Pular para conteúdo

Pular para menu secundário

Pular para sumário

Testemunhas de Jeová

Português

O Que a Bíblia Realmente Ensina?

 APÊNDICE

Dia do Julgamento — o que é?

Dia do Julgamento — o que é?

QUE ideia você tem do Dia do Julgamento, ou Dia do Juízo? Muitos imaginam que, uma por uma, bilhões de almas serão levadas perante o trono de Deus. Ali, cada pessoa será julgada. Algumas serão recompensadas com a bem-aventurança celestial, outras condenadas ao tormento eterno. No entanto, a Bíblia pinta um quadro muito diferente desse período. Ela não o retrata como um período terrível, mas como um tempo de esperança e restauração.

Em Apocalipse 20:11, 12, lemos a descrição do Dia do Julgamento feita pelo apóstolo João: “Vi . . . um grande trono branco e Aquele que estava sentado nele. De diante dele fugiam a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. Vi os mortos, os grandes e os pequenos, em pé diante do trono, e rolos foram abertos. Mas outro rolo foi aberto: era o rolo da vida. Os mortos foram julgados pelas coisas escritas nos rolos, segundo as suas ações.” Quem é o Juiz descrito nesse texto?

Jeová é o Juiz supremo da humanidade. No entanto, ele dá a outra pessoa a tarefa de julgar propriamente dita. De acordo com Atos 17:31, o apóstolo Paulo disse que Deus “determinou  um dia em que vai julgar a terra habitada com justiça, por meio de um homem a quem designou”. Esse Juiz designado é o ressuscitado Jesus Cristo. (João 5:22) Mas quando começará o Dia do Julgamento? Quanto tempo durará?

O livro de Apocalipse mostra que o Dia do Julgamento começará depois da guerra do Armagedom, quando o sistema de Satanás na Terra será destruído. * (Apocalipse 16:14, 16; 19:19–20:3) Depois do Armagedom, Satanás e seus demônios serão aprisionados num abismo por mil anos. Durante esse período, os 144 mil co-herdeiros celestiais serão juízes e ‘reinarão com Cristo por mil anos’. (Apocalipse 14:1-3; 20:1-4; Romanos 8:17) O Dia do Julgamento não será um rápido evento de apenas 24 horas de duração. Durará mil anos.

Durante esse período de mil anos, Jesus Cristo “julgará os vivos e os mortos”. (2 Timóteo 4:1) “Os vivos” serão os da “grande multidão”, que sobreviverá ao Armagedom. (Apocalipse 7:9-17) O apóstolo João viu também “os mortos . . . em pé diante do trono” de julgamento. Como Jesus prometeu, “os que estão nos túmulos memoriais ouvirão a voz dele e sairão” por meio da ressurreição. (João 5:28, 29; Atos 24:15) Mas em que base serão julgados?

De acordo com a visão do apóstolo João, “rolos foram abertos” e “os mortos foram julgados pelas coisas escritas nos rolos, segundo as suas ações”. (Apocalipse 20:12) Será que esses rolos são o registro das ações passadas das pessoas? Não, o julgamento não será à base do que as pessoas fizeram antes de morrer. Como sabemos disso? A Bíblia diz: “Quem morreu foi absolvido do seu pecado.” (Romanos 6:7) De modo que os ressuscitados voltarão à vida com uma ficha limpa, por assim dizer. Portanto, os rolos só podem representar futuros requisitos de Deus. Para viver para sempre, tanto os sobreviventes do Armagedom como os ressuscitados terão de obedecer aos mandamentos de Deus, incluindo quaisquer requisitos novos  que Jeová venha a revelar durante os mil anos. Assim, as pessoas serão julgadas à base do que fizerem durante o Dia do Julgamento.

O Dia do Julgamento dará a bilhões de pessoas sua primeira oportunidade de aprender a respeito da vontade de Deus e se ajustar a ela. Isso significa que ocorrerá uma obra educativa em grande escala. De fato, ‘os seus habitantes aprenderão a justiça’. (Isaías 26:9) No entanto, nem todos estarão dispostos a se ajustar à vontade de Deus. Isaías 26:10 diz: “Mesmo que se mostre favor a quem é mau, ele não aprenderá a justiça. Mesmo na terra da retidão ele fará o que é mau, e não verá a glória de Jeová.” Essas pessoas más serão mortas de maneira definitiva durante o Dia do Julgamento. — Isaías 65:20.

No fim do Dia do Julgamento, os humanos sobreviventes terão ‘voltado a viver’ plenamente como humanos perfeitos. (Apocalipse 20:5) Assim, no Dia do Julgamento a humanidade será restaurada ao seu estado original perfeito. (1 Coríntios 15:24-28) Daí haverá uma prova final. Satanás será solto do encarceramento e terá uma última oportunidade de enganar a humanidade. (Apocalipse 20:3, 7-10) Os que resistirem a ele desfrutarão o cumprimento pleno da promessa da Bíblia: “Os justos possuirão a terra e viverão nela para sempre.” (Salmo 37:29) Realmente, o Dia do Julgamento será uma bênção para todos os humanos obedientes!

^ parágrafo 1 A respeito do Armagedom, veja Estudo Perspicaz das Escrituras, páginas 711-712 do Volume 1 e 286-287 do Volume 2, e o capítulo 20 de Adore o Único Deus Verdadeiro, publicados pelas Testemunhas de Jeová.

 

Saiba mais

A SENTINELA

“O fim” — o que é?

Você sabia que o que a Bíblia diz sobre “o fim” é na verdade algo bom?