Pular para conteúdo

Pular para sumário

De Nossos Leitores

De Nossos Leitores

 De Nossos Leitores

Obesidade. Gostaria de elogiá-los pela série “Obesidade — qual é a solução?” (8 de novembro de 2004). Perdi 50 quilos adotando um programa de alimentação mais saudável e exercícios diários. Assim, ganhei mais resistência e posso ficar mais tempo no serviço de campo sem me cansar demais.

M. E., Estados Unidos

Tenho quase 50 anos e passei a prestar mais atenção à minha saúde, mas não me preocupava em ser obesa. Agora estou decidida a perder peso. Comecei imediatamente. Essa série me dá certeza de que Jeová cuida de cada um de nós.

H. S., Japão

Obrigada pela informação confiável sobre obesidade. Comecei hoje meu programa de exercícios e mudei os hábitos alimentares. Há mais de 30 anos que leio sua revista e ela tem me ajudado muito!

N. J., Estados Unidos

Peso 160 quilos. Segundo a tabela na página 5, eu deveria pesar 76. Vai ser uma tarefa e tanto perder todos esses quilos. Sei que o artigo e os casos citados serão de ajuda.

W. O., Estados Unidos

É bom saber que Jeová e sua organização se importam com nossa saúde. Algo que me preocupou, porém, foi a tabela da página 5. Alguns médicos usam tabelas que mostram o peso máximo e mínimo segundo a estrutura física da pessoa. Eu tenho uma estrutura física grande e meu peso seria diferente do de alguém da mesma altura mas de estrutura física pequena.

C. S., Estados Unidos

“Despertai!” responde: Obrigado pela informação. A tabela da página 5 é apenas um dos tipos de tabela que podem ajudar a pessoa a saber seu peso apropriado. Não queríamos dizer que outras não são válidas.

A série refletiu o conceito atual de que a pessoa magra é bem-sucedida, enquanto a obesa, não. Estar acima do peso significa que eu sou preguiçosa, desmotivada e inútil?

I. J., Alemanha

Parece que vocês omitiram o lado psicológico do problema. Concordo que é importante lutar contra a obesidade, mas digamos que alguém não consiga. Como ele vai se sentir?

Y. Z., Rússia

Alguns leitores talvez fiquem com a impressão de que Jeová só ama as pessoas magras e que só os de peso “normal” podem ser Testemunhas de Jeová.

R. B., Alemanha

“Despertai!” responde: Os três leitores acima levantam questões que não foram abordadas na série. É verdade que a obesidade tem várias causas que talvez não se relacionem com comer em excesso. Por exemplo, alguns remédios fazem a pessoa ganhar peso. Fatores genéticos talvez dificultem para alguns perderem peso. Qualquer que seja a causa, não era nosso objetivo dar a entender que somente homens e mulheres no peso ideal são aceitáveis a Deus. Esperamos que a série motive e dê sugestões práticas para os que desejam adotar um programa de exercícios e de alimentação saudável e, assim, perder peso. Programas desse tipo salvam vidas. Lamentamos algum mal-entendido nesse respeito.