Pular para conteúdo

Pular para sumário

Beneficie-se da melhor educação que existe

Beneficie-se da melhor educação que existe

 Beneficie-se da melhor educação que existe

A BÍBLIA identifica Jeová como Criador de tudo, incluindo os humanos. (Gênesis 1:27; Revelação [Apocalipse] 4:11) Como Grandioso Instrutor, ele educou o primeiro casal, Adão e Eva, preparando-os para viverem no belo jardim do Éden. Sua intenção era continuar a educá-los e zelar por eles eternamente. (Gênesis 1:28, 29; 2:15-17; Isaías 30:20, 21) Que perspectiva maravilhosa!

Mas, infelizmente, o primeiro casal desprezou tudo isso. Sua desobediência abriu o caminho para a degradação moral e física da raça humana. (Gênesis 3:17-19; Romanos 5:12) Referindo-se às pessoas que viveram algumas gerações depois da criação do homem, a Bíblia diz: “Jeová viu que a maldade do homem era abundante na terra e que toda inclinação dos pensamentos do seu coração era só má, todo o tempo.” — Gênesis 6:5.

Já faz quase 4.500 anos que Jeová viu que as pessoas estavam constantemente inclinadas para o mal, e a situação da humanidade hoje é pior do que nunca. Muitos mentem de forma descarada, roubam ou agridem outros. Os problemas aumentam a cada dia, e a preocupação com o próximo diminui. Não é verdade que a maior parte das relações humanas está em crise, mesmo nas famílias? Mas o culpado por essas condições não é Deus, e ele tampouco deixou de se importar com os problemas atuais. Jeová sempre se interessou pelo bem-estar dos humanos, e está pronto para educar os que buscam sua orientação para uma vida feliz. Uns dois mil anos atrás, ele enviou à Terra seu Filho, Jesus Cristo, demonstrando seu interesse em educar as pessoas que desejam ter êxito na vida. Jesus deixou um modelo de educação perfeito, pois havia sido ensinado pelo Grandioso Instrutor por incontáveis eras.

O cristianismo verdadeiro é educação

Jesus Cristo fundou o cristianismo verdadeiro, um modo de vida baseado no amor, segundo o qual todos os pensamentos e ações devem harmonizar-se com a vontade de Deus, para a honra e glória de seu nome. (Mateus 22:37-39; Hebreus 10:7) A fonte dos ensinos de Jesus sobre esse modo de vida era seu Pai, Jeová. João 8:29 diz o seguinte sobre o apoio de Deus a Jesus: “Aquele que me enviou está comigo; ele não me deixou só, porque faço sempre as coisas que lhe agradam.” De fato, Jesus teve o apoio e a orientação do Pai durante todo seu ministério. Os primeiros seguidores de Jesus não enfrentaram os desafios da vida sem orientação. Jeová os educou por meio de seu Filho. Seguindo os ensinos e o exemplo de Jesus, tornaram-se pessoas melhores. O mesmo acontece com seus discípulos atuais. — Veja o quadro “A influência de Jesus e de seus ensinos”, na página 6.

Um aspecto importante do cristianismo verdadeiro é que sua educação influi na mente e no coração da pessoa, mudando seu íntimo.  (Efésios 4:23, 24) Veja, por exemplo, o que Jesus ensinou sobre a fidelidade ao cônjuge: “Ouvistes que se disse: ‘Não deves cometer adultério.’ Mas eu vos digo que todo aquele que persiste em olhar para uma mulher, a ponto de ter paixão por ela, já cometeu no coração adultério com ela.” (Mateus 5:27, 28) Com tais palavras, Jesus ensinou aos seus discípulos que o coração deve ser mantido puro, e que pensamentos e desejos errados, mesmo que não levados a efeito, podem ter conseqüências graves. Não é verdade que pensamentos maus podem resultar em atos que ofendem a Deus e prejudicam o próximo?

Assim, a Bíblia aconselha: “Cessai de ser modelados segundo este sistema de coisas, mas sede transformados por reformardes a vossa mente, a fim de provardes a vós mesmos a boa, e aceitável, e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12:2) ‘É possível transformar a mente por meio de educação?’, você talvez pergunte. Transformar a mente envolve motivá-la a seguir um rumo diferente inculcando nela os princípios e as instruções da Palavra de Deus. Consegue-se isso aceitando a educação que Deus fornece por meio de sua Palavra.

Motivados a mudar

“A palavra de Deus é viva e exerce poder.” (Hebreus 4:12) Ela continua exercendo uma influência poderosa nas pessoas, provando assim que não é um livro ultrapassado. Pode motivar a pessoa a mudar de proceder, aceitar o cristianismo verdadeiro e tornar-se alguém melhor. Os exemplos a seguir ilustram o valor da educação bíblica.

Emília, citada no artigo anterior, diz: “O esforço que fiz sozinha não foi suficiente para melhorar a situação na minha casa. Quando comecei a estudar a Bíblia com as Testemunhas de Jeová, percebi que havia esperança e passei a mudar minha atitude. Aprendi a ser mais paciente e a controlar meu temperamento. Com o tempo, meu marido também começou a estudar comigo. Não foi fácil para ele parar de beber, mas conseguiu. O nosso casamento teve assim um novo começo. Hoje somos cristãos felizes e estamos ensinando aos nossos filhos os bons princípios da Bíblia.” — Deuteronômio 6:7.

