Pular para conteúdo

Pular para sumário

Os terremotos e as profecias bíblicas

Os terremotos e as profecias bíblicas

 Os terremotos e as profecias bíblicas

ANTES de sua morte, Jesus predisse eventos e condições que assinalariam o início da “terminação do sistema de coisas”. Segundo disse, seria um período marcado por pestilências, escassez de alimentos e guerras em grande escala. Ele também mencionou “grandes terremotos” que ocorreriam “num lugar após outro”. (Mateus 24:3, 7; Lucas 21:10, 11) Será que Jesus se referia aos nossos dias?

Muitos dizem que não, alegando que não houve um significativo aumento no número de terremotos nas últimas décadas. O Centro Nacional de Informações sobre Terremotos, dos EUA, diz que a incidência de terremotos com magnitude igual ou superior a 7,0 permaneceu “praticamente constante” no decorrer do século 20. *

Mas observe que o cumprimento das profecias de Jesus não requer necessariamente um aumento no número ou na intensidade dos terremotos. Jesus disse apenas que haveria grandes terremotos num lugar após outro. E também que esses eventos marcariam o “princípio das dores de aflição”. (Mateus 24:8) A aflição é medida, não pelo número de terremotos nem pelo seu grau na escala de Richter, mas pelo modo como as pessoas são afetadas.

Os terremotos de fato têm causado muita aflição em nossos dias. No século 20, eles deixaram um rastro de milhões de mortos e desabrigados. Segundo especialistas, muitas dessas mortes poderiam ter sido evitadas. “Em países em desenvolvimento”, diz a BBC News, “a rápida urbanização cria uma demanda de construção rápida de moradias baratas, e os regulamentos de construção muitas vezes são desconsiderados”. Comentando duas tragédias recentes, Ben Wisner, especialista em desastres urbanos, declarou: “Não foram os terremotos que mataram as pessoas. Foi uma combinação de fatores humanos como erro, indiferença, corrupção e ganância.”

Sem dúvida, às vezes os elementos mais letais num terremoto são o egoísmo e a negligência. Note que essas características são destacadas em outra profecia bíblica sobre os “últimos dias” deste sistema. Nesse tempo, diz a Bíblia, as pessoas seriam ‘egoístas, avarentas’ e ‘duras’. (2 Timóteo 3:1-5, Bíblia na Linguagem de Hoje) Essa profecia e o que Jesus disse sobre a terminação do sistema de coisas provam que estamos perto do tempo em que Deus livrará a humanidade de tudo o que causa dor e sofrimento — inclusive os grandes terremotos. — Salmo 37:11.

Gostaria de saber mais sobre essa esperança bíblica? Contate as Testemunhas de Jeová na sua comunidade, ou escreva ao endereço apropriado na página 5.

[Nota(s) de rodapé]

^ parágrafo 3 Alguns acham que quaisquer relatórios de aumento de sismos se devem simplesmente aos avanços tecnológicos, que permitem a detecção de um maior número deles.