Pular para conteúdo

Pular para sumário

A verdadeira solução para a pobreza

A verdadeira solução para a pobreza

 A verdadeira solução para a pobreza

CENTENAS de milhões de pessoas em todo o mundo tentam sobreviver cada dia apesar da extrema pobreza. É óbvio que a humanidade precisa de um governo justo e incorruptível que sinceramente queira corrigir essa injustiça. Tal governo também precisa ser poderoso o suficiente para tornar suas boas intenções uma realidade. Será que é realístico esperar que os humanos estabeleçam um governo assim?

A História confirma a veracidade do conselho bíblico: “Não confieis nos nobres, nem no filho do homem terreno, a quem não pertence a salvação.” (Salmo 146:3) Já notou que confiar nos governos ou nos líderes humanos geralmente resulta em decepção? Então, a quem mais podemos recorrer?

Na realidade, milhões de pessoas têm orado pedindo um governo justo que mude essa situação injusta. Talvez você também faça a oração-modelo que Jesus ensinou: “Nosso Pai nos céus, santificado seja o teu nome. Venha o teu reino. Realize-se a tua vontade, como no céu, assim também na terra. Dá-nos hoje o nosso pão para este dia; e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores. E não nos leves à tentação, mas livra-nos do iníquo.” — Mateus 6:9-13.

Será que é esse o Reino que precisamos? É justo e incorruptível? Tem poder suficiente para tornar suas boas intenções uma realidade? Sem dúvida! O Deus que estabeleceu esse governo, “nosso Pai nos céus”, é um “Deus justo e Salvador”, “justo em todos os seus trabalhos”. (Isaías 45:21; Daniel 9:14) Diz-se a seu respeito: ‘É de olhos puros demais para ver o que é mau.’ Por isso podemos ter certeza de que seu governo nunca se tornará corrupto. (Habacuque 1:13) Visto que “Deus não é parcial, mas, em cada nação, o homem que o teme e que faz a justiça lhe é aceitável”, sabemos que ele está interessado no bem-estar de cada pessoa na Terra. — Atos 10:34, 35; Romanos 2:11.

Já foi estabelecido e está em ação!

Embora seja um governo celestial, o Reino de Deus dirigirá ativamente  os assuntos na Terra a fim de realizar os propósitos de Deus. Isso inclui substituir os governos humanos imperfeitos pelo governo perfeito de Deus. Em Daniel 2:44 encontramos a promessa: “Nos dias daqueles reis [governos] o Deus do céu estabelecerá um reino que jamais será arruinado. E o próprio reino não passará a qualquer outro povo. Esmiuçará e porá termo a todos estes reinos, e ele mesmo ficará estabelecido por tempos indefinidos.”

Sob a direção desse governo, a vontade de Deus poderá finalmente ser feita tanto no céu como na Terra. Como é animador saber que esse governo será capaz de eliminar todos os vestígios da desigualdade que no passado contribuiu para que houvesse tamanha diferença entre ricos e pobres! Não haverá mais poucos que têm muito e muitos que têm pouco.

Como é gratificante saber que o governo de Deus já começou a agir para resolver esses problemas para sempre! A cronologia bíblica e os acontecimentos mundiais indicam claramente que esse governo foi estabelecido no céu em 1914. * Assim, por quase um século ele tem preparado ativamente o alicerce para um novo mundo de justiça.

As pessoas que desde já reconhecem que o Reino foi estabelecido e obedecem às suas instruções são imparciais. As Testemunhas de Jeová realizam a obra de pregação em quase todos os países, onde pessoas ricas ou pobres têm a oportunidade de aprender como podem ganhar a vida eterna. (João 17:3) As Testemunhas não permitem que diferenças econômicas determinem posição ou status dentro de suas congregações. As pessoas não são avaliadas pelas coisas que possuem. Antes, são respeitadas pelo que são. Dá-se maior ênfase aos valores espirituais do que aos materiais.

