Pular para conteúdo

Pular para sumário

O impressionante calendário maia

O impressionante calendário maia

 O impressionante calendário maia

Do redator de Despertai! no México

Para a antiga civilização maia, * registrar a passagem do tempo tinha muita importância. Suas crenças de que os eventos ocorreriam novamente em determinado ciclo refletiam-se em seus calendários.

O calendário tzolkin (contagem dos dias), conforme denominado por alguns estudiosos, consistia num ciclo dividido em 13 períodos que totalizavam 260 dias. Os períodos duravam 20 dias, tendo cada dia seu próprio nome. O calendário tzolkin era usado como base para ritos cerimoniais religiosos e para adivinhação.

Simultaneamente ao calendário religioso, usava-se também o calendário civil, ou haab. Era um calendário solar de 365 dias, dividido em 19 meses, dos quais 18 tinham 20 dias e 1 tinha apenas 5 dias, perfazendo 365. A agricultura e a vida diária eram baseadas nesse calendário solar. Os engenhosos maias combinaram ambos os calendários no que os pesquisadores chamam de calendário cíclico, produzindo assim datas dos elementos de cada calendário. Demorava 52 anos para esse enorme ciclo de dias repetir-se. *

Não foi encontrado nenhum artefato que represente o calendário maia completo. Estudiosos entenderam o sistema calendar decifrando os poucos livros maias que restam e estudando hieróglifos em estelas e monumentos maias.

Depois de séculos de pesquisas, o calendário maia ainda fascina os especialistas. Tinha características complexas, como ajustes para a duração do ano solar e mapas extremamente precisos das fases da lua e dos ciclos planetários. Tudo isso habilmente calculado pelos antigos maias, que registravam a passagem do tempo com exatidão.

[Nota(s) de rodapé]

^ parágrafo 3 Veja o artigo “Os maias: o passado e o presente”, na Despertai! de 8 de setembro de 2001.

^ parágrafo 5 Além disso, os maias usavam a chamada Conta Longa, que era um registro contínuo de dias a partir de uma antiga data inicial.

[Diagrama/Fotos na página 31]

(Para o texto formatado, veja a publicação)

Tzolkin Haab

6 caban 5 pop

Na estela acima, a data em destaque é 6 “caban” 5 “pop” e corresponde a 6 de fevereiro de 752 EC

[Diagrama/Fotos na página 31]

(Para o texto formatado, veja a publicação)

0 1 5

Os maias usavam em conjunto os três símbolos acima para representar os números

0 1 2 3 4

5 6 7 8 9

10 11 12 13 14

15 16 17 18 19

Em vez de sete dias terem nomes específicos, o calendário tzolkin dava nome para cada um dos 20 dias do período. Abaixo, alguns símbolos

Alguns símbolos (hieróglifos) dos 19 meses do calendário haab

[Créditos da foto na página 31]

Acima à direita e destaque: HIP/Art Resource, NY; hieróglifos: An Introduction to the Study of the Maya Hieroglyphs/Sylvanus Griswold Morlay/Dover Publications