Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

O Que a Bíblia Realmente Ensina?

 CAPÍTULO ONZE

Por que Deus permite o sofrimento?

Por que Deus permite o sofrimento?
  • Foi Deus quem causou o sofrimento no mundo?

  • Que questão surgiu no jardim do Éden?

  • Como Deus vai desfazer os efeitos do sofrimento humano?

1, 2. Por que tipos de sofrimento as pessoas passam hoje, levando muitos a fazer que perguntas?

DEPOIS de uma batalha terrível num país afligido pela guerra, os milhares de civis mortos — mulheres e crianças — foram enterrados numa vala comum, cercada de cruzes. Em cada cruz havia a inscrição: “Por quê?” Às vezes, essa é a pergunta mais dolorosa. As pessoas fazem essa pergunta com tristeza quando a guerra, um desastre natural, uma doença ou o crime tiram a vida de seus entes queridos inocentes, destroem sua casa ou de outras maneiras lhes causam sofrimento indescritível. Elas querem saber por que sofrem tais tragédias.

2 Por que Deus permite o sofrimento? Se Jeová é todo-poderoso, amoroso, sábio e justo, por que o mundo está tão cheio de ódio e injustiça? Você já se perguntou sobre isso?

3, 4. (a) O que mostra que não é errado perguntar por que Deus permite o sofrimento? (b) O que Jeová acha da perversidade e do sofrimento?

3 É errado perguntar por que Deus permite o sofrimento? Alguns temem que fazer essa pergunta signifique falta de fé ou de respeito para com Deus. Ao ler a Bíblia, porém, você verá que pessoas fiéis e tementes a Deus também faziam  perguntas assim. Por exemplo, o profeta Habacuque perguntou a Jeová: “Por que me fazes ver a maldade? E por que toleras a opressão? Por que há diante de mim destruição e violência? E por que há tantas brigas e conflitos?” — Habacuque 1:3.

Jeová acabará com todo o sofrimento

4 Será que Jeová repreendeu o fiel profeta Habacuque por ter feito tais perguntas? Não. Em vez disso, ele incluiu as palavras sinceras de Habacuque no inspirado registro bíblico. Deus também o ajudou a entender melhor os assuntos e a aumentar sua fé. Jeová deseja fazer o mesmo por você. Lembre-se, a Bíblia ensina que ele ‘cuida de nós’. (1 Pedro 5:7) Muito mais do que qualquer ser humano, Deus odeia a perversidade e o sofrimento. (Isaías 55:8, 9) Por que, então, há tanto sofrimento no mundo?

POR QUE EXISTE TANTO SOFRIMENTO?

5. Que razões às vezes são dadas para explicar o sofrimento humano, mas o que a Bíblia ensina?

5 Pessoas de várias religiões recorrem a seus líderes e instrutores religiosos para saber por que existe tanto sofrimento. A resposta, em geral, é que o sofrimento é da  vontade de Deus e que ele há muito tempo determinou tudo o que iria acontecer, incluindo as tragédias. Muitos são informados de que os caminhos de Deus são misteriosos, ou que ele causa a morte de pessoas — até mesmo de crianças — para tê-las junto de si no céu. Mas, como já vimos, Jeová jamais causa o mal. A Bíblia diz: “O verdadeiro Deus jamais faria o que é mau, o Todo-Poderoso nunca faria o que é errado!” — Jó 34:10.

6. Por que muitos cometem o erro de culpar a Deus pelo sofrimento no mundo?

6 Você sabe por que as pessoas cometem o erro de culpar a Deus por todo o sofrimento no mundo? Em muitos casos, elas culpam o Deus Todo-Poderoso porque pensam que ele seja o verdadeiro governante deste mundo. Elas não conhecem uma verdade bíblica simples, porém muito importante. Essa verdade foi considerada no Capítulo 3 deste livro. O verdadeiro governante deste mundo é Satanás, o Diabo.

7, 8. (a) De que modo o mundo reflete a personalidade de seu governante? (b) Como a imperfeição humana e “o tempo e o imprevisto” têm contribuído para o sofrimento?

7 A Bíblia diz claramente: “O mundo inteiro está no poder do Maligno.” (1 João 5:19) Pensando bem, não faz sentido isso? Este mundo reflete a personalidade da criatura espiritual invisível que está “enganando toda a terra habitada”. (Apocalipse 12:9) Satanás é odioso, enganador e cruel. Portanto, o mundo, sob sua influência, está cheio de ódio, engano e crueldade. Essa é uma das razões de existir tanto sofrimento.

8 Uma segunda razão de existir tanto sofrimento é que, conforme vimos no Capítulo 3, a humanidade é imperfeita e pecadora desde a rebelião no jardim do Éden. Os humanos pecaminosos tendem a lutar por domínio, e isso resulta em guerras, opressão e sofrimento. (Eclesiastes 4:1; 8:9)  Uma terceira razão do sofrimento é “o tempo e o imprevisto”. (Leia Eclesiastes 9:11.) Num mundo sem Jeová como Governante protetor, as pessoas talvez sofram por estarem por acaso no lugar errado, na hora errada.

