Pular para conteúdo

Pular para sumário

Jeová considera preciosos os que o amam

Jeová considera preciosos os que o amam

 Os Proclamadores do Reino Relatam

Jeová considera preciosos os que o amam

DESDE os tempos bíblicos, o Líbano é conhecido por seus recursos naturais. (Salmo 72:16; Isaías 60:13) Especialmente valorizados eram seus cedros majestosos, muito procurados para a construção devido à sua beleza, fragrância e durabilidade. Contudo, no primeiro século, o Líbano produziu algo mais precioso. O Evangelho de Marcos relata que de Tiro e Sídon, no antigo território do Líbano, “veio ter com [Jesus] uma grande multidão, ao ouvir falar de quantas coisas fazia”. — Marcos 3:8.

Atualmente, o Líbano continua a produzir frutos muito preciosos para Jeová, conforme destacam as seguintes experiências.

• Wissam, um jovem Testemunha de Jeová, foi convidado a dar uma palestra de 30 minutos para seus colegas de classe. Ele percebeu que seria uma excelente oportunidade para dar testemunho. Por isso, usou o livro A Vida — Qual a Sua Origem? A Evolução ou a Criação? e preparou um discurso baseado no assunto da criação. Ao ver a matéria, o professor de Wissam disse que visto que o assunto era muito importante, ele poderia usar 45 minutos para a palestra.

Quando Wissam começou a falar, seu professor o interrompeu e chamou a diretora. Ela chegou logo, e Wissam recomeçou a palestra. Ao passo que ouviu as perguntas que Wissam levantou na introdução da palestra, a diretora ficou entusiasmada e disse que todos os alunos deviam receber uma cópia do discurso.

Pouco depois, um professor que estava passando notou a animação na sala de aulas e perguntou o que estava acontecendo. Quando ficou sabendo do assunto, perguntou se Wissam estava tentando provar a criação ou a evolução. “A criação”, foi a resposta. Quando soube que Wissam era Testemunha de Jeová, o professor disse à turma: “Vocês verão pelo discurso dele que a ciência apóia a criação, não a evolução.”

Acontece que esse professor tinha um exemplar do livro Criação e o usava para dar palestras na universidade. Antes de sair, ele perguntou se poderia trazer seus alunos no dia seguinte para que Wissam falasse a eles. O resultado foi outro excelente testemunho sobre Jeová.

• Nina, de 22 anos de idade, desejava muito aprender a verdade. Um dia, seu primo lhe deu uma Bíblia e a levou à Igreja Pentecostal. Nina leu a Bíblia com prazer e aprendeu que os cristãos devem pregar. Daí, começou a falar com seus conhecidos. Todos com quem ela falava lhe perguntavam se ela era Testemunha de Jeová, e isso a deixava intrigada.

Seis anos mais tarde, as Testemunhas de Jeová visitaram Nina e lhe falaram sobre o Reino de Deus. De início, Nina tentou descobrir falhas nos ensinos delas. Contudo, chegou à conclusão de que todas as respostas que lhe davam eram lógicas e tinham base bíblica.

As coisas que Nina aprendeu com o tempo — o nome de Deus, Jeová; as bênçãos do Reino; e assim por diante — a convenceram de que havia encontrado a verdade. Ela se dedicou a Deus e foi batizada. Nina já serve como evangelizadora de tempo integral por sete anos. Realmente, Jeová abençoa os que o amam mesmo. — 1 Coríntios 2:9.