Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

Despertai!  |  N.° 2 2016

 AJUDA PARA A FAMÍLIA | CRIAÇÃO DE FILHOS

Como ajudar seu filho a passar pela puberdade

Como ajudar seu filho a passar pela puberdade

O DESAFIO

Parece que foi ontem que você segurou seu bebê nos braços. Agora esse bebê é um pré-adolescente. É verdade que ele ainda é uma criança, mas está para iniciar uma viagem rumo à vida adulta, chamada puberdade.

A transição para a maturidade sexual é confusa, e às vezes traumática. Como você pode ajudar seu filho ou sua filha nessa fase da vida?

O QUE VOCÊ PRECISA SABER

Não há idade definida para o início da puberdade. Ela pode começar aos oito ou aos 13 anos, ou até mais tarde. O livro Letting Go With Love and Confidence (Ensine Seu Filho com Amor e Confiança a Ser Independente) diz: “O início da puberdade normal varia muito.”

A puberdade pode causar insegurança. É comum os adolescentes se preocuparem demais com o que outros pensam sobre eles. Um jovem chamado Jean * se lembra: “Eu ficava pensando na minha aparência e nas coisas que eu fazia. Quando estava com outras pessoas, eu me perguntava se elas me achavam esquisito.” A autoestima pode diminuir ainda mais quando as espinhas aparecem. Kellie, de 17 anos, diz: “Parecia que meu rosto tinha entrado em erupção. Eu ficava chorando e me achando feia.”

Os que entram mais cedo na puberdade enfrentam outros desafios. Isso acontece principalmente com as meninas, que podem enfrentar zombaria quando os seios começam a crescer e aparecem curvas no corpo. O livro A Parent’s Guide to the Teen Years (Guia para os Pais sobre os Anos da Adolescência) diz: “Elas também correm o risco de chamar a atenção de meninos mais velhos que em geral são mais ativos sexualmente.”

Puberdade não significa maturidade. “A tolice está ligada ao coração dos jovens”, diz Provérbios 22:15, nota. A puberdade não muda isso. Um jovem pode parecer adulto, mas isso “não quer dizer que ele é capaz de tomar decisões inteligentes, se comportar de modo responsável, ter autocontrole ou [dar] outros sinais de maturidade”, diz o livro You and Your Adolescent (Você e Seu Filho Adolescente).

 O QUE VOCÊ PODE FAZER

Fale sobre a puberdade antes de ela começar. Converse com seu filho sobre as mudanças que vão acontecer, especialmente sobre a menstruação (no caso das meninas) e as ejaculações noturnas (no caso dos meninos). Algumas mudanças da puberdade ocorrem aos poucos. Mas elas começam de repente e podem ser confusas e até assustadoras. Seja positivo ao conversar sobre esses assuntos. Deixe claro que a puberdade é algo bom, que dá início a uma transformação que prepara o caminho para a vida adulta. — Princípio bíblico: Salmo 139:14.

Fale abertamente. Um jovem chamado John diz: “Quando meus pais conversaram comigo sobre esse assunto, não foram muito diretos. Teria sido melhor se eles tivessem falado sem rodeios.” Alana, de 17 anos, também pensa assim. Ela diz: “Minha mãe me ajudou a entender o que estava acontecendo com meu corpo. Mas eu queria que ela tivesse me ajudado a entender melhor minhas emoções.” O que aprendemos disso? Por mais constrangedor que seja, converse com seu filho sobre tudo o que está envolvido na puberdade. — Princípio bíblico: Atos 20:20.

Faça perguntas que incentivem seu filho a falar. Para quebrar o gelo, fale sobre o que outros estão passando na puberdade. Por exemplo, você poderia perguntar à sua filha: “Suas colegas de escola já estão falando sobre a menstruação?” “Na escola, ficam zombando das meninas que entram mais cedo na puberdade?” Para o seu filho, você poderia perguntar: “Seus colegas fazem brincadeiras com os que não se desenvolvem tão rápido quanto os outros?” Quando os adolescentes conversam sobre como outros lidam com a puberdade, pode ser mais fácil para eles falar sobre seus sentimentos. Quando fizerem isso, siga o conselho da Bíblia: ‘Esteja pronto para ouvir, mas demore para falar.’ — Tiago 1:19.

Ajude seu filho a desenvolver ‘sabedoria prática e raciocínio’. (Provérbios 3:21) A puberdade envolve mais do que mudanças físicas e emocionais. Nessa fase, seu filho adolescente também desenvolve a habilidade de raciocinar. Isso vai ajudá-lo a tomar boas decisões quando for adulto. Aproveite essa oportunidade para ensinar bons valores ao seu filho. — Princípio bíblico: Hebreus 5:14.

Não desista. Parece que muitos jovens não querem falar com os pais sobre a puberdade, mas não se engane. O livro You and Your Adolescent diz: “Alguns adolescentes dão a entender que não estão interessados no que os pais falam, que estão entediados ou constrangidos, ou se fingem de surdos. Mas talvez estejam prestando atenção em cada palavra.”

^ parágrafo 8 Os nomes neste artigo foram mudados.

Saiba mais

A SENTINELA

Preparar os adolescentes para a vida adulta

Seu filho é adolescente? Então, como você pode ajudá-lo a se tornar um adulto responsável?