Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

DESPERTAI! FEVEREIRO DE 2013

 AJUDA PARA A FAMÍLIA | CASAMENTO

Como parar de discutir

Como parar de discutir

O DESAFIO

Muitos casais não conseguem ter uma conversa calma. Isso acontece com você? Tem a impressão de estar sempre andando por um campo minado, onde qualquer movimento pode provocar uma discussão explosiva?

Se essa é a sua realidade, tenha certeza de que a situação pode melhorar. Mas, primeiro, é preciso descobrir por que vocês dois vivem brigando.

POR QUE ACONTECE

Mal-entendidos.

Uma esposa chamada Júlia * admite: “Às vezes, quando converso com meu marido, eu me expresso mal. Outras vezes, insisto que disse algo, mas na verdade não disse — apenas achei que tinha dito.”

Diferenças.

Por mais compatíveis que vocês pareçam ser, suas opiniões sobre alguns assuntos vão diferir. Por quê? Porque não existem duas pessoas idênticas. Mas as diferenças podem enriquecer ou causar tensão no casamento. Para muitos casais, o resultado é tensão.

Maus exemplos.

“Meus pais viviam discutindo e diziam coisas ofensivas um para o outro”, diz uma esposa chamada Rachel. “Então, quando me casei, eu falava com meu marido da mesma maneira que minha mãe falava com meu pai. Eu não tinha aprendido a mostrar respeito.”

Motivos menos aparentes.

O real motivo de uma discussão acalorada muitas vezes não é óbvio. Por exemplo, uma briga que começa com “Você sempre se atrasa!” talvez não tenha a ver com pontualidade, mas com a aparente falta de consideração.

Não importa o motivo, discussões constantes podem prejudicar sua saúde e até ser um fator que leva ao divórcio. Então, como você pode parar de discutir?

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Um segredo para evitar discussões é identificar a verdadeira raiz do problema. Quando a situação estiver calma, tente fazer o seguinte exercício com seu cônjuge.

1. Cada um deve escrever em folhas diferentes o motivo de uma discussão recente. Por exemplo, um marido talvez escreva que sua esposa passou o dia inteiro com as amigas e nem telefonou para avisar onde estava. E uma esposa talvez escreva que o marido não gostou porque ela saiu com as amigas.

2. Com a mente aberta, conversem sobre as seguintes questões: ‘O problema foi grave mesmo? Dava para desconsiderá-lo?’ Em alguns casos, para manter a paz, talvez seja melhor aceitar a diferença de opinião e deixar que o amor fale mais alto. — Princípio bíblico: Provérbios 17:9.

Se vocês dois chegarem à conclusão de que o problema era insignificante, peçam desculpas e considerem o assunto encerrado. — Princípio bíblico: Colossenses 3:13, 14.

Mas se o assunto ainda parecer grave para um ou para os dois, passem para o próximo ponto.

3. Escrevam como vocês se sentiram durante a discussão. Por exemplo, um marido poderia escrever: “Eu tive a impressão de que você preferia ficar com suas amigas a ficar comigo.” Uma esposa poderia escrever: “Eu tive a impressão que estava sendo tratada como uma criança que precisa ficar dando satisfação para o pai.”

4. Troquem os papéis e leiam os comentários um do outro. Quais eram os motivos reais por trás da discussão? Conversem sobre o que cada um de vocês poderia ter feito para conseguir resolver o verdadeiro problema sem brigar. — Princípio bíblico: Provérbios 29:11.

5. Conversem sobre o que aprenderam com esse exercício. Como vocês podem usar isso para resolver ou evitar futuras discussões?

^ parágrafo 7 Os nomes foram mudados.

 

Saiba mais

BOAS NOTÍCIAS DE DEUS PARA VOCÊ!

Como ter uma família feliz?

Jeová é feliz e quer que as famílias sejam felizes também. Veja os conselhos da Bíblia para maridos, esposas, pais e filhos.

DESPERTAI!

Como chegar a um acordo

Veja quatro passos que podem ajudar você e seu cônjuge a evitarem discussões e a encontrarem soluções juntos.