Pular para conteúdo

Pular para sumário

Todos os verdadeiros cristãos são evangelizadores

Todos os verdadeiros cristãos são evangelizadores

 Todos os verdadeiros cristãos são evangelizadores

“Cantai a Jeová, bendizei o seu nome. Contai de dia em dia as boas novas da salvação por ele.” — SALMO 96:2.

1. Que boas novas as pessoas precisam ouvir, e como foram as Testemunhas de Jeová exemplares em divulgar essas novas?

NUM mundo em que ocorrem catástrofes cada dia, é deveras consolador saber que, conforme a Bíblia proclama, a guerra, os crimes, a fome e a opressão acabarão dentro em breve. (Salmo 46:9; 72:3, 7, 8, 12, 16) Ora, não são estas boas novas que todos precisam ouvir? As Testemunhas de Jeová acham que sim. São conhecidas em toda a parte como pessoas que pregam “boas novas de algo melhor”. (Isaías 52:7) É verdade que muitas Testemunhas sofreram perseguição por causa da sua determinação de falar das boas novas. Mas estão interessadas no que realmente é melhor para as pessoas. E que histórico de zelo e de perseverança as Testemunhas estabeleceram!

2. Qual é um dos motivos do zelo das Testemunhas de Jeová?

2 O zelo das Testemunhas de Jeová hoje em dia é igual ao dos cristãos do primeiro século. A respeito deles o jornal católico-romano L’Osservatore Romano disse corretamente: “Os primeiros cristãos, assim que batizados, achavam ser seu dever divulgar o Evangelho. Escravos transmitiam o Evangelho de boca em boca.” Por que as Testemunhas de Jeová são tão zelosas como eram aqueles primeiros cristãos? Em primeiro lugar, porque as boas novas que publicam são do próprio Jeová Deus. Poderia haver um motivo melhor para ter zelo? Sua pregação é uma reação às palavras do salmista: “Cantai a Jeová, bendizei o seu nome. Contai de dia em dia as boas novas da salvação por ele.” — Salmo 96:2.

3. (a) Qual é o segundo motivo do zelo das Testemunhas de Jeová? (b) O que está envolvido na “salvação por [Deus]”?

3 As palavras do salmista nos lembram um segundo motivo do zelo das Testemunhas de Jeová. Sua mensagem é de salvação. Algumas pessoas trabalham nos campos da medicina, da assistência social, da economia e outros, para melhorar a situação do próximo, e esses esforços são elogiáveis. Mas, tudo o que um humano pode fazer para outro é muito limitado em comparação com a “salvação por [Deus]”. Jeová, por meio de Jesus Cristo, salvará do pecado, da doença e da morte os que são mansos. Os beneficiados assim viverão para sempre! (João 3:16, 36; Revelação [Apocalipse] 21:3, 4) Hoje em dia, a salvação é uma das “obras maravilhosas” que os cristãos relatam quando acatam as palavras: “Declarai entre as nações a sua glória, entre todos os povos as suas obras maravilhosas. Pois Jeová é grande e para ser louvado muito. Ele é atemorizante acima de todos os outros deuses.” — Salmo 96:3, 4.

O exemplo do Mestre

4-6. (a) Qual é o terceiro motivo de as Testemunhas de Jeová serem zelosas? (b) Como Jesus demonstrou zelo pela pregação das boas novas?

4 As Testemunhas de Jeová são zelosas por um terceiro motivo. Seguem o exemplo de Jesus Cristo. (1 Pedro 2:21) Este homem perfeito aceitou de todo o coração a designação de “anunciar boas novas aos mansos”. (Isaías  61:1; Lucas 4:17-21) Tornou-se assim evangelizador, proclamador de boas novas. Percorreu toda a Galiléia e Judéia, “pregando as boas novas do reino”. (Mateus 4:23) E por saber que muitos aceitariam essas boas novas, ele disse aos seus discípulos: “A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Por isso, rogai ao Senhor da colheita que mande trabalhadores para a sua colheita.” — Mateus 9:37, 38.

5 Em harmonia com a sua oração, Jesus treinou outros para serem evangelizadores. Com o tempo, ele enviou seus apóstolos sozinhos e disse-lhes: “Ao irdes, pregai, dizendo: ‘O reino dos céus se tem aproximado.’ ” Teria sido mais prático eles organizarem programas para remediar os males sociais da época? Ou deveriam ter-se envolvido na política, para combater a flagrante corrupção daquele tempo? Não. Em vez disso, Jesus estabeleceu a norma para todos os evangelizadores cristãos ao dizer aos seus seguidores: “Ao irdes, pregai.” — Mateus 10:5-7.

