Pular para conteúdo

Pular para sumário

Servido à mesa do capitão

Servido à mesa do capitão

 Servido à mesa do capitão

PESSOAS interessantes, comida boa e conversa agradável tornam prazerosa a refeição à mesa do capitão dum navio. Mas a conversa à mesa do Capitão Robert G. Smith, da companhia White Star Line, forneceu esclarecimento sobre um banquete espiritual. — Isaías 25:6.

Em 1894, à idade de 24 anos, Robert assumiu o comando do navio a vela Kinclune of Dundee para fazer a sua primeira viagem ao redor do mundo. Mais tarde, ele comandou navios da linha White Star, tais como o Cedric, o Cevic e o Runic. * Cruzando o Atlântico de Nova York para Liverpool, na Inglaterra, num desses navios, Robert convidou Charles Taze Russell à sua mesa. A conversa com Russell despertou o interesse de Robert pela mensagem da Bíblia e, ansioso de aprender mais, ele aceitou de Russell exemplares de Studies in the Scriptures (Estudos das Escrituras).

Russell manteve contato com Robert por meio de cartas, e isso resultou em aumentar o interesse deste na mensagem da Bíblia. Robert compartilhou seu recém-obtido conhecimento com a esposa. Não demorou muito até que ambos se tornaram ativos Estudantes da Bíblia, como as Testemunhas de Jeová eram então conhecidas. Robert teve mais tarde o privilégio de proferir discursos bíblicos. Por exemplo, em Brisbane, na Austrália, ele falou sobre “O Bálsamo de Gileade” e mostrou que a Palavra de Deus contém uma mensagem que é um “antídoto para todos os males terrestres”. Na Inglaterra, sua esposa e seus filhos jovens ajudaram na apresentação do “Fotodrama da Criação”, tocando as gravações dos comentários de Russell ao passo que se projetavam os diapositivos.

Robert transmitiu para os filhos a herança da verdade do Reino que havia recebido. Hoje, cinco gerações mais tarde, 18 membros da família se ocupam em compartilhar as boas novas com outros, gratos pelo que foi servido à mesa do capitão.

As Testemunhas de Jeová, por meio das suas publicações e da sua obra bíblica educativa, estão ajudando pessoas em todo o mundo a aprender a mensagem bíblica que intrigava o Capitão Smith. Você também pode descobrir o que havia de tão interessante à mesa do capitão.

[Nota(s) de rodapé]

^ parágrafo 3 Um navio similar, o Titanic, foi comandado pelo Capitão E. J. Smith (sem parentesco com Robert G. Smith) na sua desastrosa viagem inaugural.

[Foto na página 8]

Robert G. Smith

[Foto na página 8]

Charles T. Russell