Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Despertai!  |  Dezembro de 2013

  TEVE UM PROJETO?

A capacidade de armazenamento do DNA

A capacidade de armazenamento do DNA

USUÁRIOS de computador geram enormes quantidades de dados digitais que precisam ser armazenados para acesso futuro. Cientistas estão tentando revolucionar os métodos atuais de armazenamento digital por imitar um sistema de armazenamento de dados ainda mais poderoso encontrado na natureza — o DNA.

Analise o seguinte: O DNA, encontrado nas células vivas, contém bilhões de fragmentos de informação biológica. “Podemos extraí-lo dos ossos de um mamute . . . e compreender a informação contida nele”, diz Nick Goldman, do Instituto Europeu de Bioinformática. “[O DNA] também é incrivelmente pequeno, compacto e não precisa de nenhum tipo de energia para ser armazenado. Então, é fácil transportá-lo e guardá-lo.” Será que o homem pode imitar a estrutura do DNA para armazenar informações? Os pesquisadores dizem que sim.

Cientistas produziram um DNA sintético que armazena texto, imagens e áudio codificados de forma semelhante ao que a mídia digital faz ao armazenar dados. Mais tarde, pesquisadores conseguiram decodificar toda a informação armazenada com 100% de exatidão. Cientistas acreditam que, no futuro, será possível armazenar dados de cerca de 3 milhões de CDs em apenas um grama de DNA artificial e preservar toda essa informação por centenas ou até milhares de anos. Se isso acontecer, esse sistema poderá armazenar todos os arquivos digitais do mundo inteiro. Por isso, o DNA tem sido chamado de “o HD definitivo”.

O que você acha? Será que a capacidade de armazenamento do DNA é resultado da evolução? Ou teve um projeto?