6 Mais tarde, Jesus enviou outro grupo de discípulos para anunciar: “O reino de Deus se tem chegado.” Quando eles voltaram para relatar o êxito da sua viagem evangelizadora, Jesus ficou muito alegre. Ele orou: “Eu te louvo publicamente, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste cuidadosamente estas coisas dos sábios e dos intelectuais, e as revelaste aos pequeninos.” (Lucas 10:1, 8, 9, 21) Os discípulos de Jesus, que antes trabalhavam arduamente como pescadores, agricultores e assim por diante, eram como pequeninos em comparação com os altamente instruídos líderes religiosos da nação. Mas os discípulos foram treinados para proclamar as melhores boas novas.

7. Depois da ascensão de Jesus ao céu, a quem seus seguidores pregaram primeiro as boas novas?

7 Depois da ascensão de Jesus ao céu, seus seguidores continuaram a pregar as boas novas de salvação. (Atos 2:21, 38-40) A quem pregaram primeiro? Foram às nações que não conheciam a Deus? Não, seu campo inicial foi Israel, um povo que conhecia a Jeová havia mais de 1.500 anos. Tinham eles o direito de pregar numa terra em que Jeová já era adorado? Tinham. Jesus lhes dissera: “Sereis testemunhas de mim tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até à parte mais distante da terra.” (Atos 1:8) Israel precisava ouvir  as boas novas tanto quanto qualquer outra nação.

8. Como as Testemunhas de Jeová hoje imitam os seguidores de Jesus no primeiro século?

8 De modo similar, as Testemunhas de Jeová, hoje em dia, pregam em toda a Terra. Cooperam com o anjo visto por João, que “tinha boas novas eternas para declarar, como boas notícias aos que moram na terra, e a toda nação, e tribo, e língua, e povo”. (Revelação 14:6) No ano 2001, estavam ativas em 235 países e territórios, inclusive em alguns considerados cristãos. É errado que as Testemunhas de Jeová preguem em lugares onde a cristandade já estabeleceu suas igrejas? Alguns dizem que sim, e até mesmo podem achar que esta evangelização é equivalente a “roubar ovelhas”. No entanto, as Testemunhas de Jeová se lembram dos sentimentos de Jesus para com os judeus humildes dos seus dias. Embora já tivessem um sacerdócio, Jesus não hesitou em falar-lhes das boas novas. Ele ‘sentia compaixão deles, porque andavam esfolados e empurrados dum lado para outro como ovelhas sem pastor’. (Mateus 9:36) Quando as Testemunhas de Jeová encontram pessoas humildes que não sabem nada sobre Jeová e seu Reino, será que deveriam deixar de transmitir a essas pessoas as boas novas só porque alguma religião afirma ter autoridade sobre elas? Seguindo o exemplo dos apóstolos de Jesus, dizemos que não. As boas novas têm de ser pregadas “em todas as nações”, sem exceção. — Marcos 13:10.

Todos os primeiros cristãos evangelizavam

9. No primeiro século, quem da congregação cristã participava na pregação?

9 No primeiro século, quem participava na pregação? Os fatos mostram que todos os cristãos eram evangelizadores. O autor W. S. Williams observa: “O consenso é que todos os cristãos na Igreja primitiva . . . pregavam o evangelho.” Referente aos acontecimentos no dia de Pentecostes de 33 EC, a Bíblia diz: “Todos eles [homens e mulheres] ficaram cheios de espírito santo e principiaram a falar em línguas diferentes, assim como o espírito lhes concedia fazer pronunciação.” Os evangelizadores passaram a incluir homens e mulheres, jovens e idosos, escravos e homens livres. (Atos 1:14; 2:1, 4, 17, 18; Joel 2:28, 29; Gálatas 3:28) Quando a perseguição obrigou muitos cristãos a fugir de Jerusalém, ‘os que tinham sido espalhados foram pelo país declarando as boas novas da palavra’. (Atos 8:4) Todos “os que tinham sido espalhados”, não apenas uns poucos designados, evangelizavam.

