Pular para conteúdo

Pular para sumário

O verdadeiro cristianismo prevalece!

O verdadeiro cristianismo prevalece!

 O verdadeiro cristianismo prevalece!

“A palavra de Jeová crescia e prevalecia assim de modo poderoso.” — ATOS 19:20.

1. Descreva o crescimento do cristianismo no primeiro século.

INCENTIVADOS pelo poder do espírito santo, os primeiros cristãos proclamavam a palavra de Deus com um zelo irreprimível. Certo historiador escreveu: “O cristianismo se difundiu com notável rapidez no mundo romano. Já no ano 100 provavelmente toda província que confinava com o Mediterrâneo tinha uma comunidade cristã.”

2. Como tentou Satanás combater as boas novas e como fora isso predito?

2 Satanás, o Diabo, não conseguiu calar os primeiros cristãos. Em vez disso, combateu o impacto das boas novas de outro modo — com apostasia. Jesus havia predito isso na sua parábola do trigo e do joio. (Mateus 13:24-30, 36-43) Também o apóstolo Pedro havia advertido que surgiriam na congregação instrutores falsos, introduzindo seitas destrutivas. (2 Pedro 2:1-3) De modo similar, o apóstolo Paulo havia advertido especificamente que a apostasia precederia ao dia de Jeová. — 2 Tessalonicenses 2:1-3.

3. O que aconteceu depois da morte dos apóstolos?

3 Após a morte dos apóstolos, as boas novas passaram a ser ofuscadas por ensinos e filosofias pagãos. Conforme predito, instrutores falsos distorciam e adulteravam a mensagem pura da verdade. Aos poucos, o verdadeiro cristianismo foi eclipsado pela impostora cristandade. Surgiu uma classe clerical que procurava manter a Bíblia fora do alcance do povo comum. Embora aumentasse o número dos pretensos cristãos, sua adoração não era pura. A cristandade aumentou geograficamente, tornando-se uma instituição poderosa e uma força dominante na cultura ocidental, mas não tinha nem a bênção, nem o espírito de Deus.

4. Por que fracassou a trama de Satanás, de frustrar o propósito de Deus?

4 Todavia, a trama de Satanás, de frustrar o propósito de Jeová, estava destinada a fracassar. Mesmo durante os dias mais tenebrosos da apostasia, o verdadeiro cristianismo ainda estava vivo entre alguns. Homens que copiavam a Bíblia esforçavam-se a fazer isso com exatidão. De modo que a própria Bíblia ficou intacta, embora sua mensagem fosse pervertida por muitos dos que professavam ter autoridade  para ensiná-la. No decorrer dos séculos, eruditos tais como Jerônimo e Tyndale destemidamente traduziram e distribuíram a Palavra de Deus. Milhões de pessoas tiveram contato com a Bíblia e com uma forma falsificada de cristianismo.

5. O que predisse o profeta Daniel a respeito do “verdadeiro conhecimento”?

5 Por fim, conforme predito no livro de Daniel, ‘o verdadeiro conhecimento se tornou abundante’. Isto tem acontecido no “tempo do fim”, na época em que vivemos agora. (Daniel 12:4) O espírito santo, no mundo inteiro, tem levado os que amam a verdade a ter um conhecimento exato do verdadeiro Deus e do seu propósito. Mesmo depois de séculos de ensino apóstata, a palavra de Deus prevalece! Hoje em dia, as boas novas estão sendo proclamadas em toda a parte, indicando às pessoas a esperança de um deleitoso novo mundo. (Salmo 37:11) Examinemos agora este crescimento atual da palavra de Deus.

O atual crescimento da palavra

6. Que verdades entendiam os Estudantes da Bíblia em 1914?

6 Na última parte do século 19, a verdade bíblica mobilizou um pequeno grupo de Estudantes da Bíblia, hoje conhecidos como Testemunhas de Jeová. Em 1914, a Bíblia já era um livro vivo para eles. Eles entendiam verdades maravilhosas a respeito do propósito de Deus. Sentiam-se comovidos pelo amor de Jeová ao enviar seu Filho à Terra, abrindo assim o caminho para a vida eterna. Chegaram também a conhecer e a apreciar o nome e a personalidade de Deus. Além disso, davam-se conta de que “os tempos dos gentios” já haviam terminado, indicando que estava próximo o tempo para o governo do Reino de Deus trazer bênçãos à humanidade. (Lucas 21:24, Almeida) Que gloriosas boas novas! Essas verdades dinâmicas tinham de ser compartilhadas com todos, em toda a parte. Vidas estavam em jogo!

