Pular para conteúdo

Pular para sumário

As vítimas inocentes da guerra

As vítimas inocentes da guerra

 As vítimas inocentes da guerra

“AS GUERRAS de hoje são diferentes das do passado . . . As vítimas são principalmente civis, não soldados”, disse Perspective, um programa de rádio da ONU. Por exemplo, durante a Primeira Guerra Mundial, apenas 5% das vítimas eram civis. Mas, na Segunda Guerra Mundial, as baixas de civis aumentaram para 48%. E hoje, prosseguiu a rádio, “quase todas as vítimas das guerras são civis — 90% — sendo a maioria mulheres, crianças e idosos”.

Segundo Olara Otunnu, Representante Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas para Crianças e Conflitos Armados, “uns dois milhões de crianças foram mortas em situações de conflito armado desde 1987”. Isso significa mais de 450 crianças vitimadas por dia nos últimos 12 anos! Além disso, no mesmo período, mais de seis milhões de crianças foram gravemente feridas ou ficaram aleijadas.

Uma das maneiras de a ONU combater o crescente número de vítimas infantis, sugeriu o Sr. Otunnu, seria promover zonas de paz. “As batalhas deveriam ser proibidas em locais onde há concentração de crianças, como escolas, hospitais e playgrounds.Porém a maneira mais eficaz de a ONU garantir que os cidadãos comuns não se tornem vítimas de guerra seria “prevenir conflitos”, acrescentou o programa. De fato, para que a guerra não faça mais vítimas, é preciso que se acabe com a própria guerra. Será que isso um dia vai acontecer?

Em vista do longo registro de guerras na história da humanidade, a maioria tem razão de achar que os humanos nunca conseguirão trazer paz para toda a Terra. Mas a Palavra de Deus, a Bíblia, promete que Jeová Deus fará isso: “Ele faz cessar as guerras até a extremidade da terra.” (Salmo 46:9) Quando se dará isso? E por que podemos ter certeza de que a promessa de Deus de haver paz mundial se cumprirá? Se desejar respostas a essas perguntas, escreva aos editores desta revista, no endereço mais próximo alistado na página 5, ou dirija-se ao Salão do Reino das Testemunhas de Jeová de sua localidade. Você obterá as respostas gratuitamente, sem nenhum compromisso.

[Crédito da foto na página 31]

FOTO DA ONU 156450/J. Isaac