Pular para conteúdo

Pular para sumário

‘Nosso mundo seria diferente’

‘Nosso mundo seria diferente’

 ‘Nosso mundo seria diferente’

A tentativa de cancelar o congresso das Testemunhas de Jeová em Moscou, em agosto do ano passado, gerou grande repercussão. (Veja as páginas 27 e 28 para obter detalhes.) Andrei Zolotov Jr. escreveu no jornal The Moscow Times de 21 de agosto de 1999: “Vladimir Kozyrev, sub-diretor do centro esportivo, disse que a administração não tem nada contra a realização do congresso das Testemunhas de Jeová, e que não sabe de onde vem a ordem [para cancelá-lo].”

Um leitor, cuja carta foi publicada uma semana mais tarde no mesmo jornal, elogiou o jornal por ter publicado um artigo “totalmente imparcial” e disse que “merecia toda a atenção dos leitores”. Ele observou: “A sua história sobre as tremendas dificuldades que as Testemunhas de Jeová enfrentaram ao se preparar para o congresso anual [expôs o] tratamento injusto que lhes foi dispensado.”

O escritor da carta ainda acrescentou que as Testemunhas de Jeová “são muito conhecidas no mundo (e agora também na Rússia) . . . Elas têm a reputação de serem muito gentis, bondosas e mansas, muito acessíveis, de não pressionarem outros, de serem pacíficas nos relacionamentos, independentemente da crença religiosa destes, quer cristãos ortodoxos, quer muçulmanos quer budistas. Não aceitam subornos, não são beberrões, nem viciados em drogas, pela simples razão de que em tudo que fazem ou dizem se esforçam em se deixar guiar pelas suas convicções baseadas na Bíblia. Se todas as pessoas no mundo tentassem, nem que fosse só um pouco, viver segundo a Bíblia assim como as Testemunhas de Jeová, o nosso mundo cruel seria totalmente diferente”.

As autoridades que investigaram as Testemunhas de Jeová e que estão em contato direto com elas confirmam as palavras acima. Essas autoridades, por exemplo, deram permissão para que as Testemunhas de Jeová construíssem um lindo Salão de Assembléias em São Petersburgo, Rússia. Por ocasião da dedicação, em 18 de setembro de 1999, o salão estava lotado com uma assistência radiante de 2.257 pessoas e mais 2.228 ouviram o programa nos Salões do Reino em São Petersburgo e na congênere das Testemunhas de Jeová, no vilarejo próximo de Solnechnoye.