7. Como a verdade bíblica tem prevalecido nos tempos modernos?

7 Jeová abençoou este punhado de cristãos ungidos com o espírito. Atualmente, o número dos que praticam o verdadeiro cristianismo já  ultrapassa seis milhões. A palavra de Deus também se espalhou geograficamente, pois as Testemunhas de Jeová estão em 235 países. Além disso, a verdade bíblica exerceu poder, prevalecendo apesar de todos os obstáculos, religiosos e outros. Esta pregação global aumenta a prova irrefutável de que Jesus está presente no poder do Reino. — Mateus 24:3, 14.

8. O que disseram alguns sobre o crescimento das Testemunhas de Jeová?

8 Assim como os historiadores mencionaram o espantoso aumento do cristianismo no primeiro século, muitos eruditos comentaram o crescimento do povo de Jeová nos tempos modernos. Nos Estados Unidos, dois co-autores, eruditos, escreveram: “Nos últimos 75 anos, as Testemunhas de Jeová mantiveram um índice de crescimento extraordinário . . . e fizeram isso em escala global.” Um jornal do leste da África chamou as Testemunhas de “uma das religiões que mais crescem e que gozam de grande respeito no mundo, conhecida internacionalmente pela sua total aderência a ensinos bíblicos”. E um jornal católico, conservador, publicado na Europa, mencionou “o sobrepujante crescimento das Testemunhas de Jeová”. O que tem contribuído para tal crescimento?

O espírito santo opera hoje

9. (a) Qual é um dos motivos primários de a palavra de Deus prevalecer hoje em dia? (b) Como é que Jeová atrai pessoas a si?

9 Um dos motivos primários de a palavra de Deus prevalecer hoje em dia é que o espírito de Jeová opera vigorosamente, assim como fez no primeiro século. Jesus disse: “Ninguém pode vir a mim, a menos que o Pai, que me enviou, o atraia.” (João 6:44) Estas palavras sugerem que Deus atrai bondosamente os de disposição correta, tocando o coração deles. Por meio da pregação das suas Testemunhas, Jeová atrai para o seu serviço “as coisas desejáveis de todas as nações” — as pessoas mansas, como ovelhas, da Terra. — Ageu 2:6, 7.

10. Que tipos de pessoas têm aceitado a palavra de Deus?

10 O espírito santo não somente habilitou o  povo de Deus a levar a palavra de Deus às partes mais distantes da Terra; tem induzido todo tipo de pessoas a aceitar as boas novas. Deveras, os que se apegam à palavra de Deus procedem de “toda tribo, e língua, e povo, e nação”. (Revelação [Apocalipse] 5:9; 7:9, 10) Podem ser encontrados entre ricos e pobres, altamente instruídos e iletrados. Alguns aceitaram a palavra em condições de guerra e de dura perseguição, ao passo que outros o fizeram em tempos de paz e de prosperidade. Homens e mulheres, sob todo tipo de governo, em todas as culturas, desde campos de concentração até palácios, têm aceitado as boas novas.

11. Como opera o espírito santo na vida do povo de Deus, e que diferença é evidente?

11 Apesar da espantosa diversidade dos do povo de Deus, eles moram juntos em união. (Salmo 133:1-3) Isto aumenta a evidência da operação do espírito santo na vida dos que servem a Deus. Seu espírito é uma força poderosa a favor do bem, que habilita seus servos a demonstrar amor, alegria, paz, benignidade e outras qualidades atraentes. (Gálatas 5:22, 23) Atualmente, discernimos com clareza o que o profeta Malaquias predisse há muito: “Vós haveis de ver . . . a diferença entre o justo e o iníquo, entre o que serve a Deus e o que não o serviu.” — Malaquias 3:18.