10. Que comissão dupla se cumpriu antes da destruição do sistema judaico?

10 Isto mostrou ser assim em todos aqueles primeiros anos. Jesus profetizou: “Estas boas novas do reino serão pregadas em toda a terra habitada, em testemunho a todas as nações; e então virá o fim.” (Mateus 24:14) Em cumprimento destas palavras no primeiro século, as  boas novas foram pregadas amplamente antes de os exércitos romanos destruírem o sistema religioso e político dos judeus. (Colossenses 1:23) Além disso, todos os seguidores de Jesus obedeceram à ordem dele: “Ide, portanto, e fazei discípulos de pessoas de todas as nações, batizando-as em o nome do Pai, e do Filho, e do espírito santo, ensinando-as a observar todas as coisas que vos ordenei.” (Mateus 28:19, 20) Os primeiros cristãos não exortavam os mansos a crer em Jesus, abandonando-os depois para que encontrassem seu próprio caminho, como fazem alguns dos pregadores de hoje em dia. Antes, ensinavam-lhes a se tornarem discípulos de Jesus, organizavam-nos em congregações e treinavam-nos para que, por sua vez, pudessem pregar as boas novas e fazer discípulos. (Atos 14:21-23) As Testemunhas de Jeová seguem hoje este modelo.

11. Quem participa hoje em anunciar as melhores boas novas para a humanidade?

11 Várias Testemunhas de Jeová, seguindo o exemplo dado no primeiro século por Paulo, Barnabé e outros, têm ido como missionários a países estrangeiros. Seu serviço tem sido realmente benéfico, visto que não se envolvem na política, nem de outras maneiras se desviam da comissão de pregar as boas novas. Simplesmente obedecem à ordem de Jesus: “Ao irdes, pregai.” No entanto, a maioria das Testemunhas de Jeová não são missionários em países estrangeiros. Muitos ganham seu sustento por meio de trabalho secular, e outros ainda freqüentam a escola. Alguns criam filhos. Mas todas as Testemunhas transmitem a outros as boas novas que aprenderam. Jovens e idosos, homens e mulheres, acatam alegremente a exortação bíblica: “Prega a palavra, ocupa-te nisso urgentemente, em época favorável, em época dificultosa.” (2 Timóteo 4:2) Iguais aos seus precursores no primeiro século, continuam “sem cessar a ensinar e a declarar as boas novas a respeito do Cristo, Jesus”. (Atos 5:42) Anunciam as melhores boas novas para a humanidade.

Proselitismo ou evangelização?

12. O que é proselitismo e como passou a ser encarado?

12 Na língua grega há a palavra pro·sé·ly·tos, que significa “convertido”. É desta palavra que deriva a portuguesa “proselitismo”, que significa basicamente a atividade de converter pessoas. Hoje em dia, alguns dizem que o proselitismo é prejudicial. Um documento publicado pelo Conselho Mundial de Igrejas até fala do “pecado do proselitismo”. Por quê? O Catholic World Report declara: “Diante das persistentes queixas da Igreja Ortodoxa, o ‘proselitismo’ assumiu a conotação de conversão forçada.”

13. Quais são alguns exemplos de proselitismo prejudicial?

13 É o proselitismo prejudicial? Às vezes, sim. Jesus disse que o proselitismo dos escribas e dos fariseus era prejudicial para as pessoas que eles convertiam. (Mateus 23:15) A “conversão forçada” certamente é errada. Segundo o historiador Josefo, por exemplo, quando o macabeu João Hircano subjugou os idumeus, ele “permitiu que permanecessem no seu país desde que fossem circuncidados e estivessem dispostos a observar as leis dos judeus”. Se os idumeus quisessem viver sob o domínio  judeu, teriam de praticar a religião judaica. Historiadores nos dizem que, no oitavo século EC, Carlos Magno conquistou os saxões pagãos do norte da Europa e obrigou-os brutalmente a se converterem. * No entanto, quão sinceras eram as conversões dos saxões ou dos idumeus? Por exemplo, quão genuíno era o apego do rei idumeu, Herodes — que tramou o assassinato do menino Jesus — à divinamente inspirada Lei de Moisés? — Mateus 2:1-18.

14. Como alguns missionários da cristandade exercem pressão sobre pessoas para convertê-las?

14 Existem hoje conversões forçadas? Em certo sentido, sim. Relata-se que alguns missionários da cristandade oferecem a conversos em potencial bolsas de estudo em outros países. Ou podem obrigar um refugiado faminto a assistir a um sermão para conseguir uma ração de comida. Segundo uma declaração feita em 1992 por uma convenção de primazes ortodoxos, “há às vezes proselitismo por meio de incentivos materiais e outras vezes por várias formas de violência”.

