Pular para conteúdo

Pular para sumário

Como escolher um tratamento de saúde

Como escolher um tratamento de saúde

 Como escolher um tratamento de saúde

NO SEU livro sobre medicina alternativa, o Dr. Isadore Rosenfeld salientou o seguinte ponto: “Se escolhermos um grupo de pessoas ao acaso e lhes assegurarmos que um procedimento ou intervenção médica qualquer vai ‘funcionar’, é possível que até metade delas realmente sinta melhoras.”

Isso é chamado de efeito placebo, o que significa que até uma pílula de açúcar pode dar resultado se a pessoa acreditar que dará. O efeito placebo pode aliviar sintomas subjetivos, incluindo dor, náuseas, fadiga, tontura, ansiedade e depressão. O que esse fato revela?

Primeiro, mostra que em muitos casos confiar no tratamento é um fator  importante para haver melhora. Ao mesmo tempo, é prudente verificar se o tratamento está atacando a raiz do problema ou apenas os sintomas. Pode-se fazer isso medindo os efeitos do tratamento de forma objetiva, por exames de laboratório e raios X, por exemplo.

O que mais a pessoa pode fazer para escolher o melhor tratamento médico?

Passos importantes

É sensato pesquisar antes de tomar uma decisão. Faça perguntas. Que resultados se pode esperar? Quais são as vantagens, as desvantagens, o custo e a duração do tratamento? Fale com pessoas que receberam o mesmo tratamento. Pergunte-lhes se ajudou. Mas lembre-se de que evidências baseadas em relatos pessoais podem ser enganosas.

Não é aconselhável recorrer a terapias não-convencionais que incentivem a pessoa a descontinuar um tratamento que tem um histórico de sucesso, mesmo que a taxa de êxito da terapia convencional seja limitada. Uma matéria de The New England Journal of Medicine mencionou evidências dos perigos que isso pode trazer. A revista descreveu o desenvolvimento do câncer em dois pacientes jovens que recusaram terapias convencionais enquanto usavam remédios alternativos. Um dos pacientes morreu.

É importante que pessoas com doenças crônicas ou potencialmente fatais se lembrem de que podem ser alvos fáceis para charlatães que promovem terapias fraudulentas. Cuidado com produtos que prometem curar todo tipo de doença! Um exemplo recente foi o de uma nova vitamina que, diziam, havia “ajudado a combater desde problemas respiratórios e falta de força a doenças potencialmente fatais”. Uma análise da “vitamina” revelou que não passava de água salgada.

Sem dúvida, algumas formas de terapia alternativa ajudam a promover a boa saúde. Mas tenha expectativas realistas. É bom se concentrar em ingerir alimentos nutritivos, dormir e se exercitar o suficiente, e ter cuidado com o tipo de tratamento médico que escolhe.

No futuro, todos terão saúde

É óbvio que nenhuma terapia humana pode acabar com toda doença e com a morte. Isso se dá porque herdamos essas coisas de nosso primeiro pai, Adão. (Jó 14:4; Salmo 51:5; Romanos 5:12) Muitos tratamentos médicos, de todo tipo, ajudam, mas são apenas paliativos que podem prolongar a vida e torná-la mais agradável durante um certo tempo. Porém, os problemas de saúde serão solucionados e milhões de pessoas já descobriram isso.

A cura virá da parte do nosso Criador, Jeová Deus, o Grandioso Médico. Se exercermos fé nele e utilizarmos os méritos do sacrifício resgatador do seu Filho, Jesus Cristo, poderemos desfrutar de saúde perfeita e vida eterna num mundo livre de doenças. (Mateus 20:28) A Bíblia promete que, no novo mundo, “nenhum residente dirá: ‘Estou doente.’ ” — Isaías 33:24.

[Destaque na página 12]

Milhões de pessoas descobriram a única esperança segura de se ter saúde perfeita