A palavra de Deus prevalece por meio de trabalhadores zelosos

12. O que acham as Testemunhas de Jeová da evangelização, e que reações esperam à sua pregação?

12 As Testemunhas de Jeová não são apenas freqüentadores de igreja. Participam ativamente na evangelização. Assim como os primeiros cristãos, oferecem-se voluntariamente para fazer a vontade de Deus, procurando ajudar outros a conhecer as promessas do Reino de Jeová. São colaboradores de Jeová Deus que, em harmonia com o espírito santo dele, ajuntam outros para o serviço prestado a ele. Por fazerem isso, refletem a misericórdia e o amor de Jeová para com a humanidade descrente. E fazem isso apesar da existente apatia, zombaria e perseguição. Jesus preparou seus seguidores para as diversas reações às boas novas. Disse: “O escravo não é maior do que o seu amo. Se me perseguiram a mim, perseguirão também  a vós; se observaram a minha palavra, observarão também a vossa.” — João 15:20.

13. Que características que faltam na cristandade são abundantes entre as Testemunhas de Jeová?

13 Não podemos deixar de ficar impressionados com a similaridade entre as Testemunhas de Jeová de hoje e os que aceitaram o verdadeiro cristianismo no primeiro século. Igualmente notável é hoje o contraste entre as Testemunhas de Jeová e a cristandade. Depois de escrever sobre o zelo evangelizador dos primeiros cristãos, certo erudito lamentou: “A menos que haja uma transformação da atual vida eclesiástica, para que a tarefa da evangelização seja novamente considerada como dever de todos os cristãos batizados e apoiada por uma qualidade de vida que supere o melhor que a descrença possa oferecer, é pouco provável que progridamos muito.” As próprias características que faltam à cristandade são abundantes entre as Testemunhas de Jeová! Elas têm uma fé viva, genuína, uma fé que se baseia na verdade bíblica que as impele a compartilhá-la com todos os que quiserem escutar. — 1 Timóteo 2:3, 4.

14. Como encarava Jesus o seu ministério e que atitude mostram ter seus discípulos hoje em dia?

14 Jesus levava muito a sério seu ministério, tendo-o como preocupação primária. Ele disse a Pilatos: “Para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade.” (João 18:37) Os do povo de Deus pensam assim como Jesus. Tendo a verdade bíblica no coração, esforçam-se a achar meios de transmiti-la a quantos puderem. Alguns desses meios mostram uma notável engenhosidade.

15. Como alguns mostraram engenhosidade para pregar as boas novas?

15 Em certo país sul-americano, as Testemunhas desciam de barco por um afluente do rio Amazonas para levar a verdade às pessoas. No entanto, em 1995, quando irrompeu uma luta civil, o tráfego civil pelo rio foi proibido. Decididas a continuar a fornecer publicações bíblicas aos interessados, as Testemunhas resolveram enviar a mensagem flutuando rio abaixo. Escreveram cartas e as colocaram com exemplares de A Sentinela e Despertai! dentro de garrafas plásticas vazias. Daí jogaram as garrafas no rio. Fizeram isso por quatro anos e meio, até que o rio ficou novamente liberado para os civis. Ao longo de todo o rio, pessoas agradeceram às Testemunhas as publicações. Uma senhora, que havia sido estudante da Bíblia, abraçou-as com lágrimas nos olhos e disse: “Pensei que nunca mais as veria. Mas, quando comecei a receber as publicações em garrafas, eu sabia que não se tinham esquecido de mim!” Outros que moravam à beira do rio disseram que leram várias vezes as revistas. Muitos povoados tinham um “correio” — uma contracorrente em que objetos flutuantes se ajuntavam temporariamente. Era ali que os interessados procuravam freqüentemente alguma “correspondência” vinda do rio acima.

16. Quando nos colocamos à disposição como pode isso abrir às vezes o caminho para fazer discípulos?

16 A pregação das boas novas é dirigida e apoiada por Jeová Deus e seus poderosos anjos. (Revelação 14:6) Por simplesmente nos colocarmos à disposição, às vezes surgem oportunidades inesperadas para fazer discípulos. Em Nairóbi, no Quênia, duas cristãs empenhadas no serviço de campo acabavam de visitar as  casas que lhes tinham sido designadas. De repente dirigiu-se a elas uma jovem senhora que disse emocionada: “Estive orando para encontrar alguém como vocês.” Ela implorou para que as Testemunhas fossem imediatamente à sua casa para falar sobre a Bíblia, e no mesmo dia se iniciou com ela um estudo bíblico. Por que se dirigiu esta senhora com tanta urgência às duas cristãs? Umas duas semanas antes, seu bebê morrera. Portanto, quando ela viu um garoto com o tratado “Que Esperança Há Para Entes Queridos Falecidos?”, pediu-lhe desesperadamente que o desse a ela. Ele não quis dar, mas indicou-lhe as Testemunhas que o tinham dado a ele. Em pouco tempo, esta senhora fez bom progresso espiritual e pôde lidar melhor com a dolorosa perda de seu bebê.

