Pular para conteúdo

Pular para sumário

Quem é Miguel, o arcanjo?

Quem é Miguel, o arcanjo?

 O Conceito da Bíblia

Quem é Miguel, o arcanjo?

DE ACORDO com a Bíblia, há milhões de criaturas angélicas que habitam o domínio espiritual. (Daniel 7:9, 10; Revelação [Apocalipse] 5:11) Do início ao fim, as Escrituras fazem centenas de referências aos anjos que permanecem leais a Deus. Mas apenas duas dessas criaturas espirituais são mencionadas por nome. Uma é o anjo Gabriel, que comunicou pessoalmente mensagens de Deus a três pessoas, em um período de cerca de 600 anos. (Daniel 9:20-22; Lucas 1:8-19, 26-28) O outro anjo mencionado por nome na Bíblia é Miguel.

Obviamente, Miguel é um anjo de destaque. Por exemplo, no livro de Daniel, faz-se uma descrição de Miguel lutando contra demônios perversos, a favor do povo de Jeová. (Daniel 10:13; 12:1) Na carta inspirada de Judas, Miguel enfrenta Satanás em uma disputa sobre o corpo de Moisés. (Judas 9) O livro de Revelação mostra que Miguel guerreia contra Satanás e seus demônios, lançando-os fora do céu. (Revelação 12:7-9) Nenhum outro anjo é retratado com tão grande poder e autoridade sobre os inimigos de Deus. É natural, portanto, que a Bíblia se refira apropriadamente a Miguel como “o arcanjo”. O prefixo “arc” (ou arqu[e/i]-) significa “o chefe”, ou “o principal”.

Quem é Miguel?

As religiões da cristandade, bem como o judaísmo e o islamismo, têm idéias divergentes quando o assunto são anjos. Algumas explanações são vagas. Por exemplo, The Anchor Bible Dictionary declara: “Pode haver um único anjo superior e/ou um grupo pequeno de arcanjos (em geral quatro ou sete).” De acordo com The Imperial Bible-Dictionary (Dicionário Bíblico Imperial), Miguel é o “nome de um ser sobre-humano, a respeito de quem tem havido, em geral, duas opiniões divergentes: ou ele é o Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus, ou é um dos chamados sete arcanjos”.

Segundo a tradição judaica, esses sete arcanjos são: Gabriel, Jeremiel, Miguel, Raguel,  Rafael, Sariel e Uriel. O islamismo, porém, acredita em quatro arcanjos: Jibril, Mical, Izrail e Israfil. O catolicismo também acredita em quatro arcanjos: Miguel, Gabriel, Rafael e Uriel. E a Bíblia, o que diz? Existem vários arcanjos?

A resposta da Bíblia

Além de Miguel, nenhum outro arcanjo é mencionado na Bíblia. As Escrituras não usam o termo “arcanjo” no plural. A Bíblia descreve Miguel como o arcanjo, indicando que somente ele tem essa designação. Assim, é razoável concluir que Jeová Deus delegou a uma, e somente uma, de suas criaturas celestiais plena autoridade sobre todos os outros anjos.

Além do próprio Criador, fala-se de apenas uma pessoa fiel que tem anjos em sujeição — Jesus Cristo. (Mateus 13:41; 16:27; 24:31) O apóstolo Paulo fez menção específica do “Senhor Jesus” e “seus anjos poderosos”. (2 Tessalonicenses 1:7) E Pedro descreveu o ressuscitado Jesus, ao dizer: “Ele está à direita de Deus, pois foi para o céu; e foram-lhe sujeitos anjos, e autoridades, e poderes.” — 1 Pedro 3:22.

Embora não haja nenhuma declaração na Bíblia que identifique categoricamente Miguel, o arcanjo, como Jesus, há um versículo que faz ligação de Jesus com o cargo oficial de arcanjo. Em sua carta aos tessalonicenses, o apóstolo Paulo profetizou: “O próprio Senhor descerá do céu com uma chamada dominante, com voz de arcanjo e com a trombeta de Deus, e os que estão mortos em união com Cristo se levantarão primeiro.” (1 Tessalonicenses 4:16) Nesse versículo, Jesus é descrito como tendo assumido o poder qual Rei messiânico de Deus. Mas ele fala “com voz de arcanjo”. Observe também que ele tem o poder para levantar os mortos.

Quando esteve na Terra como humano, Jesus ressuscitou várias pessoas. Ao fazer isso, ele usou a voz para pronunciar chamadas dominantes. Por exemplo, quando ressuscitou o filho de uma viúva da cidade de Naim, ele disse: “Jovem, eu te digo: Levanta-te!” (Lucas 7:14, 15) Mais tarde, antes de ressuscitar seu amigo Lázaro, Jesus “clamou com voz alta: ‘Lázaro, vem para fora!’”. ( João 11:43) Mas nessas ocasiões, a voz de Jesus era a de um homem perfeito.

Depois de sua própria ressurreição, Jesus foi enaltecido “a uma posição superior” no céu, como criatura espiritual. (Filipenses 2:9) Não sendo mais humano, ele tem a voz de arcanjo. Portanto, quando a trombeta de Deus soou a chamada para ‘os que estavam mortos em união com Cristo’ serem levantados e levados para o céu, Jesus emitiu “uma chamada dominante”, desta vez “com voz de arcanjo”. É razoável concluir que somente um arcanjo chamaria “com voz de arcanjo”.

Há outras criaturas angélicas de ordem superior, como os serafins e os querubins. (Gênesis 3:24; Isaías 6:2) Mas as Escrituras apontam para o ressuscitado Jesus Cristo como o mais importante de todos os anjos — Miguel, o arcanjo.