A educação oferecida pelo cristianismo verdadeiro pode livrar a pessoa de vícios e de uma vida imoral. Manoel * constatou isso. Aos 13 anos, ele fugiu de casa e começou a fumar maconha. Depois, passou a usar heroína. Praticou sexo com homens e mulheres em troca de abrigo e dinheiro. Às vezes,  Manoel subsistia assaltando pessoas, quase sempre sob o efeito de drogas. Por causa de sua conduta violenta foi preso muitas vezes. Certa vez ficou quatro anos na cadeia, onde se envolveu com o tráfico de armas. Depois de se casar, Manoel continuou pagando caro pelo seu proceder. Ele conta: “Chegamos a morar num antigo galinheiro. Ainda me lembro de minha esposa cozinhando em cima de alguns tijolos. A nossa situação era tão ruim que minha própria família aconselhava minha esposa a me deixar.”

O que mudou a vida de Manoel? Ele responde: “Um conhecido foi à nossa casa para falar sobre a Bíblia. Aceitei as visitas só para mostrar a ele que não existia um Deus que se importa com as pessoas. Eu me considerava uma prova viva disso. A paciência e polidez da Testemunha me surpreenderam, de modo que concordei em assistir às reuniões no Salão do Reino. Embora alguns ali conhecessem meus antecedentes, cumprimentaram-me amigavelmente. Fizeram-me sentir que eu era um deles. Foi um grande consolo. Fiquei motivado a abandonar o mundo das drogas para arrumar um emprego honesto. Quatro meses após iniciar meu estudo da Bíblia qualifiquei-me para participar na pregação e, quatro meses depois, fui batizado como Testemunha de Jeová.”

O que significou o cristianismo verdadeiro para Manoel e sua família? “Sem a educação bíblica, com certeza eu já estaria morto há muito tempo. O modo de vida que Jesus ensinou me devolveu minha família. Meus dois filhos não precisam passar pelo que eu passei na juventude. Orgulho-me do bom relacionamento que tenho agora com minha esposa e sou muito grato a Jeová por isso. Alguns antigos conhecidos me dão parabéns, dizendo que acham que o caminho que sigo agora é o melhor.”

 No modo de vida cristão, a pureza moral e a limpeza física andam juntas. João, que mora numa região pobre da África do Sul, passou a entender isso. Ele explica: “Nossa filha muitas vezes não se lavava por uma semana, e nenhum de nós ligava para isso.” A esposa reconhece que a casa deles tinha um aspecto horrível. Mas a educação cristã mudou as coisas. João parou de andar com uma quadrilha de ladrões de carro e passou a dar mais atenção à família. “Aprendemos que, como cristãos, devemos manter nosso corpo e roupa limpos. Gosto das palavras de 1 Pedro 1:16, que nos exorta a ser santos porque Jeová é santo. Agora procuramos também fazer com que a nossa modesta casa tenha uma boa aparência.”

Você pode encontrar a melhor educação

Os exemplos acima não são casos isolados. Em resultado da educação bíblica, milhares de pessoas aprenderam a viver melhor. Por serem honestos e trabalhadores, os empregadores os valorizam. Tornaram-se bons vizinhos e bons amigos, interessados no bem-estar de seus semelhantes. Decididos a evitar vícios e tendências carnais, cuidam melhor da saúde física, mental e emocional. Em vez de gastar dinheiro com vícios, eles o usam em benefício deles e de sua família. (1 Coríntios 6:9-11; Colossenses 3:18-23) Sem dúvida, os resultados de aplicar o que Jeová ensina na Bíblia demonstram que viver de acordo com o cristianismo verdadeiro é o melhor modo de vida, a melhor educação que existe. A respeito de quem obedece às leis de Deus, a Bíblia diz: “Tudo o que ele fizer será bem sucedido.” — Salmo 1:3.

É animador saber que o Deus Todo-Poderoso, Jeová, está disposto a nos educar. Ele mesmo diz: “Eu, Jeová, sou teu Deus, Aquele que te ensina a tirar proveito, Aquele que te faz pisar no caminho em que deves andar.” (Isaías 48:17) De fato, Jeová tem mostrado o “caminho” por meio do exemplo e dos ensinos de seu Filho, Jesus Cristo. Esses ensinos causaram uma grande mudança na vida de muitos que o conheceram na Terra, e o mesmo acontece hoje com muitos outros que seguem tais ensinos. Que acha de tirar tempo para aprender mais sobre esses ensinos? As Testemunhas de Jeová na sua localidade terão prazer em ajudá-lo a obter essa valiosa educação.

[Nota(s) de rodapé]

^ parágrafo 12 Alguns nomes foram mudados.

[Quadro/Foto na página 6]

A influência de Jesus e de seus ensinos

Usando seu cargo de chefe de cobradores de impostos, Zaqueu havia enriquecido extorquindo dinheiro e roubando do povo. Mas ele mudou seu modo de vida, aplicando os ensinos de Jesus. — Lucas 19:1-10.

Saulo de Tarso parou de perseguir os cristãos e converteu-se ao cristianismo, tornando-se o apóstolo Paulo. — Atos 22:6-21; Filipenses 3:4-9.

Alguns cristãos em Corinto haviam sido ‘fornicadores, idólatras, adúlteros, homossexuais, ladrões, gananciosos, beberrões, injuriadores, extorsores’. Mas, ao aprenderem o cristianismo verdadeiro, foram ‘lavados, santificados e declarados justos no nome de seu Senhor Jesus Cristo’. — 1 Coríntios 6:9-11.

[Foto na página 7]

A Bíblia pode mostrar-lhe como ter êxito na vida