Pular para conteúdo

Pular para sumário

 CAPÍTULO 60

A transfiguração é uma visão da glória de Cristo

A transfiguração é uma visão da glória de Cristo

MATEUS 16:28–17:13 MARCOS 9:1-13 LUCAS 9:27-36

  • VISÃO DA TRANSFIGURAÇÃO

  • OS APÓSTOLOS OUVEM A VOZ DE DEUS

Enquanto Jesus está ensinando as pessoas na região de Cesareia de Filipe, que fica a uns 25 quilômetros do monte Hermom, ele fala algo inesperado aos seus discípulos: “Digo-lhes a verdade: Há alguns dos que estão aqui que de modo algum provarão a morte antes de verem o Filho do Homem vir no seu Reino.” — Mateus 16:28.

Talvez os discípulos se perguntem o que Jesus quer dizer com isso. Cerca de uma semana depois, ele leva três apóstolos — Pedro, Tiago e João — até um monte alto. Pelo visto já é noite, pois os três homens estão com sono. Enquanto está orando, Jesus é transfigurado diante deles. Os apóstolos veem seu rosto brilhar como o sol e suas roupas se tornarem tão brancas e brilhantes como a luz.

Então dois homens, que a Bíblia identifica como “Moisés e Elias”, aparecem. Eles começam a conversar com Jesus sobre “a partida dele”, que aconteceria em Jerusalém. (Lucas 9:30, 31) Essa partida evidentemente se refere à morte e ressurreição de Jesus, das quais ele falou há pouco tempo. (Mateus 16:21) Essa conversa prova que, ao contrário do que Pedro disse, a morte humilhante de Jesus é inevitável.

Agora bem acordados, os três discípulos ficam maravilhados com o que veem e ouvem. Embora seja uma visão, ela parece tão real que Pedro começa a se envolver, dizendo: “Rabi, é bom que estejamos aqui. Vamos armar, então, três tendas: uma para o senhor, uma para Moisés e uma para Elias.” (Marcos 9:5) Será que Pedro quer armar as tendas porque quer que a visão continue?

Enquanto Pedro está falando, uma nuvem luminosa os encobre, e uma voz vinda da nuvem diz: “Este é meu Filho, o amado, a quem eu aprovo. Escutem-no.” Quando ouvem a voz de Deus, os apóstolos ficam com medo e se lançam com o rosto no chão, mas Jesus lhes diz: “Levantem-se. Não tenham medo.” (Mateus 17:5-7) Os três apóstolos se levantam e só veem Jesus, pois a visão acabou. Enquanto descem o monte na manhã seguinte, Jesus ordena: “Não contem essa visão a ninguém, até que o Filho do Homem seja levantado dentre os mortos.” — Mateus 17:9.

Os apóstolos ficam em dúvida sobre a aparição de Elias na visão. Por isso, perguntam: “Por que então os escribas dizem que Elias tem de vir primeiro?” Jesus responde: “Elias já veio e eles não o reconheceram.” (Mateus 17:10-12) Jesus está falando de João Batista, que cumpriu um papel parecido ao de Elias. Assim como Elias preparou o caminho para Eliseu, João fez o mesmo para Cristo.

Como essa visão é fortalecedora para Jesus e seus apóstolos! Eles veem como será a glória de Cristo no seu Reino. Assim, os discípulos veem “o Filho do Homem vir no seu Reino”, conforme Jesus prometeu. (Mateus 16:28) Enquanto estavam no monte, eles foram “testemunhas oculares do seu esplendor”. Os fariseus queriam um sinal para provar que Jesus era o Rei escolhido de Deus, mas ele não lhes deu nenhum. No entanto, os discípulos achegados de Jesus viram a transfiguração dele, confirmando profecias sobre o Reino. Assim, mais tarde Pedro escreve: “Temos a palavra profética ainda mais confirmada.” — 2 Pedro 1:16-19.