Pular para conteúdo

Pular para sumário

 HISTÓRIA 63

O sábio rei Salomão

O sábio rei Salomão

SALOMÃO era adolescente quando se tornou rei. Amava a Jeová e seguia o bom conselho de seu pai, Davi. Jeová agradava-se de Salomão e, por isso, disse-lhe certa noite num sonho: ‘Salomão, o que quer que eu lhe dê?’

Salomão respondeu: ‘Jeová, meu Deus, sou muito jovem e não sei governar. Dê-me sabedoria para governar seu povo de modo certo.’

Jeová gostou do que Salomão pediu. Assim, Ele disse: ‘Visto que pediu sabedoria e não vida longa nem riquezas, vou dar-lhe mais sabedoria do que qualquer outro já teve. Mas vou dar-lhe também o que não pediu: riquezas e glória.’

Pouco depois, chegaram a Salomão duas mulheres com um problema. ‘Esta mulher e eu moramos na mesma casa’, explicou uma. ‘Dei à luz um menino, e, dois dias depois, ela também deu à luz um menino. Daí, certa noite, o menino dela faleceu. Mas, enquanto eu dormia, ela pôs o bebê morto ao meu lado e tomou o meu. Quando acordei e vi o menino morto, sabia que não era meu.’

Então, a outra mulher disse: ‘Não! O vivo é meu e o morto é dela!’ A primeira respondeu: ‘Não! O morto é seu e o vivo é meu!’ Foi assim que as mulheres discutiam. O que fez Salomão?

Mandou trazer uma espada, e então disse: ‘Cortem o bebê vivo em dois, e deem metade a cada mulher.’

‘Não!’ gritou a mãe verdadeira. ‘Por favor, não matem o bebê. Deem-no a ela!’ Mas a outra disse: ‘Não o deem a nenhuma de nós; cortem-no em dois.’

Finalmente, Salomão falou: ‘Não matem o menino! Deem-no à primeira mulher. Ela é a mãe dele.’ Salomão sabia que a verdadeira mãe amava tanto o bebê que estava disposta a dá-lo à outra mulher, para que não fosse morto. Quando o povo soube como Salomão resolveu o problema, alegrou-se de ter um rei tão sábio.

No reinado de Salomão, Deus abençoou o povo por fazer o solo produzir muito trigo, cevada, uvas, figos e outros alimentos. As pessoas usavam boa roupa e viviam em boas casas. Havia mais do que o suficiente de tudo o que era bom, para todos.