Pular para conteúdo

Pular para sumário

De Nossos Leitores

De Nossos Leitores

 De Nossos Leitores

Infertilidade Embora eu não tenha feito curso de medicina, li com muito interesse os artigos da série “Infertilidade, os métodos de tratamento, as questões envolvidas” (22 de setembro de 2004). É bom saber que Jeová dá muito valor à vida humana. Um exame objetivo das questões envolvidas ajuda a pessoa a ter ainda mais confiança nele. Muitas pessoas no território de nossa congregação gostaram de receber essa revista.

V. P., Rússia

Logo depois de nosso casamento, eu e meu marido tentamos ter filhos. Agora, depois de passados anos, enfrentamos as questões descritas nessa série de artigos. É realmente animador saber que Jeová provê alimento no tempo apropriado. Foi — e ainda é — muito triste saber que não podemos ter um filho. Mas, por meio de pesquisas e desse artigo, fui ajudada a encontrar consolo sabendo que não somos os únicos. Consideramos uma verdadeira bênção podermos devotar nosso tempo para servir a Jeová plenamente.

T. O., Estados Unidos

Vitiligo Sou-lhes muito grata pelo artigo “O que é vitiligo?” (22 de setembro de 2004). Faz cinco anos que tenho essa doença. Mas tenho podido suportá-la melhor desde que publicaram esse artigo. Sinto-me feliz de pertencer a uma organização cristã que se importa muito com cada um de nós!

C. H., Alemanha

Conviver com vitiligo é mental e emocionalmente difícil, para dizer o mínimo. Jeová nos está ensinando a mostrar mais sensibilidade uns para com os outros. Aguardo ansiosamente o tempo em que terei de novo a minha cor natural.

B. W., Estados Unidos

Sofro de vitiligo por 25 anos. Saber que outros padecem do mesmo sofrimento emocional que eu enfrento é para mim um grande consolo. Muitos estão mal informados sobre essa doença, mas com esse artigo podem chegar a entendê-la bem. Muito obrigado por abordarem esse assunto!

K. S., Japão

Tenho esse problema há quase 30 anos. Quando criança, meus colegas caçoavam de mim por causa de minha aparência. Aprendi a conviver com a doença. Assim como Sibongile, decidi animar outros com a promessa bíblica de que Jeová eliminará em breve todos os problemas de saúde e as ansiedades resultantes que causam tanto sofrimento.

J. M., República Tcheca

Minha filha de 19 anos tem essa doença. Ninguém sabe quantas lágrimas ela derramou nem quantas vezes orou a Jeová a respeito disso. Ela ama a Jeová e recentemente se tornou evangelizadora por tempo integral. Agradecemos-lhes a publicação de artigos como esse, pois ajudam-nos a sentir que Jeová se importa conosco.

S. S., Japão

Sou evangelizadora por tempo integral. Não consigo explicar como me sinto quando as pessoas ficam olhando para mim e quando outros hesitam em me dar um aperto de mão ou um abraço por causa da minha descoloração. Esse artigo escrito com amor e exatidão me deu muito consolo. Obrigada por ajudarem outros a entender que nossa condição de saúde não é contagiosa e por nos mostrarem que Jeová se importa conosco.

C. S., Estados Unidos