Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Despertai!  |  Janeiro de 2015

 MATÉRIA DE CAPA | COMO A VIDA SE ORIGINOU?

Perguntas que valem a pena ser feitas

Perguntas que valem a pena ser feitas

1 Como a vida se originou?

O QUE ALGUNS DIZEM. A vida surgiu espontaneamente de matéria sem vida.

POR QUE ALGUMAS PESSOAS NÃO ESTÃO SATISFEITAS COM ESSA RESPOSTA. Hoje, os cientistas entendem muito melhor a estrutura química e molecular da vida. Mesmo assim, eles não conseguem explicar com certeza o que a vida é. Um enorme abismo separa a matéria sem vida da mais simples célula viva.

Cientistas não têm como afirmar quais eram as condições na Terra bilhões de anos atrás. Eles têm teorias diferentes sobre a origem da vida, por exemplo, que ela começou num vulcão ou no leito oceânico. Outra teoria é que os elementos básicos necessários para originar a vida se formaram em algum lugar do Universo, e então chegaram aqui incrustados em meteoros. Mas isso não responde como a vida começou — só gera mais perguntas.

Cientistas teorizam que certas moléculas deram origem ao material genético que conhecemos hoje. Supostamente essas moléculas surgiram de modo espontâneo de material sem vida e se reproduziram sozinhas. Mas eles não encontraram nenhuma evidência de que essas moléculas tivessem existido nem conseguiram criar nenhuma molécula desse tipo em laboratório.

Os seres vivos são únicos na maneira de armazenar e processar informações. As células transmitem, interpretam e executam instruções contidas em seu código genético. Alguns cientistas comparam o código genético ao software de um computador e a estrutura química da célula ao hardware. Mas a evolução não consegue explicar de onde vêm essas informações.

As moléculas de proteína são necessárias para o funcionamento de uma célula. Uma típica molécula de proteína é formada por centenas de aminoácidos encadeados em uma sequência específica. E, para que possa ser usada, a molécula de proteína precisa se dobrar numa determinada forma tridimensional. Alguns cientistas concluem que a chance de uma única molécula de proteína ser formada de modo espontâneo é muitíssimo improvável. O físico Paul Davies escreveu: “Já que milhares de proteínas diferentes são necessárias para o funcionamento de uma célula, é ilógico supor que elas tenham se formado por acaso.”

CONCLUSÃO. Depois de décadas de pesquisa em praticamente todas as áreas da ciência, a realidade é que uma vida somente surge de outra vida preexistente.

 2 Como os seres vivos se desenvolveram?

O QUE ALGUNS DIZEM. O primeiro organismo vivo aos poucos se desenvolveu em diversos seres vivos, inclusive em humanos, por meio do processo de mutação aleatória e de seleção natural.

POR QUE ALGUMAS PESSOAS NÃO ESTÃO SATISFEITAS COM ESSA RESPOSTA. Algumas células são mais complexas que outras. De acordo com a Britannica Online Encyclopedia (Enciclopédia Britânica Online), células simples terem se desenvolvido em células mais complexas é classificado muitas vezes como “o segundo maior mistério da evolução, depois da origem da vida”.

Cientistas descobriram que, dentro de cada célula, existem máquinas moleculares complexas. Elas são formadas por moléculas de proteína que cooperam entre si para realizar tarefas complicadas, como carregar nutrientes e convertê-los em energia, reparar partes da célula e transportar mensagens dentro da célula. Será que a seleção natural e mutações aleatórias poderiam ter sido responsáveis pela montagem e pelo funcionamento desses componentes tão sofisticados? Muitos acham difícil aceitar essa ideia.

Animais e humanos se desenvolvem a partir de um único óvulo fertilizado. As células do embrião se multiplicam e, com o tempo, assumem diferentes formas e funções para formar as diferentes partes do corpo. A evolução não consegue explicar como cada célula “sabe” em que se transformar e para onde ir dentro do organismo.

Cientistas atualmente entendem que, para uma categoria de animal se desenvolver em outra, seria preciso que ocorressem mudanças dentro da célula, em nível molecular. Visto que os cientistas não conseguem demonstrar como a evolução poderia produzir nem mesmo a “mais simples” célula, será que é razoável pensar que a seleção natural e mutações aleatórias tenham sido responsáveis pelas diferentes categorias de animais do planeta? Michael Behe, professor de ciências biológicas, disse que, embora as pesquisas tenham revelado “inesperada e impressionante complexidade [da estrutura dos animais], não foi feito até agora nenhum progresso quanto a entender como essa complexidade poderia ter evoluído de processos em que nenhuma inteligência estivesse envolvida”.

Os seres humanos têm autoconsciência, habilidade de pensar e de raciocinar e possuem qualidades morais, como generosidade, abnegação e noção de certo e errado. A seleção natural e as mutações aleatórias não conseguem explicar a existência dessas qualidades ímpares da mente humana.

CONCLUSÃO. Muitos insistem ser um fato indiscutível que a vida começou por meio da evolução. Mas outros não estão satisfeitos com o que essa teoria diz sobre como a vida se originou e sobre como os seres vivos se desenvolveram.