Pular para conteúdo

Pular para sumário

De Nossos Leitores

De Nossos Leitores

 De Nossos Leitores

Namorar cedo. Gostaria de agradecer pelo artigo “Os Jovens Perguntam . . . O que há de mal em namorar cedo?” (22 de dezembro de 2001). Outro dia, estava fazendo essa mesma pergunta para minha mãe: ‘Afinal, o que há de errado em namorar?’ Eu sabia a resposta, mas precisava dum argumento que me deixasse mais convencida disso. Quando li o artigo, senti como se Jeová estivesse lendo meus pensamentos. Esse artigo fortaleceu minha decisão de não namorar até que esteja pronta para me casar. É impressionante como seus artigos chegam sempre na hora certa! Mais uma vez, muito obrigada.

L. F., Estados Unidos

Li o artigo de imediato e foi muito encorajador. Estou no primeiro ano do ensino médio e a pressão é bem grande. Quase todas as minhas colegas de escola têm namorado e estão sempre comentando por eu não ter um. Por isso, esse artigo é muito apropriado! Artigos como esse nos ajudam a deixar bem claro na mente os sólidos conselhos da Bíblia.

J. R., Finlândia

Tenho 16 anos e o desejo de sair com alguém do sexo oposto — só para ser apreciada ou notada — é forte. No entanto, andei pensando muito nisso e entendi que é importante adquirir madureza antes de namorar. Isso nos ajudará a evitar perigos e a não assumir responsabilidades para as quais não estamos preparados.

A. G., Itália

Tenho 16 anos. Esse artigo veio na hora certa para mim e para meus amigos. A gente se reuniu para lê-lo e percebemos que há perigos em namorar cedo. O artigo também nos ajudou a entender o verdadeiro significado do namoro e o conceito da Bíblia sobre esse assunto. A conclusão me fez perceber que se eu esperar para namorar poderei me desenvolver espiritualmente e usar a “flor da juventude” para isso. — 1 Coríntios 7:36.

R. L. W., Estados Unidos

Biografia. Achei que devia escrever para contar-lhes o quanto gostei do artigo intitulado “Fortalecida pela confiança em Deus” (22 de dezembro de 2001). A experiência de Rachel Sacksioni-Levee ilustra como Jeová Deus ampara seus servos em suas provações. À medida que a situação do mundo piora cada vez mais, experiências como essa nos ajudam a continuar fazendo a vontade de Deus apesar das provações.

J. F., Grã-Bretanha

Artrite. Muito obrigada pelos artigos sobre artrite (8 de dezembro de 2001). Tenho 19 anos e soube que tinha artrite aos oito. A dor que sinto é constante e em alguns dias ela é mais forte. Minha fonte de consolo é a esperança de vida no novo mundo de Deus, quando ficaremos livres de todas as doenças debilitantes. Até que esse dia chegue, estou confiante de que ele me dará a força necessária para poder agüentar as dores resultantes da doença.

M. R., Brasil

As informações desses artigos foram muito interessantes. Tenho 28 anos e, nos últimos três, venho sofrendo de um caso raro de artrite. Mas com a esperança apresentada nesses artigos, me sinto capaz de seguir em frente, servindo a Jeová.

M. U., Itália

Obrigada pelos artigos sobre artrite. Gostaria que o Reino de Deus viesse o mais rápido possível para eu poder ‘escalar como o veado’. (Isaías 35:6) Tenho sete anos e sofro de artrite reumatóide nos joelhos.

E. I., Grécia