Gostaria de saber como você pode viver sob esse governo justo? Então comece a sua pesquisa agora. Aprenda como você pode ter a expectativa de viver com alegria num mundo em que as pessoas não estarão mais divididas pela riqueza.

[Nota(s) de rodapé]

^ parágrafo 9 Veja as páginas 95-107 do livro Conhecimento Que Conduz à Vida Eterna, publicado pelas Testemunhas de Jeová.

 [Quadro/Fotos nas páginas 8, 9]

Ricos ou pobres, todos são irmãos

▪ No fim da Segunda Guerra Mundial, muitas Testemunhas de Jeová na Europa e na Ásia precisavam de alimentos, roupa e abrigo. Testemunhas de outros países enviaram toneladas de roupas e alimentos para seus irmãos cristãos na Europa, nas Filipinas e no Japão. As Testemunhas nos Estados Unidos e no Canadá enviaram itens de primeira necessidade para a Alemanha, Áustria, Bélgica, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Inglaterra, Itália, Polônia, Romênia e Tchecoslováquia (agora República Tcheca e Eslováquia).

[Fotos]

Estados Unidos

Suíça

Alemanha

▪ Mais recentemente, no verão de 1994, uma equipe de Testemunhas voluntárias da Europa apressou-se em ajudar seus irmãos e irmãs cristãos na África. Foram montados acampamentos bem organizados e hospitais de campanha para os refugiados ruandeses. Enormes quantidades de roupa, cobertores, alimentos e publicações bíblicas foram enviadas para ajudar mais de 7 mil pessoas afligidas — quase três vezes o número de Testemunhas de Jeová em Ruanda naquela época.

 ▪ Dois anos depois, em 1996, irrompeu uma guerra na região oriental da República Democrática do Congo. Plantações foram arruinadas, estoques de alimentos foram saqueados e linhas de abastecimento foram cortadas. A maioria das pessoas só tinha condições de tomar uma refeição por dia, o que resultou em desnutrição e doenças. As Testemunhas de Jeová na Europa agiram depressa. Uma equipe de socorro das Testemunhas, incluindo médicos, viajou de avião até o local levando remédios e dinheiro. Por volta de junho de 1997, Testemunhas da Bélgica, França e Suíça tinham doado 500 quilos de remédios, 10 toneladas de biscoitos ricos em proteína, 20 toneladas de outros alimentos, 90 toneladas de roupa, 18.500 pares de sapato e mil cobertores — no valor de quase um milhão de dólares.

▪ Além de suprir as necessidades materiais das pessoas, as Testemunhas de Jeová estão ainda mais interessadas em ajudá-las espiritualmente. É por isso que constroem Salões do Reino para serem usados como centros de treinamento espiritual. Relatou-se em 1997: “Com a ajuda de irmãos de outros países, a Associação [Torre de Vigia] pôde ajudar a construir 413 Salões do Reino e reformar outros 727 num período de apenas quatro meses, em 75 países.” Em 2003, foi feito o seguinte relatório: “Entre os países europeus que se beneficiaram com a provisão de ajuda para construção de Salões do Reino em países com recursos limitados está a Romênia, onde foram construídos 124 Salões do Reino desde julho de 2000. Usando uma planta-padrão para quase todos os Salões do Reino, a Ucrânia construiu 61 salões no ano de 2001 e mais 76 em 2002. Com a ajuda do Fundo para Salões do Reino, centenas de Salões do Reino foram construídos na Bulgária, Croácia, Macedônia, Moldávia, Rússia e Sérvia e Montenegro.”

[Fotos]

Croácia

Bulgária

Romênia

[Foto na página 7]

Voluntária cuidando de dois órfãos refugiados

[Crédito]

© Liba Taylor/Panos Pictures

[Foto na página 10]

As Testemunhas de Jeová divulgam uma mensagem de esperança

[Foto na página 10]

O Reino de Deus eliminará a pobreza