Pular para conteúdo

Pular para sumário

De Nossos Leitores

De Nossos Leitores

 De Nossos Leitores

Desemprego. Gostaria que soubessem que o artigo “O que aconteceu com as ‘carreiras vitalícias’?” (8 de outubro de 2000) me encorajou muito. Foram excelentes as dicas de como se preparar para um enxugamento e como sobreviver ao desemprego. Agora eu me sinto mais tranqüila para a entrevista de emprego a que vou comparecer.

F. W., Estados Unidos

Farmácia chinesa. Eu tenho minhas reservas sobre a teoria por trás do tratamento alternativo descrito no artigo “Visita a uma farmácia chinesa”. (8 de novembro de 2000) Não tenho objeção ao uso de ervas. Mas não acham que há mais envolvido na doutrina do yin e yang do que o princípio do quente e frio? Vocês generalizaram demais uma doutrina que tem raízes no ocultismo e na religião falsa. Não acham que sua origem a torna perigosa?

V. A., Estados Unidos

É verdade que no Oriente o princípio do “yin” e “yang” é aplicado a muitas áreas, incluindo a adivinhação. Mas isso não impede que seja usada de outras maneiras que não sejam proibidas pelas Escrituras, como no caso de se fazer um diagnóstico médico. Assim, fica a critério de cada cristão usar ou não terapias baseadas nesse princípio. — RED.

Problemas das crianças. A série “Os problemas das crianças serão solucionados em breve!” me comoveu muito. (8 de dezembro de 2000) Tenho tristes lembranças da minha infância. Minha mãe bebia e me maltratava quase todo dia. Com o tempo, caí em depressão e muitas vezes queria morrer. Os artigos me lembraram da importância do vínculo entre pais e filhos. Agora sei que Jeová me ama e estou procurando ser mais compreensiva com minha mãe, que passou por experiências similares na infância.

U. P., República da Coréia

Sou uma professora originária da Argentina. Acho que seria maravilhoso se todos os pais e professores colocassem em prática os conselhos dessa revista, e também da Bíblia, tão citada por vocês.

F. S., Espanha

Ira. Li o item “Ira versus coração”, na seção “Observando o Mundo”. (8 de dezembro de 2000) É exatamente assim como vocês dizem. Tenho um problema cardíaco e com freqüência fico cansada e me sinto mal. É um desafio ir à escola porque tenho de evitar aborrecimentos. Mas, graças a Jeová Deus, tenho conseguido remover a ira da minha vida.

A. F., Estados Unidos

Problemas da próstata. O recente artigo “Como lidar com problemas da próstata” (8 de dezembro de 2000) foi muito apreciado. Mas não houve nenhuma menção da radioterapia com sementes. Ultimamente, as principais revistas americanas têm falado sobre essa terapia que tem baixo índice de efeitos colaterais.

H. Z., Estados Unidos

Agradecemos por informar os leitores sobre esse tratamento. Os relatórios indicam que a terapia com sementes radioativas (braquiterapia) é menos agressiva para o paciente do que a cirurgia tradicional e que em alguns casos pode ser igualmente eficaz. Mas vai demorar algum tempo para que os médicos conheçam os seus efeitos em longo prazo. No ínterim, os pacientes devem ser plenamente esclarecidos sobre suas opções antes de fazer uma escolha. — RED.

Yellowstone. Meus parabéns pelo artigo “Yellowstone: encontro de águas, rochas e fogo”. (8 de dezembro de 2000) No ano passado, eu e minha esposa tivemos a satisfação de trabalhar nesse parque. Ela trabalhou num banco de dados de pesquisa e eu fiz o levantamento topográfico de terras inundáveis. Assim, quando esse artigo foi publicado, ficamos muito emocionados e o lemos imediatamente. Excelente trabalho! Vocês souberam escolher as fotos e a matéria estava impecável. Todas as informações estavam exatas. Mas nada como uma visita para apreciar plenamente esse lugar. Tudo ali é belo.

D. S., Estados Unidos