15. Praticam as Testemunhas de Jeová o proselitismo no sentido moderno da palavra? Queira explicar isso.

15 Pressionar pessoas para que mudem de religião é errado. As Testemunhas de Jeová certamente não agem assim. * Por isso não fazem proselitismo no sentido moderno da palavra. Antes, assim como os cristãos do primeiro século, pregam as boas novas a todos. Quem as aceita de bom grado é convidado a obter mais conhecimento por meio de um estudo da Bíblia. Esses interessados aprendem a depositar fé em Deus e nos propósitos dele, com base sólida no conhecimento exato da Bíblia. Em resultado disso, invocam o nome de Deus, Jeová, para obter salvação. (Romanos 10:13, 14, 17) Aceitarem ou não as boas novas é uma questão de escolha pessoal. Não há nenhuma coação. Se houvesse, a conversão não teria valor. Para ser aceitável a Deus, a adoração tem de originar-se no coração. — Deuteronômio 6:4, 5; 10:12.

Evangelização nos tempos modernos

16. De que modo aumentou a evangelização feita pelas Testemunhas de Jeová nos tempos modernos?

16 Nos tempos modernos, as Testemunhas de Jeová têm pregado as boas novas do Reino num cumprimento maior de Mateus 24:14. Um instrumento de destaque na sua evangelização tem sido a revista A Sentinela. * Em 1879, quando se publicaram os primeiros números de A Sentinela em inglês, a revista tinha uma tiragem de cerca de 6.000 exemplares. No ano 2001, mais de 122 anos depois, a tiragem atingiu 23.042.000 exemplares em 141 línguas. Este aumento foi acompanhado pelo crescimento da atividade de evangelização das Testemunhas de Jeová. Compare os poucos milhares de horas gastas por ano na evangelização no século 19 com 1.169.082.225 horas  dedicadas à pregação no ano 2001. Considere os 4.921.702 estudos bíblicos gratuitos dirigidos em média cada mês. Que enorme e excelente trabalho foi feito! E foi realizado por 6.117.666 pregadores ativos do Reino.

17. (a) Que tipo de deuses falsos são adorados hoje em dia? (b) O que precisam todos saber, não importa qual a sua língua, nacionalidade ou condição social?

17 O salmista disse: “Todos os deuses dos povos são deuses que nada valem; mas, quanto a Jeová, ele fez os próprios céus.” (Salmo 96:5) No atual mundo secularizado, o nacionalismo, os emblemas nacionais, pessoas famosas, coisas materiais e até a própria riqueza se transformaram em objetos de adoração. (Mateus 6:24; Efésios 5:5; Colossenses 3:5) Mohandas K. Gandhi disse certa vez: “Eu tenho a convicção de que . . . a Europa é hoje apenas nominalmente cristã. Ela na realidade adora Mamom [as riquezas].” Deveras, as boas novas precisam ser ouvidas em todos os lugares. Todos, não importa de que língua, nacionalidade ou condição social, precisam conhecer a Jeová e os propósitos dele. Gostaríamos de que todos acatassem as palavras do salmista: “Atribuí a Jeová, ó famílias dos povos, atribuí a Jeová glória e força. Atribuí a Jeová a glória pertencente ao seu nome”! (Salmo 96:7, 8) As Testemunhas de Jeová ajudam outros a aprender sobre Jeová, a fim de que possam atribuir-lhe a devida glória. E pessoas receptivas são muito beneficiadas. Quais são os benefícios que usufruem? Consideraremos isso no próximo artigo.

[Nota(s) de rodapé]

^ parágrafo 13 Segundo The Catholic Encyclopedia (Enciclopédia Católica), durante a Reforma, a imposição à força duma religião a um povo era expressa pelo moto: Cuius regio, illius et religio. (Em essência isso significa: “Quem governa o país também decide a sua religião.”)

^ parágrafo 15 Numa reunião da Comissão Internacional de Liberdade Religiosa dos Estados Unidos, em 16 de novembro de 2000, um participante fez a distinção entre os que procuram obrigar as pessoas a se converter e a atividade das Testemunhas de Jeová. Comentou-se que, quando as Testemunhas de Jeová pregam a outros, fazem-no dum modo que a pessoa pode simplesmente dizer “não estou interessado” e fechar a porta.

^ parágrafo 16 O nome completo da revista em português é A Sentinela Anunciando o Reino de Jeová.

Pode explicar?

• Por que são as Testemunhas de Jeová evangelizadores zelosos?

• Por que as Testemunhas de Jeová pregam até mesmo onde a cristandade já estabeleceu igrejas?

• Por que as Testemunhas de Jeová não fazem proselitismo no sentido moderno da palavra?

• Como a evangelização feita pelas Testemunhas de Jeová tem aumentado nos tempos modernos?

[Perguntas de Estudo]

[Foto na página 9]

Jesus foi um evangelizador zeloso e treinou outros a fazer o mesmo serviço

[Foto na página 10]

Todos os membros da congregação do primeiro século participavam na evangelização

[Foto na página 11]

É errado obrigar alguém a mudar de religião