular para conteúdo

Pular para sumário

Onde os ensinos de Cristo são praticados atualmente?

Onde os ensinos de Cristo são praticados atualmente?

 Onde os ensinos de Cristo são praticados atualmente?

JESUS CRISTO é amplamente reconhecido como um dos maiores homens que já viveu. Muitos o consideram o maior homem que já viveu. Por quase 2 mil anos, seus ensinamentos têm tido forte influência sobre a vida de muitas pessoas — “tanto pessoas simples e desconhecidas, cheias de gentileza e de bondade, como aquelas que praticaram grandes gestos filantrópicos”, escreve o autor inglês Melvyn Bragg.

Como as pessoas encaram o cristianismo?

Como as pessoas encaram o cristianismo? Ele foi descrito como “um dos maiores avanços da humanidade no campo espiritual”. David Kelso, da Universidade Caledônia de Glasgow, na Escócia, expressou seu ponto de vista da seguinte maneira: “Seus dois mil anos de história são repletos de realizações incomparáveis nos campos da arte, arquitetura, filosofia, música e ação social.”

No entanto, muitos têm uma opinião diferente sobre o assunto. Não vêem problema no cristianismo definido por um dicionário como “o conjunto das religiões cristãs, baseadas nos ensinamentos, na pessoa e na vida de Jesus Cristo”. (Dicionário Aurélio) Na realidade, eles têm aversão à conduta das instituições e organizações religiosas que dizem representar o cristianismo.

Concordando com este último conceito, o filósofo alemão Friedrich Nietzsche, do século 19, por exemplo, descreveu o cristianismo como “a eterna mancha da humanidade”. Segundo ele, o cristianismo é “a grandiosa maldição, a maior e mais profunda corrupção, . . . para o qual nenhum artifício é maldoso, desonesto, oculto, nem mesquinho demais para ser usado”. É verdade que Nietzsche tinha  conceitos extremistas, mas diversos outros observadores chegaram a conclusões parecidas. Por quê? Porque, ao longo dos séculos, a conduta dos que dizem ser cristãos não tem se caracterizado pelas qualidades de Jesus Cristo, mas por ampla “corrupção, atrocidades e blasfêmias”.

Existe Cristo no cristianismo moderno?

Por isso, não é sem sentido perguntar: “Cristo ainda tem algo a ver com o cristianismo?” “Claro que sim!”, alguns dirão imediatamente. “Afinal, ele não prometeu aos seus seguidores que estaria com eles ‘até o fim do mundo’?” (Mateus 28:20, Versão Brasileira) Sim, Jesus realmente disse isso. Mas será que ele quis dizer que estaria com todos os que afirmassem ser seus seguidores, independentemente da conduta?

Lembre-se de que alguns líderes religiosos nos dias de Jesus achavam que Deus estava com eles incondicionalmente. Visto que Deus havia escolhido Israel para um objetivo especial, alguns líderes religiosos achavam que Deus jamais os abandonaria, não importa o que fizessem. (Miquéias 3:11) Mas com o tempo eles foram longe demais no que diz respeito a rejeitar as leis e os padrões divinos. Em resultado disso, Jesus lhes disse com toda franqueza: “Eis que a vossa casa vos fica abandonada.” (Mateus 23:38) Um inteiro sistema religioso perdeu o favor de Deus. Ele o rejeitou e permitiu que os exércitos romanos destruíssem sua capital, Jerusalém, e seu templo, em 70 EC.

Será que algo parecido poderia acontecer ao cristianismo? Vejamos que condições Jesus estabeleceu para cumprir a promessa de estar com seus seguidores “até o fim do mundo”.

 [Fotos nas páginas 2, 3]

Os ensinos de Jesus Cristo têm forte influência sobre milhões de pessoas em todo o mundo