Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Despertai!  |  Dezembro de 2015

 AJUDA PARA A FAMÍLIA | CASAMENTO

Como lidar com as diferenças

Como lidar com as diferenças

O DESAFIO

Você gosta de esportes; seu cônjuge prefere ler. Você é meticuloso e eficiente; seu cônjuge é desorganizado. Você ama sair com os amigos; seu cônjuge prefere ficar em casa.

Você pensa: ‘Não temos nada em comum! Por que não percebemos isso quando a gente namorava?’

É bem provável que você tenha percebido isso, pelo menos até certo ponto. Mas naquela época talvez você estivesse mais do que disposto a não dar importância a isso — uma atitude que você precisa demonstrar de novo, ainda mais agora que está casado. Este artigo vai ajudar você nesse sentido. Mas primeiro considere alguns fatos sobre supostas incompatibilidades.

O QUE VOCÊ PRECISA SABER

Algumas diferenças são sérias. Um importante objetivo do namoro é descobrir se os dois são compatíveis. Por isso, quando descobrem sérias diferenças no namoro, muitos casais terminam o relacionamento em vez de entrar num casamento em que um é o oposto do outro. Mas e se o casal descobrir diferenças não tão sérias — as que todo casal tem?

Não existem duas pessoas completamente iguais. Assim, é natural que os casados tenham diferenças em uma ou mais das seguintes áreas:

Interesses. Uma esposa chamada Anna * diz: “Nunca gostei muito de atividades ao ar livre, mas meu marido cresceu escalando montanhas cobertas de neve e passava dias fazendo trilha no meio do mato.”

Hábitos. “Minha esposa consegue ficar acordada até tarde da noite e pular da cama às 5 horas da manhã. Mas eu preciso de 7 a 8 horas de sono, senão fico mal-humorado”, diz um marido chamado Brian.

Personalidade. Talvez você seja uma pessoa reservada, mas seu cônjuge tem facilidade para se expressar. Um marido chamado David diz: “Na minha família não tínhamos o costume de conversar sobre nossos problemas, mas minha esposa foi criada numa família em que tudo era discutido abertamente.”

 As diferenças podem ser úteis. “Meu jeito de fazer as coisas talvez seja bom, mas isso não quer dizer que é o único jeito”, diz uma esposa chamada Helena.

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Dê apoio. Adam diz: “Minha esposa Karen não se interessa nem um pouco por esportes. Mesmo assim, ela vai comigo a vários jogos e até se diverte. Mas ela ama museus de arte, por isso eu vou com ela a esses lugares, e ficamos lá o tempo que ela quer. Eu me esforço para mostrar interesse em arte porque isso é importante para ela.” — Princípio bíblico: 1 Coríntios 10:24.

Amplie seus horizontes. Só porque o ponto de vista do seu cônjuge é diferente do seu, isso não significa que seja necessariamente errado. Foi isso que Alex aprendeu. Ele diz: “Sempre achei que uma linha reta é o caminho mais curto do ponto A ao ponto B e que qualquer outra opção não daria certo. Mas ser casado me ajuda a perceber que há muitas maneiras de chegar de A a B e que outros métodos também dão certo.” — Princípio bíblico: 1 Pedro 5:5.

Seja realista. Ser compatível não significa ser igual. Então não conclua que seu casamento foi um erro só porque algumas diferenças se tornaram evidentes. “Muitas pessoas dão a desculpa de que ‘o amor as deixou cegas’”, diz o livro The Case Against Divorce (Os Argumentos contra o Divórcio). Mas “todo dia que vocês passaram felizes juntos”, continua o livro, “mostra que, apesar das diferenças inatas, vocês podem amar um ao outro”. Esforcem-se a ‘continuar a suportar um ao outro, mesmo que tenham razão para queixa’. — Princípio bíblico: Colossenses 3:13.

Tente o seguinte: Escreva o que você gosta e ama em seu cônjuge e os pontos que vocês têm em comum. Daí, escreva as coisas em que vocês não são compatíveis. Talvez descubra que suas diferenças não são tão sérias quanto imagina. Sua lista também revela em que pontos você pode apoiar mais o seu cônjuge ou ser mais tolerante com ele. Kevin diz: “Eu gosto quando minha esposa faz ajustes por minha causa, e sei que ela gosta quando eu faço o mesmo por ela. Mesmo que isso signifique fazer sacrifícios, vê-la feliz também me deixa feliz.” — Princípio bíblico: Filipenses 4:5.

^ parágrafo 10 Alguns nomes neste artigo foram mudados.

Saiba mais

VOCÊ PODE TER UMA FAMÍLIA FELIZ!

Como resolver problemas

A maneira certa de fazer isso pode fazer a diferença entre um casamento sólido e feliz e um casamento frágil e doloroso.

DESPERTAI!

Como chegar a um acordo

Veja quatro passos que podem ajudar você e seu cônjuge a evitarem discussões e a encontrarem soluções juntos.

A SENTINELA

Como resolver diferenças no casamento

Por que surgem diferenças no casamento e o que você pode fazer para evitar que elas acabem com seu casamento?