Pular para conteúdo

Pular para sumário

O conselho sábio de uma mãe

O conselho sábio de uma mãe

 O conselho sábio de uma mãe

“Escuta, meu filho, a disciplina de teu pai e não abandones a lei de tua mãe.” — Provérbios 1:8

NOSSOS pais — pai e mãe — podem ser uma fonte valiosa de encorajamento, apoio e conselho. O livro bíblico de Provérbios fala de certo jovem rei, Lemuel, que recebeu da mãe uma “mensagem ponderosa” de “correção”. Estas palavras estão registradas no capítulo 31 de Provérbios, e nós também podemos tirar proveito do conselho sábio desta mãe. — Provérbios 31:1.

Conselho apropriado para um rei

A mãe de Lemuel começa com algumas perguntas que suscitam o nosso interesse: “O que é que eu digo, filho meu, e o que, filho de meu ventre, e o que, filhos dos meus votos?” Seu apelo tríplice mostra que ela tinha muita preocupação de que o filho prestasse atenção às palavras dela. (Provérbios 31:2) Sua preocupação com o bem-estar espiritual de seu filho dá um excelente exemplo aos atuais pais cristãos.

Quanto ao bem-estar de seu filho, o que pode preocupar mais a mãe do que festas desregradas e envolvimento com bebida, mulheres e diversão? A mãe de Lemuel vai direto ao ponto: “Não dês a tua energia vital às mulheres.” Ela caracteriza a conduta promíscua como ‘aquilo que leva à extinção de reis’. — Provérbios 31:3.

Não se devem desconsiderar os excessos no beber. “Não é para os reis, ó Lemuel, não é para os reis beber vinho”, adverte ela. Como pode um rei fazer um julgamento abalizado e sensato, a fim de que não “se esqueça o decretado, e não se perverta a causa de qualquer filho de tribulação”, se ele estiver constantemente inebriado? — Provérbios 31:4-7.

O rei, por se manter livre de tais vícios, será capaz de ‘julgar em justiça e pleitear a causa do atribulado e do pobre’. — Provérbios 31:8, 9.

Embora jovens cristãos não sejam “reis” hoje em dia, o conselho sábio da mãe de Lemuel é igualmente oportuno, ou muito mais. Abusar de bebida alcoólica, o vício do fumo e a imoralidade sexual prevalecem hoje entre os jovens, e é vital que os jovens cristãos prestem atenção quando seus pais lhes dão ‘mensagens ponderosas’.

Uma esposa capaz

As mães se preocupam legitimamente com as perspectivas de casamento de seus filhos que estão  chegando à idade adulta. A mãe de Lemuel a seguir fixa sua atenção nas qualidades duma esposa ideal. Sem dúvida, um jovem se beneficiaria muito por considerar como uma mulher encara este assunto importante.

No Prov 31 versículo 10, “uma esposa capaz” é comparada a corais raros e valiosos, que nos tempos bíblicos só podiam ser conseguidos com consideráveis esforços. De forma similar, encontrar uma esposa capaz requer esforço. Em vez de se casar precipitadamente, o jovem faria bem em tomar tempo para fazer uma boa escolha. Assim é mais provável que dê muito valor ao seu precioso achado.

Referente à esposa capaz, diz-se a Lemuel: “Nela confia o coração do seu dono.” (Prov 31 Versículo 11) Em outras palavras, ele não deve insistir em que a esposa obtenha sua aprovação em todos os assuntos. Naturalmente, os cônjuges devem consultar-se antes de tomarem decisões maiores, tais como as que envolvem compras dispendiosas ou a criação dos filhos. A comunicação, nestes pontos, contribui para haver um vínculo achegado entre eles.

Naturalmente, a esposa capaz tem muitas coisas para fazer. Os Prov 31 versículos 13 a 27 alistam conselhos e princípios que as esposas de todas as épocas podem usar em proveito da família. Por exemplo, com o aumento do custo de roupa e de mobília, a esposa capaz aprende a ser hábil e econômica, para sua família ter roupas confortáveis e apresentáveis. (Prov 31 Versículos 13, 19, 21, 22) Para reduzir os gastos da família com alimentação, ela planta o que pode e faz compras com cuidado. — Prov 31 Versículos 14, 16.

É óbvio que tal mulher não come “o pão da preguiça”. Ela trabalha arduamente e coordena eficientemente as atividades da casa. (Prov 31 Versículo 27) Cinge “seus quadris com força”, o que significa que ela se prepara para se empenhar nas tarefas que exigem esforço físico. (Prov 31 Versículo 17) Levanta-se antes do nascer do sol para começar seu dia de serviço e trabalha diligentemente noite adentro. É como se a lâmpada que ilumina seu trabalho estivesse sempre acesa. — Prov 31 Versículos 15, 18.

A esposa capaz, acima de tudo, é uma pessoa espiritual. Teme a Deus e o adora com profundo respeito e reverência. (Prov 31 Versículo 30) Ela ajuda também o marido em treinar os filhos para fazerem o mesmo. O Prov 31 versículo 26 diz que ela instrui os filhos “em sabedoria e [que] a lei da benevolência está sobre a sua língua”.

Um marido capaz

Para atrair uma esposa capaz, Lemuel teria de cumprir as responsabilidades de um marido capaz. A mãe de Lemuel o faz lembrar várias delas.

O marido capaz receberia elogios dos “anciãos do país”. (Provérbios 31:23) Isto significa que ele é alguém capaz, honesto, confiável e temente a Deus. (Êxodo 18:21; Deuteronômio 16:18-20) Como tal, ele seria “conhecido nos portões”, onde os homens de destaque se reuniam para cuidar dos assuntos da cidade. Para ser “conhecido” como homem temente a Deus, ele teria de ser razoável e cooperar harmoniosamente com os anciãos do “país”, o que talvez se referisse ao distrito ou à região.

Sem dúvida, falando de experiência própria, a mãe de Lemuel lembrava ao filho a importância de ter apreço pela sua prospectiva esposa. Ninguém na Terra lhe seria mais querido. Portanto, imagine com que emoção na voz ele confessa perante todos: “Há muitas filhas que demonstraram capacidade, mas tu — tu sobrepujaste a todas elas.” — Provérbios 31:29.

É evidente que Lemuel apreciava o conselho sábio da mãe. Por exemplo, notamos que no Prov 31 versículo 1 ele se refere às palavras da mãe como suas próprias. Portanto, ele tomou a peito a “correção” e se beneficiou do conselho dela. Que nós também tiremos proveito desta “mensagem ponderosa” por aplicar seus princípios na nossa vida.

[Fotos na página 31]

A esposa capaz não “come o pão da preguiça”