Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

DESPERTAI! JUNHO DE 2013

 AJUDA PARA A FAMÍLIA | CASAMENTO

Como acabar com a tática do silêncio

Como acabar com a tática do silêncio

O DESAFIO

Como é possível que duas pessoas que prometeram se amar cheguem a ponto de ficar sem se falar por horas — ou até por dias? Elas dizem a si mesmas: ‘Pelo menos paramos de brigar.’ Mas isso não resolve o problema, e os dois se sentem mal com a situação.

POR QUE ACONTECE

Vingança. Algumas pessoas usam o silêncio para se vingar. Por exemplo, pense num marido que planejou o fim de semana sem consultar a esposa. Quando ela descobre, fica brava e diz que ele não teve consideração. Ele retruca dizendo que ela é sensível demais. A esposa sai pisando duro e fica emburrada. Por ficar em silêncio, é como se ela dissesse: “Você me magoou, então agora eu vou magoar você também.”

Manipulação. Alguns usam o silêncio para conseguir o que querem. Por exemplo, pense num casal que está planejando uma viagem, e a esposa quer levar os pais dela junto. O marido não concorda. “Você está casada comigo, não com seus pais”, diz ele. Daí, para de falar com a esposa, esperando que ela finalmente ceda e faça a vontade dele.

Naturalmente, isso não quer dizer que um casal não possa interromper uma conversa quando os ânimos estão ficando exaltados. Isso na verdade os ajudará a se acalmar antes que a situação saia do controle. A Bíblia diz que existe um “tempo para ficar quieto”. (Eclesiastes 3:7) Mas, quando é usado como meio de vingança ou manipulação, o silêncio com o tempo diminui o respeito que um tem pelo outro — além de não resolver o problema. Como você pode evitar que isso aconteça ao seu casamento?

 O QUE VOCÊ PODE FAZER

O primeiro passo é reconhecer que essa tática, na melhor das hipóteses, funciona apenas por um tempo. É verdade que cortar o diálogo pode satisfazer seu desejo de vingança ou obrigar a outra pessoa a fazer suas vontades. Mas é assim que você realmente quer tratar a pessoa a quem prometeu amar? Existem soluções melhores!

Tenha discernimento. A Bíblia diz que o amor “não se irrita facilmente”. (1 Coríntios 13:4, 5, Bíblia Fácil de Ler) Assim, se, num momento de irritação, seu cônjuge disser coisas como “Você nunca me ouve” ou “Você sempre se atrasa”, não leve isso ao pé da letra. Tente perceber o que está por trás dessas palavras. Por exemplo, “Você nunca me ouve” pode significar “Sinto que você não leva minha opinião a sério”. — Princípio bíblico: Provérbios 14:29.

Encare seu casamento como uma parceria

Suavize o tom da voz. Se não for feito nada, uma discussão pode ficar cada vez mais séria. Mas você pode mudar o rumo dela. Como? O livro Fighting for Your Marriage (Lutando por Seu Casamento) diz: “Suavizar o tom da sua voz e entender o ponto de vista de seu cônjuge são ferramentas poderosas que você pode usar para dissipar a tensão e conter os ânimos. Isso geralmente basta.” — Princípio bíblico: Provérbios 26:20.

Substitua “eu” por “nós”. A Bíblia diz: “Que cada um persista em buscar, não a sua própria vantagem, mas a da outra pessoa.” (1 Coríntios 10:24) Se, em seu casamento, houver parceria em vez de rivalidade, as chances de vocês se ofenderem, discutirem e ficarem sem se falar serão bem menores. — Princípio bíblico: Eclesiastes 7:9.

Ficar sem se falar é exatamente o contrário do que a Bíblia aconselha: “Cada um de vós, individualmente, ame a sua esposa como a si próprio; por outro lado, a esposa deve ter profundo respeito pelo seu marido.” (Efésios 5:33) Alguns casais combinam entre si que não vão admitir essa tática do silêncio em seu casamento. Que acha de fazer o mesmo?

Saiba mais

DESPERTAI!

Como evitar ferir com palavras

O que fazer se você e seu cônjuge deixaram que palavras maldosas afetassem seu relacionamento?

VOCÊ PODE TER UMA FAMÍLIA FELIZ!

Deus pode ajudá-lo a ter um casamento feliz

Duas perguntas simples podem ajudar a melhorar seu casamento.