9. Por que podemos ter certeza de que Jeová tem um bom motivo para permitir o sofrimento?

9 É consolador saber que Deus não causa o sofrimento. Ele não é responsável pelas guerras, pelos crimes, pela opressão, nem mesmo pelos desastres naturais que fazem as pessoas sofrer. Ainda assim, precisamos saber: Por que Jeová permite todo esse sofrimento? Se ele é o Todo-Poderoso, ele tem o poder para impedi-lo. Por que, então, se refreia de agir? O amoroso Deus que conhecemos deve ter um bom motivo para isso. — 1 João 4:8.

SURGE UMA QUESTÃO VITAL

10. O que Satanás questionou, e como?

10 Para descobrirmos por que Deus permite o sofrimento, temos de voltar ao tempo em que o sofrimento teve início. Quando Satanás levou Adão e Eva a desobedecer a Jeová, surgiu uma questão importante. Satanás não questionou o poder de Jeová. Até mesmo ele sabe que o poder de Jeová é sem limite. Em vez disso, Satanás questionou o direito de governar de Deus. Por dizer que Deus é um mentiroso que nega o bem a seus súditos, Satanás acusou Jeová de ser um mau governante. (Leia Gênesis 3:2-5.) Ele deu a entender que a humanidade se sairia melhor sem o governo de Deus. Isso foi um ataque à soberania de Jeová, ao seu direito de governar.

11. Por que Jeová simplesmente não destruiu os rebeldes no Éden?

11 Adão e Eva se rebelaram contra Jeová. Na realidade, é como se tivessem dito: ‘Não precisamos de Jeová como Governante. Podemos decidir por nós mesmos o que é certo e o que é errado.’ Como Jeová poderia resolver essa questão?  Como poderia ensinar todas as criaturas inteligentes que os rebeldes estavam errados e que Sua maneira de agir é realmente a melhor? Alguns talvez digam que Deus poderia simplesmente ter destruído os rebeldes e começado tudo de novo. Mas Jeová havia declarado seu propósito de povoar a Terra com os descendentes de Adão e Eva, e queria que eles vivessem num paraíso terrestre. (Gênesis 1:28) Jeová sempre cumpre seus propósitos. (Isaías 55:10, 11) Além disso, livrar-se dos rebeldes no Éden não teria solucionado a questão levantada quanto ao direito de Jeová governar.

12, 13. Ilustre por que Jeová permitiu que Satanás se tornasse o governante deste mundo e por que Deus tem permitido que os humanos governem a si mesmos.

12 Vejamos uma ilustração. Imagine um professor explicando aos alunos como resolver um problema difícil. Certo aluno esperto, porém rebelde, afirma que a explicação do professor está errada. Insinuando que o professor não é capacitado, esse aluno rebelde afirma que conhece um modo muito melhor de resolver o problema. Alguns na classe acham que ele tem razão e também se rebelam. O que o  professor deve fazer? Se expulsar imediatamente da sala os rebeldes, como isso afetará os outros alunos? Não acharão que o colega rebelde e os que o apoiam estão certos? Todos os outros alunos na classe talvez percam o respeito pelo professor, achando que ele teme que aqueles rebeldes possam provar algum erro. Em vez disso, porém, o professor decide deixar que ele, o rebelde, mostre à classe como resolveria o problema.

Será que o aluno é mais qualificado que o professor?

13 Jeová fez algo similar ao que fez o professor. Lembre-se de que os rebeldes no Éden não eram os únicos envolvidos. Milhões de anjos observavam o que acontecia. (Jó 38:7; Daniel 7:10) O modo como Jeová lidaria com a rebelião afetaria muito a todos aqueles anjos e, por fim, a toda a criação inteligente. Assim, o que Jeová fez? Ele permitiu que Satanás mostrasse como governaria a humanidade. Permitiu também que os humanos governassem a si mesmos sob a direção de Satanás.

14. A decisão de Jeová de permitir que os humanos governassem a si mesmos resultará em que benefícios?

14 O professor da ilustração acima sabia que o aluno rebelde e os que tomaram seu lado estavam errados. Mas ele sabia também que dar a eles a oportunidade de tentar provar sua alegação beneficiaria a classe inteira. Quando os rebeldes fracassassem, todos os alunos sinceros veriam que o professor era o único qualificado para ensinar a classe. Eles entenderiam quando o professor, depois disso, expulsasse da classe todos os rebeldes. Do mesmo modo, Jeová sabe que todos os humanos e os anjos sinceros se beneficiarão de constatar que Satanás e os outros rebeldes falharam e que os humanos não conseguem governar a si mesmos com êxito. Como Jeremias, na antiguidade, eles aprenderão esta verdade vital: “Bem sei, ó Jeová, que o caminho do homem não pertence a ele. Não cabe ao homem nem mesmo dirigir os seus passos.” — Jeremias 10:23.

 POR QUE TANTO TEMPO?

15, 16. (a) Por que Jeová permite que o sofrimento continue por tanto tempo? (b) Por que Jeová não tem impedido coisas tais como crimes horríveis?

