Pular para conteúdo

Pular para sumário

Fortaleça as suas mãos

Fortaleça as suas mãos

 Fortaleça as suas mãos

NA BÍBLIA, a mão é mencionada mais de 1.800 vezes. Expressões idiomáticas envolvendo a mão são usadas de diversas maneiras. Por exemplo, a mão limpa indica inocência. (2 Samuel 22:21; Salmo 24:3, 4) Abrir a mão significa ser generoso para com outros. (Deuteronômio 15:11; Salmo 145:16) Diz-se que aquele que arrisca a vida põe a alma na mão. (1 Samuel 19:5) Abaixar as mãos significa ficar desanimado. (2 Crônicas 15:7) E fortalecer a mão é receber força e poder para agir. — 1 Samuel 23:16.

Há atualmente uma necessidade premente de fortalecermos as mãos. Vivemos em “tempos críticos, difíceis de manejar”. (2 Timóteo 3:1) Quando ficamos desanimados, a tendência humana é desistir, abaixar as mãos. É comum ver adolescentes desistir da escola, maridos deixar a família e mães abandonar os filhos. Nós, como cristãos, temos de fortalecer as mãos para suportar as provações com que nos confrontamos no serviço que prestamos a Deus. (Mateus 24:13) Agindo assim, alegramos o coração de Jeová. — Provérbios 27:11.

Como fortalecer as mãos

Os judeus nos dias de Esdras tinham de fortalecer as mãos para completar a reconstrução do templo de Jeová em Jerusalém. Como se fortaleceram as suas mãos? O relato diz: “Continuaram a celebrar com alegria a festividade dos pães não fermentados por sete dias; pois Jeová os fizera alegrar-se e tinha voltado o coração do rei da Assíria para eles, a fim de fortalecer as suas mãos na obra da casa do verdadeiro Deus, o Deus de Israel.” (Esdras 6:22) É evidente que foi pela sua força ativa que Jeová motivou o “rei da Assíria” a permitir que o povo de Deus voltasse, e Ele animou o povo a terminar a obra que havia começado.

Mais tarde, quando as muralhas de Jerusalém precisavam ser reconstruídas, Neemias fortaleceu as mãos dos seus irmãos para essa tarefa. Lemos: “Prossegui, contando-lhes a respeito da mão de meu Deus, como fora boa sobre mim, e também a respeito das palavras do rei, as quais ele me dissera. Então disseram: ‘Levantemo-nos, e temos de construir.’ Fortaleceram assim as suas mãos para a boa obra.” Com as mãos fortalecidas, Neemias e seus companheiros judeus puderam reconstruir as muralhas de Jerusalém no notável tempo de 52 dias! — Neemias 2:18; 6:9, 15.

De modo similar, Jeová nos fortalece as mãos para pregarmos as boas novas do Reino. (Mateus 24:14) Faz isso por ‘nos equipar com toda coisa boa para fazermos a sua vontade’. (Hebreus 13:21) Ele nos tem dado instrumentos da mais alta qualidade. Temos a Bíblia, bem como livros, revistas, brochuras, tratados, fitas cassete e de vídeo, baseados na Bíblia, que usamos para contatar pessoas em todo o mundo. Na realidade, nossas publicações estão disponíveis em cerca  de 380 línguas. Além disso, por meio de reuniões congregacionais, assembléias e congressos Jeová fornece educação e treinamento teocráticos para usarmos este excelente equipamento na realização de nosso ministério.

Embora Jeová nos fortaleça as mãos de tantas maneiras, ele espera também que nós nos esforcemos. Lembre-se do que o profeta Eliseu disse ao Rei Jeoás, que se dirigiu a ele para obter ajuda na luta contra invasores sírios. Eliseu mandou o rei pegar algumas flechas e bater com elas a terra. O relato bíblico diz: “Ele golpeou, pois, três vezes e parou. E o homem do verdadeiro Deus ficou indignado com ele; por isso disse: ‘Era para golpear cinco ou seis vezes! Neste caso terias certamente golpeado a Síria até acabar, mas agora é três vezes que golpearás a Síria.’ ” (2 Reis 13:18, 19) Por não se esforçar zelosamente, Jeoás não teve pleno êxito na luta contra os sírios.

O mesmo princípio se aplica a nós se quisermos realizar o que Jeová nos comissionou a fazer. Em vez de nos preocuparmos com os obstáculos no nosso caminho ou com quão difícil possa ser a tarefa, devemos esforçar-nos zelosamente e de todo o coração. Temos de fortalecer as mãos e recorrer a Jeová em busca de ajuda. — Isaías 35:3, 4.

Jeová nos fortalecerá as mãos

Jeová não deixará de nos ajudar e de nos fortalecer as mãos para cumprir a sua vontade. Naturalmente, Deus não fará um milagre, nem realizará tudo para nós. Ele espera que façamos a nossa parte — ler diariamente a Bíblia, preparar-nos para as reuniões e assistir a elas, participar no ministério o máximo que pudermos e orar constantemente a ele. Se fizermos a nossa parte de modo fiel e diligente enquanto tivermos oportunidade para isso, Jeová nos dará a força para fazer o que ele espera que façamos. — Filipenses 4:13.

Considere o caso de um cristão que perdeu a esposa e a mãe na morte em um só ano. Sua dor ainda era recente quando sua nora abandonou o filho dele, bem como o modo de vida cristão. “Aprendi que não podemos escolher as nossas provas, nem quando vão acontecer, nem com que freqüência vão acontecer”, disse esse irmão. Onde ele encontra a força para prosseguir? “A oração e o estudo pessoal foram o colete salva-vidas que manteve a minha cabeça fora da água. E o apoio de meus irmãos e minhas irmãs espirituais me tem dado muito consolo. Acima de tudo, reconheço agora a importância de desenvolver um bom relacionamento pessoal com Jeová antes de surgirem situações difíceis.”

Qualquer que seja sua experiência na vida, esteja decidido a depositar plena confiança em Jeová e a fazer bom uso de todas as provisões feitas por ele para fortalecer-lhe as mãos. Assim poderá prestar a Jeová um serviço da mais alta qualidade e honrar o Seu nome precioso. — Hebreus 13:15.

[Foto na página 31]

Por não se esforçar zelosamente, Jeoás não teve pleno êxito na luta contra os sírios