Pular para conteúdo

Pular para sumário

Como encontrar tempo para fazer o dever de casa?

Como encontrar tempo para fazer o dever de casa?

 Os Jovens Perguntam . . .

Como encontrar tempo para fazer o dever de casa?

“Faço o último ano do ensino médio e estou superestressada. . . . Tenho tantos projetos e apresentações para fazer que a situação está ficando crítica. Não dá tempo para fazer tudo.” — Uma jovem de 18 anos.

VOCÊ fica desanimado com a pilha de deveres que traz da escola depois das aulas? Se a resposta for sim, você não é o único. “As escolas em todo o país estão abarrotando os alunos com deveres de casa com o objetivo de elevar o nível escolar — e os resultados dos testes padronizados, utilizados para fins de classificação”, diz um relatório norte-americano. “Alunos do ensino médio de algumas regiões do país comentam que gastam mais de três horas por noite com deveres escolares. Certo estudo da Universidade de Michigan sugere que crianças pequenas atualmente têm de fazer três vezes mais deveres do que as crianças faziam 20 anos atrás.”

Ter muitos deveres escolares não é exclusividade dos alunos norte-americanos. Por exemplo, ao passo que cerca de 30% dos jovens de 13 anos nos Estados Unidos declararam que fazem mais de duas horas de deveres por dia, em Taiwan e na Coréia esse número sobe para 40% e, na França, para mais de 50%. “Fico muito estressada quando vejo aumentar a pilha dos meus deveres”, suspira Katie, uma universitária norte-americana. Seus sentimentos são compartilhados por Marilyn e Belinda, que freqüentam a escola em Marselha, França. “É comum gastarmos duas horas ou mais por noite em deveres da escola”, comenta Marilyn. “Quando a gente tem outras responsabilidades, fica difícil arranjar tempo.”

Onde arranjar tempo?

Não seria bom se você pudesse acrescentar algumas horas ao dia para dar conta dos deveres de casa e de todas as outras obrigações? Na verdade, você poderá fazer algo parecido se aplicar o que diz o princípio bíblico encontrado em Efésios 5:15, 16: “Mantende estrita vigilância para não andardes como néscios, mas como sábios, comprando para vós todo o tempo oportuno, porque os dias são iníquos.” Embora o autor dessas palavras, quando as escreveu, não estivesse pensando em deveres de casa, os princípios podem ser aplicados ao dia-a-dia. Quando se compra alguma coisa, é preciso dar algo em troca. A idéia aqui é que se quiser arranjar tempo para estudar, você terá de desistir de fazer alguma coisa. Mas o quê?

“Elabore uma lista do que você precisa fazer primeiro”, recomenda a jovem Jillian. Em outras palavras, estabeleça prioridades. As reuniões cristãs e os assuntos espirituais devem estar no topo dessa lista. E não se esqueça das responsabilidades familiares, domésticas e, é claro, do dever de casa.

A seguir, experimente fazer, durante uma semana, um registro de como você realmente gasta  o tempo. Poderá ficar surpreso com certas descobertas. Quanto tempo gasta vendo TV? com a internet? o cinema? o telefone? visitando amigos? Agora compare o registro com sua lista de prioridades. Talvez lhe baste analisar o tempo que você gasta com a TV, com o telefone e a internet para descobrir que pode mesmo comprar bastante tempo!

As coisas principais primeiro

Isso não significa que você precisa jogar fora sua TV ou se tornar um eremita. Talvez seja necessário estabelecer a regra: “as coisas principais primeiro”. Um versículo da Bíblia que pode ser aplicado é: ‘Certifiquem-se das coisas mais importantes.’ (Filipenses 1:10) Por exemplo, visto que sua educação é importante, poderá criar a regra de que não vai ligar a TV até que tenha terminado as tarefas domésticas, preparado as reuniões cristãs e feito os deveres escolares. É verdade que perder o programa de TV favorito pode ser terrível. Mas, admita, quantas vezes você se sentou para ver apenas o seu programa favorito de TV e acabou passando a noite inteira em frente da TV — não fazendo absolutamente mais nada?

Por outro lado, você precisa dar a devida importância às reuniões cristãs. Se você souber, por exemplo, que está agendada uma prova ou a apresentação de um trabalho numa data específica, por que não começa a estudar com bastante antecedência para que isso não o impeça de ir às reuniões? Ou então, tente conversar com o professor sobre sua situação e diga-lhe que apreciaria muito se fosse notificado com certa antecedência de apresentações de trabalhos que poderiam coincidir com os dias das reuniões. Alguns professores podem estar dispostos a cooperar.

