Pular para conteúdo

Pular para sumário

“Vítimas esquecidas” são lembradas

“Vítimas esquecidas” são lembradas

 Os Proclamadores do Reino Relatam

“Vítimas esquecidas” são lembradas

NO COMEÇO de 2001, Haykaz, uma Testemunha de Jeová de 15 anos de idade, visitou em Berna, na Suíça, a exposição “Vítimas Esquecidas”, que retrata a perseguição nazista contra as Testemunhas de Jeová. Ao fim da visita, Haykaz disse: “Eu sabia do tratamento e do sofrimento desumanos que as Testemunhas de Jeová tiveram sob o regime nazista, mas esta foi a primeira vez que vi documentos e fotografias autênticos daquela época. Os painéis, os depoimentos de testemunhas oculares e os comentários de historiadores na exposição impressionaram muito minha mente e meu coração.”

Algum tempo depois, quando se pediu que Haykaz fizesse um trabalho para a sua classe no curso secundário, ele escolheu o tema “As Testemunhas de Jeová — as Vítimas Esquecidas do Nazismo”. Seu professor aprovou o tema, mas disse que Haykaz deveria incluir publicações seculares como fonte de informações. Haykaz concordou de bom grado. “Li e fiz um resumo de alguns livros sobre as Testemunhas de Jeová durante a era nazista. Escrevi também o que achei a respeito da exposição ‘Vítimas Esquecidas’. O trabalho de 43 páginas incluía também ilustrações e fotografias.”

Em novembro de 2002, Haykaz apresentou o seu trabalho a colegas de escola, professores, familiares e amigos. Depois houve uma sessão de perguntas e respostas, que lhe deu oportunidade de explicar suas crenças baseadas na Bíblia. Quando uma moça na assistência perguntou por que ele escolhera esse assunto, Haykaz explicou que muitos livros de História nem sequer mencionam as Testemunhas de Jeová e que ele queria tornar conhecido como elas haviam defendido corajosamente a sua fé cristã. Qual foi o resultado da apresentação?

“Meus colegas de escola ficaram surpresos”, disse Haykaz. “Nunca ouviram falar que as Testemunhas de Jeová, como grupo, tinham sido cruelmente perseguidas. Também, muitos nem sabiam que elas haviam recebido uma identificação especial — um triângulo roxo — quando estiveram nos campos de concentração.”

Após a apresentação, Haykaz teve muitas oportunidades de conversar com colegas de escola sobre a posição das Testemunhas de Jeová, baseada na Bíblia, sobre transfusões de sangue, bebidas alcoólicas e moral. “Nenhum dos meus colegas de escola debochou ou zombou de mim”, comentou Haykaz. Além disso, o meu trabalho foi colocado na biblioteca da escola. Isso contribuirá para que a atitude corajosa das Testemunhas de Jeová não seja esquecida.