15 Mas por que Jeová permite que o sofrimento continue por tanto tempo? E por que ele não impede que aconteçam coisas ruins? Bem, considere duas coisas que o professor na ilustração não faria. Primeiro, ele não impediria que o aluno rebelde apresentasse seus argumentos. Segundo, o professor não ajudaria o rebelde a provar sua alegação. De modo similar, considere duas coisas que Jeová decidiu não fazer. Primeiro, ele não impediu que Satanás e seus apoiadores tentassem provar que estão certos. Foi necessário, portanto, conceder tempo para isso. Nos milhares de anos de História, a humanidade tem tido a oportunidade de governar a si mesma, por meio de todo tipo de governo humano. A humanidade fez progresso na ciência e em outros campos, mas o quadro de injustiças, pobreza, crime e guerra piora cada vez mais. Já é evidente que o governo humano é um fracasso.

16 Segundo, Jeová não tem ajudado Satanás a governar este mundo. Se Deus impedisse os crimes horríveis, por exemplo, não estaria ele, na realidade, apoiando a causa dos rebeldes? Será que não estaria levando as pessoas a pensar que os humanos podem governar a si mesmos sem resultados desastrosos? Se Jeová agisse assim, seria cúmplice duma mentira. No entanto, “é impossível que Deus minta”. — Hebreus 6:18.

17, 18. O que Jeová fará com respeito a todos os danos resultantes do governo humano e da influência de Satanás?

17 Mas que dizer de todos os danos causados durante a longa rebelião contra Deus? Faremos bem em nos lembrar de que Jeová é todo-poderoso. Assim, ele pode e vai desfazer os efeitos do sofrimento da humanidade. Como já vimos, a ruína causada ao nosso planeta será desfeita quando a Terra  for transformada num paraíso. Os efeitos do pecado serão removidos por meio da fé no sacrifício de resgate de Jesus, e os efeitos da morte serão anulados por meio da ressurreição. De modo que Deus usará Jesus “para desfazer as obras do Diabo”. (1 João 3:8) Jeová fará tudo isso exatamente no tempo certo. Podemos nos alegrar de que ele não tenha agido antes, pois a sua paciência nos tem dado a oportunidade de aprender a verdade e servi-lo. (Leia 2 Pedro 3:9, 10.) Enquanto isso, Deus tem procurado ativamente adoradores sinceros, ajudando-os a suportar qualquer sofrimento que lhes sobrevenha neste mundo turbulento. — João 4:23; 1 Coríntios 10:13.

18 Alguns talvez se perguntem: ‘Será que todo esse sofrimento não poderia ter sido evitado se Deus tivesse criado Adão e Eva de um modo que fosse impossível se rebelarem?’ Para responder a essa pergunta, temos de nos lembrar de uma dádiva preciosa que Jeová nos deu.

COMO VOCÊ USARÁ A DÁDIVA DE DEUS?

Deus ajudará você a suportar o sofrimento

19. Que dádiva preciosa Jeová nos deu, e por que devemos valorizá-la?

19 Como vimos no Capítulo 5, os humanos foram criados com livre-arbítrio, ou liberdade de escolha. Você se dá conta de como é preciosa essa dádiva? Deus criou inúmeros animais, que são guiados em grande parte pelo instinto. (Provérbios 30:24) O homem constrói robôs que podem ser programados para atender a qualquer comando. Seríamos felizes se Deus nos tivesse criado desse jeito? Não, estamos contentes de poder escolher que tipo de pessoa queremos  ser, que proceder na vida seguir, que amizades cultivar e assim por diante. Gostamos muito de ter certa medida de liberdade, e é isso o que Deus quer que tenhamos.

20, 21. Como podemos usar da melhor maneira possível a dádiva da liberdade de escolha, e por que devemos fazer isso?

20 Jeová não está interessado em serviço realizado por obrigação. (2 Coríntios 9:7) Para ilustrar: o que agradaria mais a um pai ou a uma mãe — que o filho dissesse “eu amo você” porque alguém o mandou dizer isso, ou que dissesse isso espontaneamente, de coração? Assim, a pergunta é: Como você usará a liberdade de escolha que Jeová lhe deu? Satanás, Adão e Eva fizeram o pior uso possível da liberdade de escolha. Eles rejeitaram a Jeová. O que você fará?

21 Você tem a oportunidade de usar da melhor maneira possível a dádiva maravilhosa da liberdade de escolha. Poderá juntar-se aos milhões de pessoas que tomaram o lado de Jeová. Elas alegram a Deus porque participam ativamente em provar que Satanás é mentiroso e um lamentável fracasso como governante. (Provérbios 27:11) Você também poderá fazer isso escolhendo o proceder certo na vida. Isso será explicado no próximo capítulo.

Saiba mais

PROGRAMA DE ESTUDO DA BÍBLIA

Por que estudar a Bíblia?

No mundo inteiro, milhões de pessoas encontram as respostas para as perguntas mais importantes da vida na Bíblia. Gostaria de ser uma dessas pessoas?