Outro princípio prático pode ser aprendido do relato bíblico sobre uma amiga de Jesus chamada Marta, que era uma pessoa muito ocupada e diligente, mas não estabelecia prioridades corretas na vida. Certa ocasião, ela estava se desgastando com o preparo duma refeição provavelmente muito requintada para Jesus. Sua irmã Maria, por outro lado, estava escutando a Jesus e não a ajudou. Quando Marta reclamou disso, Jesus disse a ela: “Marta, Marta, estás ansiosa e perturbada com muitas coisas. Poucas coisas, porém, são necessárias, ou apenas uma. Maria, por sua parte, escolheu a boa porção, e esta não lhe será tirada.” — Lucas 10:41, 42.

O que aprendemos disso? Mantenha as coisas simples. Como aplicaria esse princípio em sua vida? Bem, será que você está ‘preocupado e ansioso com muitas coisas’, talvez tentando fazer os deveres de casa e trabalhando meio período, tudo ao mesmo tempo? Caso tenha um emprego, sua família precisa mesmo do dinheiro? Ou é o caso de você apenas gostar de ter um pouco mais de dinheiro para poder comprar coisas que deseja, mas não necessariamente precisa?

Por exemplo, em alguns países os jovens ficam ansiosos para comprar seu próprio carro. A conselheira para o ensino médio Karen Turner explica que “faz-se uma enorme pressão sobre os jovens para que eles tenham ou ganhem dinheiro porque sai caro manter um veículo”. Turner, no entanto, conclui: “Torna-se um obstáculo tentar assumir muitas responsabilidades, como atividades extracurriculares, trabalho e uma pesada carga acadêmica. Daí o aluno se sente sobrecarregado.” Por que se sobrecarregar se não for necessário? Se o que sofre são suas atividades escolares, então talvez tenha de diminuir as horas de trabalho ou até mesmo parar de trabalhar.

‘Compre’ tempo na escola

Além de tentar arranjar tempo depois das aulas, pense em como você pode administrar melhor o tempo quando está na escola. “Procuro fazer os meus deveres, tanto quanto possível, durante o horário escolar”, comenta Josué. “Dessa forma, posso consultar o professor se houver algo que não entendi na aula daquele dia.”

Outra coisa a ser considerada é tentar diminuir a carga horária, se isso for possível. Talvez possa também descontinuar algumas atividades extracurriculares do curso que está fazendo. Você poderá arranjar mais tempo para estudar se conseguir fazer ajustes nessas áreas.

 Use o tempo de maneira mais eficaz

Muito bem, você fez sacrifícios e ajustes, e agora tem um pouquinho mais de tempo para seus deveres escolares. Vai usá-lo de maneira eficaz? Se conseguir fazer 50% a mais de seus deveres com a mesma quantidade de tempo, não é isso tão bom quanto arranjar mais 50% de tempo? Veja então as seguintes sugestões para aprimorar sua eficiência.

Programe-se. Antes de começar, considere: Que matérias devo estudar primeiro? Quanto tempo devo gastar em cada matéria? Que material — livros, papel, canetas, calculadora — será necessário?

Encontre um local. O ideal é um lugar sem distrações. “Se você tiver uma escrivaninha, use-a”, comenta a jovem Elyse. “O fato de estar sentado e não deitado na cama o ajuda a se concentrar.” Caso não tenha seu próprio quarto, talvez seus irmãos e irmãs estejam dispostos a lhe conceder algum tempo sem distrações para fazer seus deveres. Já pensou também em usar um parque ou uma biblioteca pública? Caso tenha um quarto só para você, não use mal o tempo reservado para estudo ligando a TV ou ouvindo música.

Faça pausas. Se sentir que está perdendo a concentração depois de certo tempo, fazer uma breve pausa poderá ser de ajuda.

Não deixe para depois! “Vivo adiando as coisas”, diz Katie, mencionada acima. “Simplesmente não consigo começar a fazer os deveres com antecedência; acabo deixando tudo para a última hora.” Você conseguirá fazer os deveres e não os deixar para depois se tiver uma programação definida e se apegar a ela.

Os deveres escolares são importantes, mas conforme Jesus declarou a Marta, os empenhos mais importantes — “a boa porção” — são os espirituais. Não deixe que os deveres escolares atrapalhem as atividades mais importantes, como a leitura da Bíblia, a participação no ministério e a assistência às reuniões cristãs. Essas são as coisas que enriquecerão sua vida para sempre! — Salmo 1:1, 2; Hebreus 10:24, 25.

[Fotos na página 15]

Envolver-se em muitas atividades pode lhe dificultar arranjar tempo para os deveres escolares

[Foto na página 15]

A boa programação poderá ajudá-lo a arranjar mais tempo para os deveres escolares