Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Despertai!  |  Junho de 2014

Como está a saúde da sua gengiva?

Como está a saúde da sua gengiva?

A DOENÇA na gengiva é uma das doenças bucais mais comuns do mundo. Mas as fases iniciais dessa doença talvez não causem nenhum sintoma de imediato. Essa característica sutil da doença na gengiva é o que a torna perigosa. O International Dental Journal inclui a doença na gengiva entre as doenças da boca que representam “um grave problema de saúde pública”. Ainda acrescenta que é grande o impacto que as doenças da boca causam “nas pessoas e nas comunidades, por exemplo, dor e sofrimento, perda de funções e redução na qualidade de vida delas”. Saber mais sobre a doença na gengiva pode ajudar você a se proteger contra ela.

Fatos sobre a doença na gengiva

A doença na gengiva tem diferentes estágios. A inflamação na gengiva, chamada de gengivite, é o primeiro estágio da doença. A gengivite é caracterizada pelo sangramento da gengiva, que pode acontecer ao escovar os dentes, ao passar fio dental, ao ser examinado pelo dentista ou sem nenhum motivo.

Quando a doença na gengiva avança para o estágio seguinte, é chamada de periodontite. Nessa altura, as estruturas que sustentam os dentes, como os ossos e o tecido da gengiva, começam a ser destruídas. Talvez os sintomas dessa doença só apareçam quando ela já estiver em seu estágio avançado. Algumas características da periodontite são: formação de bolsas na gengiva; amolecimento dos dentes; afastamento entre os dentes; mau hálito; retração na gengiva, isto é, a gengiva se retrai deixando os dentes com a aparência de mais longos; e sangramento da gengiva.

Causa e efeito da doença na gengiva

Diversos fatores podem aumentar o risco de desenvolver doença na gengiva. A causa mais comum é a placa bacteriana, que é uma camada fina de bactérias que constantemente se forma nos dentes. Se a placa não for removida, as bactérias podem causar inflamação na gengiva.  À medida que esse processo avança, a gengiva começa a se separar dos dentes. Então, a placa cheia de bactérias se infiltra e se multiplica na raiz do dente. Daí, o processo inflamatório piora, destruindo o tecido da gengiva e do osso. A placa bacteriana em todo o dente pode endurecer e se transformar em cálculo (mais conhecido como tártaro). O cálculo por ser duro e aderente é mais difícil de ser removido do que a placa. Por isso, as bactérias podem continuar prejudicando a gengiva.

Outros fatores que contribuem para o aparecimento de uma doença na gengiva incluem: má higiene bucal, medicamentos supressores do sistema imunológico, infecções virais, estresse, diabetes não controlado, fumo, consumo excessivo de álcool e mudanças hormonais por causa da gravidez.

Existem vários efeitos da doença na gengiva. Ela pode prejudicar a mastigação e o paladar por causa de dor ou perda de dentes. A fala e a aparência também podem ser afetadas. Além disso, pesquisas mostram que a saúde bucal está diretamente relacionada à saúde em geral.

Diagnóstico e tratamento da doença na gengiva

“Como posso saber se tenho doença na gengiva?”, talvez você se pergunte. Pode ser que você apresente algumas das características da doença já mencionadas neste artigo. Procure um dentista que fará uma avaliação de sua gengiva.

A doença na gengiva pode ser tratada? Em seu estágio inicial, ela pode ser revertida. Mas, se ela se tornar uma periodontite, é necessário parar o avanço da doença antes que ela destrua o osso e o tecido em volta dos dentes. Os profissionais da área odontológica usam instrumentos especializados que removem a placa e o cálculo em todo o dente.

Mesmo que seja difícil você ter acesso à assistência odontológica, a prevenção é o segredo para reduzir o risco de ter essa doença sutil e potencialmente destrutiva. Cuidar de sua higiene bucal de forma regular e apropriada é a melhor forma de reduzir o risco de ter doença na gengiva.