O amor de Deus tem de prevalecer

17-19. Que amor mostrou Jeová pela humanidade por meio do resgate?

17 O crescimento da palavra de Deus em toda a Terra está intimamente relacionado com o sacrifício resgatador de Cristo Jesus. Assim como o resgate, a pregação é uma expressão do amor de Jeová pelas pessoas em toda a parte. O apóstolo João foi inspirado a escrever: “Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, a fim de que todo aquele que nele exercer fé não seja destruído, mas tenha vida eterna.” — João 3:16.

18 Imagine quanto amor Jeová mostrou ao prover o resgate! Por um tempo muito longo Deus havia tido um relacionamento achegado com o seu prezado e unigênito Filho, “o princípio da criação de Deus”. (Revelação 3:14) Jesus ama profundamente seu Pai, e Jeová amava seu Filho já “antes da fundação do mundo”. (João 14:31; 17:24) Jeová permitiu que este Filho amado sofresse a morte, para que humanos pudessem receber a vida eterna. Que espantosa expressão de amor pela humanidade!

19 João 3:17 declara: “Deus enviou seu Filho ao mundo, não para julgar o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por intermédio dele.” De modo que Jeová enviou seu Filho numa amorosa missão de salvação, não de julgamento ou de condenação. Isto se harmoniza com as palavras de Pedro: “[Jeová] não deseja que alguém seja destruído, mas deseja que todos alcancem o arrependimento.” — 2 Pedro 3:9.

20. Como se relaciona a salvação com a pregação das boas novas?

20 Tendo Jeová provido a grande custo para si mesmo a base legal para a salvação, ele quer que o maior número possível de pessoas se aproveite dela. O apóstolo Paulo escreveu: “‘Todo aquele que invocar o nome de Jeová será salvo.’ No entanto, como invocarão aquele em quem não depositaram fé? Por sua vez, como depositarão fé naquele de quem não ouviram falar? Por sua vez, como ouvirão, se não houver quem pregue?” — Romanos 10:13, 14.

21. O que devemos achar da oportunidade de participar na pregação?

21 Que privilégio maravilhoso é participar na pregação e no ensino global! Não é uma obra fácil, mas quanto Jeová se regozija ao observar que seu povo vive fielmente segundo a verdade e transmite as boas novas a outros! Portanto, não importa qual seja a sua situação, deixe que o espírito de Deus e o amor no seu coração o motivem a participar nesta obra. E lembre-se de que aquilo que vemos ser realizado em todo o mundo fornece evidência convincente de que Jeová Deus em breve cumprirá a sua promessa de introduzir os gloriosos “novos céus e uma nova terra” em que “há de morar a justiça”. — 2 Pedro 3:13.

Lembra-se?

• Por que a apostasia não conseguiu silenciar os pregadores das boas novas?

• Como a palavra de Deus prevaleceu nos nossos dias?

• Como o espírito de Deus opera nos nossos dias?

• Que relação tem o resgate com a pregação das boas novas?

[Perguntas de Estudo]

[Gráfico/Foto na página 16]

(Para o texto formatado, veja a publicação)

Aumento do número de proclamadores do Reino no século 20

Média de publicadores (em milhões)

6,0

5,5

5,0

4,5

4,0

3,5

3,0

2,5

2,0

1,5

1,0

0,5

1900 1910 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1980 1990 2000

[Fotos na página 15]

JERÔNIMO

TYNDALE

GUTENBERG

HUS

[Crédito]

Gutenberg e Hus: Do livro The Story of Liberty, 1878

[Foto na página 15]

Estudantes da Bíblia proclamando as boas novas nos anos 20

[Fotos nas páginas 16, 17]

Em todo o mundo, pessoas aceitam as boas novas

[Foto na página 18]

A pregação magnifica o amor de Deus assim como fez o sacrifício resgatador de Jesus Cristo