Pular para conteúdo

Pular para sumário

O meio ambiente tem seu valor

O meio ambiente tem seu valor

 O meio ambiente tem seu valor

Cientistas e economistas participaram recentemente de um estudo sobre cinco habitats convertidos para fins comerciais e outros: na Malásia, uma floresta tropical desmatada para intensa extração de madeira; em Camarões, uma floresta tropical que deu lugar a plantações de dendezeiros e seringueiras; na Tailândia, um manguezal que virou fazenda de criação de camarões; no Canadá, um pântano de água doce drenado e usado para agricultura; nas Filipinas, um recife de coral pulverizado pela pesca com dinamite.

Os pesquisadores descobriram fatos surpreendentes. Para a comunidade, em longo prazo, teria sido 14% a 75% mais vantajoso em sentido econômico que os cinco habitats tivessem sido deixados no estado natural. Na verdade, um ecossistema perde, em média, metade do seu valor em resultado da intervenção do homem e o custo anual da conversão ambiental é de 250 bilhões de dólares. Por outro lado, conservar os ecossistemas no estado natural custaria apenas 45 bilhões de dólares. Os pesquisadores dizem que os “bens e serviços” — o retorno recebido na forma de alimentos, água, ar, abrigo, combustível, roupa, medicamentos e proteção contra tempestades e enchentes — valem pelo menos 4,4 trilhões de dólares, uma relação custo—benefício de 1 para 100, relatou o jornal londrino The Guardian. O Dr. Andrew Balmford, da Universidade de Cambridge, Inglaterra, responsável pelo estudo, disse: “Os números são gritantes. Nós esperávamos que as cifras favorecessem a conservação, mas não a esse ponto.”

É lamentável que, mesmo depois da Cúpula da Terra em 1992, no Rio de Janeiro, 11,4% do meio ambiente da Terra tenha sido convertido, principalmente devido à desinformação sobre o prejuízo gerado e visando o ganho financeiro em curto prazo. Passados dez anos, realizou-se em Johanesburgo a Cúpula Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável, mas não foram apresentadas soluções definidas para resolver o dilema. O Dr. Balmford expressou a sua preocupação ao dizer: “Um terço da natureza virgem do mundo já se perdeu desde a minha infância, quando ouvi pela primeira vez a palavra ‘conservação’. E isso me tira o sono à noite.”

As pessoas que lêem a Bíblia confiam na promessa registrada em Revelação (Apocalipse) 11:18, onde o Criador diz que logo ‘arruinará os que arruínam a Terra’. Os ecossistemas do planeta serão então restaurados para o benefício eterno da humanidade.